Logo Super Vestibular

Publicidade e Propaganda

Segmento de Publicidade e Propaganda é um dos que mais crescem no Brasil.

Publicado por Wanja Borges
Para atuar na área de Publicidade e Propaganda, profissional deve ter criatividade, dinamismo e aptidão artística
Para atuar na área de Publicidade e Propaganda, profissional deve ter criatividade, dinamismo e aptidão artística

Mais do que planejar, produzir e executar peças e ideias, o publicitário atua diretamente na influência e formação de opiniões e sentimentos, a fim de estimular o desejo de consumo do público. Marcado por muita cobrança e pouco tempo, seu trabalho requer aptidão artística, observação, criatividade e dinamismo, características que contrariam, em partes, a fama de profissão glamourosa. Contudo, essa falta de definição de carga horária propicia, ao mesmo tempo, descontração no ambiente de trabalho, fator considerado como positivo para muitos profissionais. 

Com a realização de grandes eventos esportivos e presença de holdings de publicidade internacional no Brasil, principalmente, a publicidade vem crescendo e se profissionalizando. Isso mostra porque o mercado publicitário é um dos que mais crescem no país. A satisfação do cliente é a premissa mais importante do ramo. Para isso, o publicitário procura a melhor forma de apresentar um produto ao consumidor, visando promover sua venda. É ele quem elabora estratégias, pesquisa o perfil do público-alvo, cria identidade corporativa do produto, define a abordagem e os veículos mais adequados, acompanha a produção do material, avalia o impacto da campanha, dentre outras atribuições.  

 

Público-alvo
Diretamente relacionada à criatividade e sensibilidade, a profissão de Publicidade e Propaganda exige alguns requisitos básicos de seus profissionais, como flexibilidade, observação, autoconfiança, inovação, ousadia, dentre outras. Saber lidar em equipe, pensar e agir sob pressão, negociar e convencer também são características desejáveis. Manter-se informado sobre assuntos da área também passou a ser exigência, principalmente com o avanço da internet. 

 

O curso
Matérias mais técnicas como administração, economia, antropologia, sociologia, estatística e história da arte integram, prioritariamente, os primeiros períodos do curso, assim como acontece em outras graduações de Comunicação Social. Em consonância, disciplinas práticas como computação gráfica, fotografia, diagramação também são oferecidas. Algumas faculdades aplicam, ainda, testes de língua estrangeira para os graduandos. 

 

Duração média 
Bacharelado – 8 a 10 semestres 
Tecnológico em Produção Publicitária – 4 a 6 semestres 

 

Mercado de Trabalho
Reconhecida pela boa remuneração, mas também pela grande concorrência, a carreira de Publicidade e Propaganda conta com mais profissionais do que oportunidades de emprego atualmente, segundo alguns especialistas. Contudo, com o advento da tecnologia, novas possibilidades estão sendo oferecidas no segmento de publicidade on-line. Além disso, as agências e empresas de promoções, eventos e relacionamento com o cliente ainda concentram grande parte das vagas oferecidas aos publicitários. O trabalho autônomo também vem sendo adotado como um trabalho alternativo por muitos profissionais da área. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Formas de Atuação
O profissional graduado em Publicidade e Propaganda pode atuar como auxiliar, assistente, supervisor, coordenador ou gerente de criação, diretor de arte, redator, produtor gráfico, programador visual, designer gráfico, ilustrador, editor gráfico, arte finalista etc. As principais áreas de atuação são agências, instituições públicas ou privadas, órgãos de comunicação, editoras, gráficas, rádios e TVs, dentre outras. Publicitários podem ainda ser autônomos, atendendo clientes terceirizados, ou prestando consultoria, e professores de cursos de graduação e pós-graduação. 

 

Campos de Atuação 
Atendimento
(atuação como elo entre a agência de publicidade e o cliente, levantamento de dados que orientarão a campanha de divulgação de um produto ou de uma empresa etc.) 

Criação
(produção de campanhas publicitárias com base na análise de pesquisas sobre o mercado consumidor e o produto etc.) 

Gerência de produto
(controle de ações de publicidade e de promoção de vendas de um produto etc.) 

Marketing
(planejamento e desenvolvimento de produto ou serviço, estabelecendo estratégias de preço, distribuição e venda, desde a campanha até a aproximação com o consumidor etc.)

Mídia
(escolha dos veículos de comunicação adequados para difusão de campanha, negociação da compra de espaço para anúncios em outdoors, jornais, revistas, TVs, rádios e internet etc.) 

Pesquisa
(obtenção de dados sobre as necessidades, o perfil e os hábitos dos consumidores, avaliação do impacto das campanhas publicitárias sobre o público etc.) 

Produção
(criação de jingles, comerciais e anúncios em rádios, TVs, jornais, revistas, outdoors, websites etc.)

 

Regulamentação da profissão 
Lei nº 4.680, de 18 de junho de 1965.
Quantidade média de profissionais
Não há informações 

 

Remuneração média
R$ 1,2 mil a R$ 2,5 mil para profissionais recém-formados

 

Exigências para exercício da profissão
Não existe exigência de diploma de conclusão de curso, entretanto, agências e empresas têm preferência por profissionais com bacharelado em Publicidade e Propaganda. Também não há um conselho a nível federal, mas os interessados podem obter o Registro Profissional de Publicitário nas Delegacias Regionais do Trabalho (DRT) do Ministério do Trabalho e Emprego. 

 

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como publicitário ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Inep informa datas das provas do Enem 2020
Notas do exame educacional podem ser usadas para ingressar em cursos superiores

Faculdade Albert Einstein adia provas do Vestibular 2020/2 de Enfermagem
Contudo, as inscrições seguem aberta e serão encerradas em até 15 dias anteriores à nova data das provas, ainda a ser divulgada.

Acafe (SC) solta resultado do Vestibular de Inverno 2020
O processo seletivo desta edição não foi presencial por causa da pandemia do coronavírus. Os candidatos somente foram avaliados pela internet.

Coronavírus: UFT cancela Vestibular 2020/2
Apesar do cancelamento do Vestibular 2020/2, a UFT está com inscrições abertas para o preenchimento de vagas por meio do SiSU, até a próxima sexta-feira, dia 10.

São Paulo: inscrições para Vestibular 2020/2 das Fatecs começam hoje (8)
Por causa da pandemia do coronavírus, candidatos serão avaliados por análise de notas do histórico escolar

MEC abre prazo para consulta de bolsas do ProUni 2020/2
Para participar do programa, é necessário ter feito o Enem 2019. Inscrições começam dia 14 de julho.

Unicamp encerra prazo para pedir isenção de taxa do Vestibular 2021
Conforme cronograma, lista com nomes dos contemplados com a isenção da taxa será divulgada no dia 27 de julho

Unemat não fará Vestibular 2020/2 e selecionará via Enem
A Unemat utilizará as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) das edições de 2017, 2018 e 2019 ao invés do seu tradicional vestibular.

Estão abertas as inscrições do Vestibulinho 2020/2 das Etecs
Interessados em participar podem se inscrever até o dia 21 de julho e a forma de seleção será por meio de análise do histórico escolar.

Inscrições para SiSU 2020/2 já podem ser feitas
Nesta edição, são oferecidas 51.800 vagas em 57 instituições públicas de ensino superior

Saiba como são realizados vestibulares na pandemia do coronavírus
Enquanto algumas instituições resolveram usar notas do Enem, outras criaram vestibulares pela internet

UniRV de Goianésia libera resultado do Vestibular 2020/2 de Medicina
Selecionados para as 60 vagas devem fazer registro acadêmico de amanhã (7) até a próxima quinta-feira, 9 de julho