Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. UERJ terá comissão de cotas raciais e étnicas nos Vestibulares

UERJ terá comissão de cotas raciais e étnicas nos Vestibulares

Representação analisará autodeclaração étnico-racial dos candidatos. Trabalhos devem começar em 2022.

Publicado por Silvia Tancredi
16/03/2021 18h31 , atualizado em 16/03/2021 18h34

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) terá, a partir de 2022, uma comissão para analisar a autodeclaração étnico-racial dos candidatos aos cursos de graduação e pós-graduação. A proposta foi aprovada por unanimidade pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Csepe) no início deste mês.

A criação da comissão tem como objetivo garantir a segurança na efetivação da política de cotas raciais na instituição. O reitor da universidade, Ricardo Lodi Ribeiro, comenta que, atualmente, o direcionamento a cotistas não é o mais adequado. 

"Hoje, deixamos o candidato ingressar na instituição e depois o punimos pela declaração falsa, com repercussões inclusive criminais. Perdem-se recursos públicos investidos naquele aluno que não prosseguirá o seu curso”, comentou. Para ele, como a aprovação da comissão, haverá defesa de todos os futuros cotistas e da própria UERJ.

Leia também: argumentos a favor das cotas raciais

Como será a comissão

A representação será denominada Comissão Permanente de Validação de Autodeclaração (CPVA). Farão parte 60 membros da comunidade acadêmica (20 docentes, 20 servidores técnico-administrativos e 20 estudantes), com paridade na representatividade de cor e gênero. 

Veja como funcionará a comissão:

Candidatos pretos e pardos

Nesse caso, a comissão levará em conta o conjunto de características físicas da pessoa, como cor da pele, textura do cabelo e aspectos faciais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A pró-reitora de Extensão e Cultura, Cláudia Gonçalves, relatora da proposta, explica que, se o fenótipo é o fator que determina o racismo, que resulta na exclusão social da população negra, também deve ser o critério para definição dos destinatários das ações afirmativas de cunho racial.

Candidatos indígenas

A comissão da UERJ atuará com base na conferência de documentos expedidos pela Fundação Nacional do Índio (Funai), lideranças da comunidade étnica ou representações institucionais. 

Candidatos quilombolas

Nessa situação, o requisito principal será a comprovação de residência / pertencimento às comunidades remanescentes de quilombos, emitida por associação reconhecida pela Fundação Cultural Palmares.

Como funcionam as cotas na UERJ

Atualmente, a universidade reserva as cotas na seguinte proporção:

=>20% para negros, quilombolas e indígenas

=>20% para quem estudou todo o ensino médio em escola pública;

=>5% para pessoas com deficiência e para filhos de policiais civis e militares, de bombeiros militares e de inspetores de segurança e administração penitenciária, mortos ou incapacitados pelo serviço.

Saiba como é o vestibular da UERJ 

Veja também

Hoje é Dia Mundial das Doenças Raras. Confira lista de doenças
Conforme OMS, doença é considerada rara quando é acometida por até 65 pessoas a cada grupo de 100 mil
UEG abre inscrição para Vestibular 2024/1 via Enem
Processo seletivo que oferece mais de 900 vagas é voltado a participantes do Enem 2014 a 2023
MEC e Inep realizam pesquisa sobre a participação nas provas do Enem 2023
Questionário pode ser respondido por todos os estudantes que se inscreveram no Enem 2023
Casos de dengue em alta: professores explicam o que estudar sobre doença
Casos da dengue estão em alta em todo o país, por isso é importante ampliar estudos sobre a doença
Inscrição do Pré-Enem da UFPB 2024 abre hoje (28)
Curso de preparação para o Enem é organizado pelo Núcleo de Educação de Jovens e Adultos do Ensino Médio (Nejaem) da UFPB
Ministério da Educação adia divulgação do resultado da 2ª chamada do Prouni 2024
Inicialmente, o resultado da 2ª chamada do Prouni 2024 ia ser divulgado ontem, dia 27 de fevereiro
Aquecimento Global: entenda mais sobre o assunto e saiba como ele pode aparecer nos vestibulares de 2024
O Aquecimento Global é um tema complexo e é preciso compreender suas causas e consequências. Assim como quais soluções podem ser aplicadas.
Dia Nacional do Livro Didático: saiba origem da data e como livros são escolhidos
Programa Nacional do Livro Didático do MEC aponta que cerca de 206 milhões de livros didáticos foram distribuídos no Brasil
Quero ser UFMS 2024: Vestibular recebe inscrição para mais de 3,4 mil vagas
Candidatos concorrerão a vagas que sobraram de vestibulares anteriores e do SiSU
Enem-USP 2024: manifestação de interesse na lista de espera já pode ser feita
Processo seletivo da Fuvest utilizou notas do Enem 2023 como forma de ingresso para cursos da Universidade de São Paulo (USP)
Fuvest 2024: manifestação de interesse na lista de espera pode ser feita hoje e amanhã
Candidatos com interesse em concorrer à vaga podem se cadastrar até as 17h de amanhã (27)
UTFPR abre inscrição para o Vestibular 2024/2
Estão disponíveis 3.188 vagas em 114 cursos de graduação na UTFPR, no Paraná