Logo Super Vestibular

O conceito de soro e vacina no Enem

Com a dica de hoje você relembrará o conteúdo de imunologia, além de descobrir como é abordado o conceito de soro e vacina no Enem.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Tanto as vacinas quanto os soros são responsáveis pela nossa imunização
Tanto as vacinas quanto os soros são responsáveis pela nossa imunização

Um tema bastante recorrente nas provas do Enem é o conceito de soro e vacina. Esses dois agentes imunizadores sempre têm local garantido nas provas do exame e é por isso que o Super Vestibular preparou essa dica para vocês.

Primeiramente devemos lembrar que tanto o soro quanto a vacina garante a imunização do nosso organismo contra substâncias invasoras. Essa imunização pode ocorrer de maneira ativa, como é o caso das vacinas, ou de forma passiva, como quando utilizamos os soros. Na imunização ativa, nosso corpo vai ser estimulado a se defender contra uma invasão, ou seja, ele será estimulado a produzir anticorpos. Já na imunização passiva, nosso organismo receberá os anticorpos já fabricados, não precisando, portanto, produzi-los.

As vacinas são compostas pelos organismos causadores de uma doença, mortos ou então atenuados. Ao entrar em contato com nosso corpo eles desencadeiam uma resposta imune em que há produção de células de memória. Esse processo é importante, pois quando nosso corpo entrar em contato novamente com esse antígeno, a resposta será mais rápida e intensa do que da primeira vez.

Os soros, por sua vez, são compostos por anticorpos retirados do corpo de outros animais previamente tratados. Para a fabricação dessa substância, o antígeno é colocado em mamíferos de grande porte, normalmente cavalos, e espera-se que o animal produza o anticorpo necessário. Amostras do sangue são então colhidas e purificadas para a fabricação do soro.

Outro ponto importante que diferencia esses dois tipos de imunização é que as vacinas são usadas como uma forma de prevenção, enquanto o soro tem um poder curativo e é usado após o contato com um antígeno. Vale destacar também que o soro não garante imunização por longos períodos de tempo como as vacinas, pois o sistema imunológico não é estimulado.

Agora que relembramos um pouco sobre o tema, vamos ver como ele é abordado nas provas do Enem.

Questão do Enem de 2009

Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico.

TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26, 2009 (adaptado).

Uma vacina eficiente contra o HIV deveria

a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral.

b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras.

c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano.

d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos.

e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva.

Resolução:

Como vimos no decorrer da explicação, a vacina é responsável por estimular uma resposta imunológica, que desencadeará a produção de anticorpos pelo nosso organismo. Sendo assim, a resposta que descreve uma vacina eficiente é a letra a: induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral.

Questão do Enem de 2010

A vacina, o soro e os antibióticos submetem os organismos a processos biológicos diferentes. Pessoas que viajam para regiões em que ocorrem altas incidências de febre amarela, de picadas de cobras peçonhentas e de leptospirose e querem evitar ou tratar problemas de saúde relacionados a essas ocorrências devem seguir determinadas orientações.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao procurar um posto de saúde, um viajante deveria ser orientado por um médico a tomar preventivamente ou como medida de tratamento

a) antibiótico contra o vírus da febre amarela, soro antiofídico caso seja picado por uma cobra e vacina contra a leptospirose.

b) vacina contra o vírus da febre amarela, soro antiofídico caso seja picado por uma cobra e antibiótico caso entre em contato com a Leptospira sp.

c) soro contra o vírus da febre amarela, antibiótico caso seja picado por uma cobra e soro contra toxinas bacterianas.

d) antibiótico ou soro, tanto contra o vírus da febre amarela como para o veneno de cobras, e vacina contra a leptospirose.

e) soro antiofídico e antibiótico contra a Leptospira sp e vacina contra a febre amarela caso entre em contato com o vírus causador da doença.

Resolução

Para responder essa questão, devemos relembrar que vacinas são usadas para prevenção de doenças, soros para imunizações rápidas após o contato com o antígeno e o antibiótico é usado no tratamento de doenças bacterianas. Sendo assim, a resposta que indica corretamente a prevenção/tratamento para a febre amarela, picada de cobra e leptospirose é letra b: vacina contra o vírus da febre amarela, soro antiofídico caso seja picado por uma cobra e antibiótico caso entre em contato com a Leptospira sp.

Questão do Enem de 2011

O vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês) causa o aparecimento de verrugas e infecção persistente, sendo o principal fator ambiental do câncer de colo de útero nas mulheres. O vírus pode entrar pela pele ou por mucosas do corpo, o qual desenvolve anticorpos contra a ameaça, embora em alguns casos a defesa natural do organismo não seja suficiente. Foi desenvolvida uma vacina contra o HPV, que reduz em até 90% as verrugas e 85,6% dos casos de infecção persistente em comparação com pessoas não vacinadas.

Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 12 jun. 2011.

O benefício da utilização dessa vacina é que pessoas vacinadas, em comparação com as não vacinadas, apresentam diferentes respostas ao vírus HPV em decorrência da:

a) alta concentração de macrófagos.

b) Elevada taxa de anticorpos específicos anti-HPV circulantes.

c) aumento na produção de hemácias após a infecção por vírus HPV.

d) rapidez na produção de altas concentrações de linfócitos matadores.

e) presença de células de memória que atuam na resposta secundária.

Resolução

Quando uma pessoa é vacinada, o corpo inicia uma resposta imunitária primária, em que são produzidas células de memória. Essas células serão responsáveis por uma resposta secundária rápida quando o corpo for invadido pelo antígeno ao qual o indivíduo foi imunizado. Sendo assim, a resposta correta da questão é letra e: presença de células de memória que atuam na resposta secundária.

Percebe-se, portanto, que o conceito de vacina e soro é bastante abordado e merece uma atenção especial pelos alunos que vão prestar a prova do Enem. Sendo assim, fiquem atentos às diferenças entre as duas formas de imunização.

Bons estudos e boa prova!!!!

Para saber mais sobre o tema, acesse nossa seção Imunologia.

Assista às nossas videoaulas

Veja também

Cursinho Pré-Enem 2020 (DF) recebe inscrições
Estão sendo oferecidas pelo cursinho 1.000 oportunidades para a seletiva Enem 2020. As aulas têm duração de quatro horas e são ministradas turno vespertino.

UEA abre prazo de isenção do Vestibular 2021 e SIS 2020
Para fazer o pedido é preciso preencher os requisitos exigidos. Prazo vai até 02 de outubro.

PUC-Rio fecha inscrições do Vestibular 2021
Estão sendo oferecidas 1.413 vagas em diversos cursos de graduação, os quais estão separados em cinco grupos de acordo com a área. 

Pedidos de isenção e redução do Vestibular 2021 da Unesp são recebidos até hoje (27)
A previsão é que o resultado dos pedidos de isenção e redução de taxa de inscrição do Vestibular 2021 da Unesp seja divulgado no dia 02 de novembro.

Cursinho Pré-vestibular gratuito em São José dos Campos (SP) recebe inscrições
O projeto tem seu conteúdo voltado para a preparação dos alunos para Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e para os vestibulares de universidades como Unicamp, Unesp e Fuvest, além do ITA.

UFLA solta notas das duas primeiras etapas do PAS 2019
Provas do PAS 2019 foram aplicadas para estudantes dos 1º e 2º anos do ensino médio em novembro de 2019.

Unicamp divulga concorrência do Vestibular 2021 e registra recorde histórico de candidatos de escola pública
Foram registradas 77.653 inscrições de candidatos que passam pelas provas no início do ano que vem.

Abertas as inscrições do Vestibular 2021/1 para Enfermagem e Medicina da Faculdade Albert Einstein
Os interessados podem se inscrever até 23 de novembro. Para o primeiro a taxa é de R$ 135 e a segunda modalidade R$ 200.

Estão abertas as inscrições do Vestibular 2021/1 da UVV
As inscrições poderão ser realizadas via internet ou de forma presencial, na Central de Relacionamento com Aluno (CRA), na UVV-ES de Vila Velha.

São Paulo: abertas inscrições para Vestibular 2021/1 de Medicina da USCS
vestibular ocorrerá em uma única fase, marcada para o dia 23 de novembro, das 14h às 17h30.

IFSC publica resultado da seleção de vagas remanescentes 2020/2
Aprovados deverão enviar documentação para matrícula por e-mail. As aulas serão a distância no início do curso.

Cadastro de foto dos inscritos do Enem 2020 deve ser feito até 1º de outubro
Aqueles que já cadastraram a foto mas quiserem alterar também poderão fazer o upload. O cadastro é obrigatório a partir desta edição.