Logo Super Vestibular

Design de Interiores

Durante a graduação de Design de Interiores, estudante é capacitado para desenvolver técnicas de aproveitamento de espaço que alie conforto, praticidade e beleza.

Publicado por Wanja Borges
Área corporativa concentra maior número de oportunidades para profissionais de área de Design de Interiores
Área corporativa concentra maior número de oportunidades para profissionais de área de Design de Interiores

Considerado como uma evolução técnica da decoração, o Design de Interiores vem ganhando destaque por seu trabalho diferenciado, pautado nos detalhes e personificação do ambiente. Além de trabalhar a estética, o design de interiores atua na reestruturação do espaço, a fim de aliar o serviço com o bem-estar e usabilidade do cliente, seja através da releitura dos móveis, iluminação, cores e/ou revestimentos. 

Durante a graduação, o designer de interiores é capacitado para desenvolver técnicas de aproveitamento de espaço que alie conforto, praticidade e beleza. É de sua responsabilidade o atendimento do cliente, briefing do serviço, desenho e detalhamento do projeto, levantamento das medidas, pesquisas e compras de materiais e acompanhamento da obra e de todo o acabamento. 

Ao contrário do que muitos pensam, o design de interiores não se restringe apenas a reformulação de ambientes residenciais. Seu campo de atuação é extensivo a empresas, escritórios, clínicas, hospitais, vitrines, eventos, e muito mais. 

Público-alvo
Mais do que ter conhecimento sobre história da arte e psicologia ambiental, o designer de interiores precisa se manter informado sobre as tendências do mercado e as novidades do contexto socioeconômico-cultural em que se insere. Além disso, sensibilidade, detalhismo, criatividade e senso estético são primordiais para o bom exercício da profissão. O profissional também deve ser observador e ter domínio de cores, texturas e materiais. 

O curso
A grade curricular do curso de Design de Interiores é bastante variada. As disciplinas vão desde fundamentos da história da arte, antropologia e informática até projeto de móveis, maquetes, fotografia, iluminismo, dentre outras. Além disso, as aulas teóricas e práticas são lecionadas quase na mesma proporção. O curso, diferente da decoração, oferece competência, conhecimentos e habilidade técnica para projetar. 

Duração média 
Bacharelado – 8 semestres 
Tecnológico – 4 semestres

Mercado de Trabalho
Com a estabilidade da economia, o crescimento do mercado imobiliário e a realização das Olímpiadas e da Copa do Mundo, no Brasil, as oportunidades em redes hoteleiras e restaurantes para designer de interiores é ainda maior. Além disso, o setor de produção de feiras, exposições e eventos também têm aumentado sua demanda por este profissional. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A decoração de grandes eventos, como casamentos, também é uma opção de área de atuação. Outro setor que promete crescimento é a de projetos de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais. Fabricantes e montadoras de automóveis também contratam o designer para desenvolver volantes e estofados. 

Formas de Atuação
O graduado em Design de Interiores pode exercer a profissão como funcionário de empresas especializadas, consultor em lojas de móveis ou autônomo. A área corporativa concentra, atualmente, o maior número de oportunidades de trabalho. 

Campos de Atuação 
Projetos
(elaboração de plantas e maquetes residenciais, corporativas, comerciais e/ou institucionais; alterações no layout do ambiente; indicação de cores, disposição de móveis, estilo, etc.)

Desenho de móveis
(criação de peças conforme as necessidades dos clientes, adaptação dos móveis no espaço disponível, etc.) 

Decoração e Paisagismo
(inserção de móveis e acessórios em ambientes internos e externos, projeção e organização de espaços externos como jardins, etc.) 

Moda
(projeção de PDV e vitrines, estruturação de fábricas e showrooms, produção de sets e desfiles, etc.)

Gerenciamento
(Acompanhamento da compra de móveis e acessórios, orçamentos e contratação de mão de obra, etc.)

Regulamentação da profissão
No Brasil, a profissão de designer ainda não é regulamentada, ou seja, o exercício da profissão não conta com regras, normas e conselho de classe fiscalizador. Todavia, ela é autorizada e reconhecida já que integra o Catálogo Geral de Profissões do Ministério do Trabalho. 

Atualmente, um projeto de lei que regulamenta a profissão está em tramitação na Câmara dos Deputados. Enquanto isso, os designers de interiores brasileiros contam com a Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD) como entidade cultural e representativa da categoria. 

Quantidade média de profissionais
Cerca de 20 mil profissionais no Brasil em 2012

Remuneração média
Entre R$ 1.400,00 a R$ 2.200,00 para profissionais recém-formados 

Exigências para exercício da profissão
Não existe qualquer exigência para exercer a profissão de Designer de Interiores, contudo, é desejável diploma de conclusão de curso de bacharelado, preferencialmente, na área. 

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como designer de interiores ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Inep contrata gráfica para o Enem 2020
Provas impressas somente serão aplicadas em 2021, nos dias 17 e 24 de janeiro

Confira resultado do Fies 2020/2
Pré-selecionados devem complementar informações da inscrição no sistema do Fies de hoje até a próxima quinta-feira, 6 de agosto

MEC divulga 2ª chamada do ProUni 2020/2
Convocados precisam confirmar informações prestadas no momento da inscrição até o dia 11 de agosto

Já estão abertas as inscrições do Vestibular 2020/2021 do IME
Os interessados podem se inscrever até 18 de agosto. Previsão é que provas sejam aplicadas este ano.

FGV dá início ao prazo de inscrições dos seus Vestibular 2021 com provas virtuais
Inscrições são para seletivas do Vestibular Unificado, Direito/SP e Economia/SP. O ingresso pode ser feito por provas on-line e via Enem.

Einstein (SP) aplica provas do Vestibular 2020/2 de Enfermagem
Interessados nas 30 vagas deverão usar máscara obrigatoriamente. Provas terão questões objetivas e discursivas e uma redação.

ITA recebe inscrições para Vestibular 2021
Provas da primeira fase serão aplicadas no dia 20 de novembro e as da segunda, nos dias 8 e 9 de dezembro

UEPG dá início ao 2º prazo de inscrições do PSS 2020
Pedidos de isenção serão recebidos de hoje até o dia 10 de setembro. As provas estão agendadas para janeiro do ano que vem mas podem sofrer alteração na data conforme estiver a pandemia do novo coronavírus.

Pré-Enem 2020 gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas on-line
Aulas devem começar no dia 31 de agosto e serão ministradas a distância por meio de plataformas como o Zoom

Paraná: UEL divulga novo formato do Vestibular 2021
Modelo foi adotado por causa da pandemia do coronavírus. Principal novidade é que provas serão aplicadas somente em março de 2021.

Insper (SP) publica resultado da 1ª fase do Vestibular 2020/2
Aprovados para a segunda fase terão que agendar as datas das avaliações, que poderão ser feitas entre 1 e 11 de agosto.

Inep divulga novos editais do Enem 2020 com medidas preventivas à Covid 19
Além das orientações para a prevenção, os documentos também formalizam as novas datas anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) para a aplicação das provas impressas e digitais.