Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. ProUni passa a aceitar estudantes de escolas privadas sem a condição de bolsista

ProUni passa a aceitar estudantes de escolas privadas sem a condição de bolsista

Presidente Bolsonaro alterou MP publicada no Diário Oficial desta terça-feira (07). Assim, o Programa aceitará alunos que fizeram o ensino médio em instituição privada sem a condição de bolsista.

Publicado por Érica Caetano
07/12/2021 07h45 , atualizado em 08/12/2021 12h11

O presidente Jair Bolsonaro liberou o acesso de estudantes de escolas privadas que estudaram sem bolsa de estudos integral no Programa Universidade para todos (ProUni).

A Medida Provisória (MP) foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 07 de dezembro.

Veja aqui a publicação!

Antes da alteração feita por Bolsonaro, só estavam aptos a participar do Programa estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral. Agora com a MP, passam a poder participar os estudantes que estudaram em escolas privadas sem bolsa.

Ainda de acordo com a MP, o Ministério da Educação (MEC) poderá dispensar de apresentação de documento que comprovem renda familiar mensal bruta pelo estudante e comprovante de situação de pessoa com deficiência, quando essas informações já estiverem presentes em bancos de dados do governo.

Entre outras modificações da MP no regulamento do ProUni estão a distribuição e divisão de cotas para pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência (PcD). O Artigo 7º prevê a seguinte divisão:

A) Pessoa com deficiência (PcD).
B) Indígenas e negros (pretos e pardos).

Os percentuais serão iguais aos registrados pelo Censo do IBGE em cada local de oferta.

Critérios de renda

Já os critérios de exigência de renda para ingresso foram mantidos. Ou seja, para ser beneficiado com a bolsa integral ou parcial em universidades particulares através do ProUni, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 3 salários mínimos.

Com exceção de docentes, os demais candidatos não podem ter diploma do ensino superior.

O ProUni

O Programa Universidade Para Todos (ProUni) foi criado pela Lei n° 11.096, de 13 de janeiro de 2005, com objetivo de oferecer bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes concorrem a vagas em cursos de graduação e sequências de formação específica.

O ProUni oferece dois tipos de bolsas de estudo, conforme a renda. Confira:

  • Bolsas integrais: estudantes com renda bruta familiar inferior a um salário-mínimo e meio por pessoa e que comprovem essa condição
  • Bolsas parciais (50%): pessoas com renda bruta familiar inferior a três salários-mínimos por pessoa e que comprovem essa condição

Além de preencher o requisito de renda, até as mudanças publicadas hoje no Diário Oficial, os interessados no ProUni também precisavam:

- Ter estudado o ensino médio completo em instituições da rede pública de ensino;
- Ter estudado o ensino médio completo em instituições da rede privada de ensino como bolsista integral da própria escola;
- Ter estudado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
- Ser pessoa com deficiência;
- Ser professor da rede pública de ensino, no exercício da docência na educação básica e constituindo o quadro de pessoal definitivo da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura.

Todos os interessados no ProUni precisam ter realizado o Enem no ano imediatamente anterior ao período em que está concorrendo à bolsa. É preciso ainda ter alcançado no mínimo 450 pontos de média na média das cinco provas (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Redação).

Veja também

Edital do Vestibular 2023 da UFPR é publicado
Instituição receberá as inscrições do processo seletivo entre os dias 18 de julho e 31 de agosto.

Resultado da 3ª etapa do PAES 2021 da Unimontes (MG) é liberado
Candidatos podem interpor recurso contra o resultado preliminar entre os dias 2 e 4 de julho.

Resultado do Vestibular 2022/2 de Medicina da PUC Minas está disponível
A avaliação foi composta por uma redação e 50 questões objetivas.

UEMA divulga resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição do PAES 2023
O prazo para interposição de recursos já passou, esse é o resultado final da gratuidade.

Inscrições para o SiSU 2022/2 terminam nesta sexta (1)
Nesta edição são oferecidas mais de 65 mil vagas em cursos de 73 instituições de ensino superior públicas.

Unitins divulga resultado do seu Vestibular 2022
A previsão é que as aulas comecem no dia 03 de agosto. Foram ofertadas 240 vagas distribuídas entre os cursos do campus Palmas.

Candidatos ao Vestibulinho 2022/2 das Etecs (SP) já podem acessar locais de provas
Exame será aplicado neste domingo (3), das 13h30 às 17h30.

Mackenzie divulga aprovados no Vestibular 2022/2
Os convocados das unidades Higienópolis e Alphaville deverão se matricular de hoje até 07 de julho. Em Campinas até 19 de julho.

Pernambuco: FPS divulga resultado do Vestibular 2022/2
Instituição disponibilizou neste vestibular 62 vagas para Medicina e 168 para demais cursos de graduação.

UFT e UFNT publicam 2ª chamada do Vestibular 2022/2 via Enem
Etapa de matrículas online ocorre nos dias 5 e 6 de julho.

Prazo para se inscrever no Vestibular 2022/2 da UFU termina hoje (30)
Inscrições podem ser feitas pela internet até às 16h. Taxa é de R$117.

UPE encerra nesta quinta-feira as inscrições do Vestibular EaD 2023
Estão sendo ofertadas 1.410 vagas distribuídas em 16 polos presenciais. Provas acontecem em agosto.