Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. Tocantins: resultado do Vestibular 2018/1 do IFTO já pode ser consultado

Tocantins: resultado do Vestibular 2018/1 do IFTO já pode ser consultado

Os convocados devem preencher o formulário de pré-matrículas no site e entregar a documentação prevista.

Publicado por Rafael Batista
06/01/2018 10h07

A lista de aprovados no Vestibular Unificado 2018/1 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) está disponível. O cronograma de pré-matrículas e matrículas varia, conforme o campi para o qual o estudante foi aprovado

Aprovados IFTO 2018/1

O registro acadêmico deverá ser feito em duas etapas: pela internet e presencialmente. Na primeira delas, o convocado deve preencher o formulário de pré-matrículas na página do respectivo campus. A segunda etapa é a matrícula presencial, na qual os candidatos devem apresentar a seguinte documentação:

- Certidão de Nascimento ou de Casamento;
- Certificado de Conclusão e Histórico Escolar do Ensino Médio;
- Carteira de Identidade e CPF;
- Título de Eleitor e comprovante de quitação das obrigações eleitorais;
- Carteira de Reservista ou Certificado de Dispensa do Serviço Militar, se for o caso;
- Comprovante de endereço;
- Comprovante de pré-matrícula impresso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A divulgação de chamadas para vagas remanescentes fica a critério de cada campi, conforme o cronograma previsto no Edital do Vestibular.

Provas

As provas deste processo seletivo foram aplicadas no dia 19 de dezembro de 2017, compostas por 48 questões objetivas referentes a Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Matemática, Biologia, Física, Química, História e Geografia, além de uma redação.

A oferta foi de 563 vagas, em cursos presenciais de graduação. As oportunidades foram para os campi de Araguaína, Araguatins, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Gurupi, Palmas, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional. Das vagas oferecidas, a metade é destinada aos cotistas de escolas públicas. 

Veja outros detalhes no site do IFTO.

Veja também

IFRR solta local de prova do Vestibular 2022/1
Interessados nas 180 vagas em cursos superiores farão provas no dia 13 de fevereiro

UFRGS: cursos de saúde física e mental são os mais procurados do Vestibular 2022
Medicina lidera com mais de 50 candidatos por vaga. Em seguida, vêm Psicologia e Biomedicina.

UFJF divulga local de prova do Pism 2022
Universidade informou que 30 mil estudantes devem fazer provas nos dias 5 e 6 de fevereiro

Resultado do Vestibular 2022/1 da Famerp está disponível
Outras chamadas serão divulgadas para 31 de janeiro, 04, 10, 16 e 22 de fevereiro, além de 07 de março.

Locais de prova da 3ª etapa do PAS 2021 da UnB estão disponíveis
Os participantes da terceira etapa somente farão testes no Distrito Federal, nos campi Darcy Ribeiro (Plano Piloto), Ceilândia, Gama e Planaltina. 

Cursinho Popular da Poli USP está com inscrições abertas para 2022
O cursinho da Poli gratuito, mas há taxa de matrícula que são no valor de duas parcelas de R$ 100. 

Cursinho de Educação Popular da UFTM está com inscrições abertas para turmas de 2022
Podem participar estudantes que já concluíram o Ensino Médio ou que estejam matriculados no 3º ano do Ensino Médio, ambos em escolas públicas estaduais ou de rede privada desde que comprove que foi beneficiado com bolsa integral. 

UFMS divulga resultado do Vestibular 2022 e PASSE 2021
Primeira seleção ofertou 3.347 vagas e segunda, 1.089 oportunidades em cursos em Campo Grande e no interior

Locais de prova do Vestibular 2022/1 da UFRR estão disponíveis
Mais de 5,6 mil candidatos farão provas no dia 6 de fevereiro, em Boa Vista.

Ceará: UVA altera data da prova do Vestibular 2022/1
Cronograma foi mudado em razão do aumento de casos da variante Ômicron do coronavírus

1ª reclassificação do Vestibular 2022/1 do Cederj está disponível
Ainda segundo o calendário, a segunda reclassificação sairá no dia 28 de janeiro e a terceira, no dia 02 de fevereiro.

Realização do PSC 2021 da UFAM está suspenso por 30 dias
Suspensão se deve por conta do surto epidemiológico confirmado, com o aumento explosivo de transmissibilidade da variante ômicron da Covid-19, tanto na capital quanto no interior do estado do Amazonas.