Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Vestibulares
  3. Vestibular da Unicamp

Vestibular da Unicamp

Entenda como é o Vestibular da Unicamp e o que o candidato encontrará nas provas da 1ª e 2ª fase do certame. Enem também é usado para ingresso.

Publicado por Érica Caetano

Agenda

Data
Descrição
Evento
10/03/2021
Unicamp - Universidade Estadual de Campinas

4ª chamada Vagas Olímpicas 2021

Aprovados
10/03/2021
Resultado
15/03/2021
Unicamp - Universidade Estadual de Campinas
5ª chamada Vagas Olímpicas 2021
Aprovados
Veja mais Datas

Provas

1670 downloads realizados
1989 downloads realizados
427 downloads realizados

Vestibular

Um dos vestibulares mais concorridos do país é o da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), organizado anualmente pela Comissão de Permanente para os Vestibulares (Comvest). Ele oferece vagas para cursos em Campinas, Limeira, Paulínia e Piracicaba. 

Além do vestibular tradicional, a Unicamp também possui outros processos seletivos para ingresso em seus cursos. Vamos explicar cada um deles!

Vestibular tradicional

  • Como e quando são as inscrições?

Antes das inscrições serem iniciadas, é aberto um prazo para solicitação de isenção da taxa de inscrição para candidatos sem condições financeiras, funcionários da Unicamp e interessados em cursos noturnos de licenciatura. 

Modalidades aceitas para pedido de isenção no Vestibular da Unicamp:

Modalidade 1: estudantes com renda familiar de até um salário mínimo e meio e que têm inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

Modalidade 2: funcionários da Unicamp/Funcamp;

Modalidade 3: interessados em cursos noturnos de licenciatura, como, por exemplo, Letras, Matemática e Pedagogia, ou Tecnologia (Análise e Desenvolvimento de Sistemas e em Saneamento Ambiental).

Já no ato da inscrição do Vestibular, os candidatos devem se cadastrar pela internet, no site da Comvest. A taxa cobrada no último vestibular foi no valor de R$ 170. 

Eles podem optar por até dois cursos, desde que os mesmos sejam da mesma área de conhecimento: Humanas / Artes, Biológicas / Saúde, Exatas / Tecnológicas.

  • Provas

O vestibular da Unicamp é dividido em duas fases. A primeira é constituída de uma única prova de Conhecimentos Gerais formada por 90 questões objetivas sobre as áreas do conhecimento desenvolvidas no Ensino Médio, incluindo questões interdisciplinares. Essa prova é geralmente aplicada no final de novembro.

Onde fazer a 1ª fase: Araçatuba, Bauru, Belo Horizonte/MG, Botucatu, Bragança Paulista, Brasília/DF, Campinas, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Jundiaí, Limeira, Lorena, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Salvador/BA, Santa Bárbara D’Oeste, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.

Os aprovados nesta primeira etapa passam pelas provas da 2ª fase, aplicada durante dois dias em janeiro, e formada por questões discursivas com foco nas áreas de conhecimentos que sejam ligadas aos cursos.

No primeiro dia da segunda etapa do Vestibular da Unicamp são aplicadas as questões discursivas de Língua Portuguesa e Literaturas, dois questionamentos interdisciplinares ligados as disciplinas de Inglês e Ciências da Natureza e Ciências Humanas, além da Redação.

No segundo dia, deverão ser respondidas, por todos os candidatos, seis questões de Matemática e mais quatro questões interdisciplinares, sendo duas de Ciências Humanas e outras duas de Ciências da Natureza, mais 12 questões específicas da área das graduações escolhidas.

Onde fazer a 2ª fase: Bauru, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Salvador/BA, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

Há, ainda, alguns cursos que exigem provas de habilidades específicas, como é o caso de Música, Design, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança, Arquitetura e Urbanismo.

Com o passar dos anos, o processo seletivo da Unicamp já passou por algumas mudanças, como a utilização do Enem – que vamos explicar melhor como funciona nos próximos parágrafos –, a diminuição de um dia de prova no que diz respeito aos testes da 2ª etapa, passando de três dias para somente dois.

  • Cotas e bônus

O Vestibular da Unicamp possui reserva de vagas para estudantes de escolas públicas, pretos, pardos e indígenas. A Universidade também trabalha com um programa de bônus para candidatos que sejam oriundos da rede pública. 

Atualmente, há um mínimo de 15% e um máximo de 27,2% das vagas oferecidas no vestibular tradicional em cada curso para candidatos pretos e pardos. O vestibular tradicional oferta 80% do total de vagas da Universidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Unicamp também conta com o Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS), existente desde 2004. Ele oferece bônus na nota de estudantes que sejam oriundos de escolas públicas. 

Podem participar do PAAIS candidatos que:

- Estudaram o ensino fundamental II - 6º ao 9º ano - e todo o ensino médio em escola pública;

- Concluíram o ensino médio regular, supletivo ou Educação de Jovens e Adultos (EJA) integralmente na rede pública;

- Concluíram o ensino médio pelo Enem ou Encceja, desde que não tenha cursado nenhum ano do ensino médio na rede privada.

Para aqueles que cursaram integralmente o ensino fundamental II em escolas públicas, são 20 pontos. Já para aqueles que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, são 40 pontos. Esse bônus pode chegar a 60 pontos, no caso de o candidato ter cursado os dois períodos na rede pública.

Os candidatos inscritos no vestibular tradicional pelo PAAIS recebem bônus na pontuação da primeira e da segunda fase do Vestibular da Unicamp.

Enem Unicamp

Do total de vagas oferecidas anualmente pela Unicamp, 20% são reservadas para o processo seletivo Enem-Unicamp, que seleciona estudantes com base no desempenho no  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Somente a atual edição do Enem é aceita, ou seja, para entrar em 2021 é preciso fazer o Enem 2020.

As vagas da seleção Enem-Unicamp são exclusivas para candidatos cotistas, sendo:

- 50% para candidatos que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou concluíram pelo Enem ou Encceja;

- 25% para autodeclarados negros ou pardos;

- 25% para candidatos da rede pública autodeclarados negros ou pardos.

As inscrições para a seleção Enem-Unicamp costumam abrir em outubro.

Vestibular Indígena

As inscrições para o Vestibular Indígena Unicamp são realizadas entre os meses de agosto e setembro, também na página da COMVEST. Elas são gratuitas e voltadas para estudantes indígenas de todas as etnias existentes no país.

O Vestibular Indígena oferta duas vagas adicionais, em alguns cursos, para candidatos das etnias indígenas do Brasil. São cerca de 100 vagas a cada edição.

A prova é aplicada no mês de novembro, sendo formada por questões múltipla escolha e uma Redação. Geralmente, a prova é realizada em seis cidades: Campinas (SP), Bauru (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM). 

Vagas Olímpicas

As vagas olímpicas são oportunidades disponibilizadas pela Unicamp para participantes e vencedores de olimpíadas científicas nacionais e internacionais. Não há provas e a seleção é feita por meio do desempenho obtido em competições definidas pelos cursos.

Os estudantes interessados em participar e que preencham os requisitos deverão se inscrever pelo site da Comvest, entre novembro e janeiro do ano seguinte.

São reservadas até 10% das vagas extras ou regulares de cada curso que optar por essa modalidade. Há um edital específico para o preenchimento dessas vagas.

Coronavírus

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), algumas alterações e adaptações foram feitas no Vestibular 2021 da Unicamp. 

Dentre as mudanças, está a alteração do cronograma de recebimento de pedidos de isenção de taxa de inscrição, e a redução do número de livros literários exigidos para o Vestibular, passando de 12 para apenas sete.

Além destas, a Universidade também informou que as provas da 1ª fase terão o número de questões reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para a realização passará a ser de quatro horas e não mais de cinco, como ocorria em anos anteriores.

As provas da primeira fase também serão aplicadas durante dois dias diferentes, conforme a área de cada curso concorrido pelos inscritos.

Cronograma de inscrições dos processos seletivos da Unicamp

 

Veja também

Unicamp antecipa divulgação do resultado do Vestibular 2021
As notas dos candidatos do Vestibular 2021 deverão ser liberadas na quarta. A matrícula virtual será recebida no dia 15 de março, das 09h às 17h.

UFMS divulga resultado do Vestibular 2021 e 3ª etapa do PASSE 2020
Processos seletivos foram realizados no final de janeiro em 11 cidades do Mato Grosso do Sul

MEC libera consulta às vagas que serão oferecidas no SiSU 2021/1
Sistema oferecerá 209.190 vagas em 5.685 mil cursos de graduação em 110 instituições públicas

UFRR disponibilizará mais de 700 vagas no SiSU 2021/1
Oferta é de 37 cursos de graduação. Para a carreira de Medicina, por exemplo, são 16 vagas.

Unesp adia Testes de Habilidades do Vestibular 2021 por causa do coronavírus
Provas de aptidão estavam marcadas para o próximo domingo (7). Testes são para cursos como Arquitetura e Música.

Cursinho social gratuito 2021 no Rio de Janeiro inscreve para novas turmas
Pré-vestibular prepara estudantes de baixa renda para processos seletivo e Enem 2021

UFRB recebe inscrições do Vestibular 2020/2 para cursos de Matemática, Música Popular Brasileira e Artes
O prazo vai até 11 de março e não há cobrança de taxa. A oferta da UFRB é de 450 vagas, metade para cada grupo de candidatos.

UFSCar recebe inscrições para Vestibular EaD 2021 de Pedagogia
Interessados nas 150 vagas serão avaliados por meio de análise das notas do Enem 2015 a 2019

Resultado do Vestibular 2021 via Enem do IFPA é publicado
As 442 oportunidades foram oferecidas via notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Foram aceitas as edições de 2017, 2018 e 2019.

Resultado da lista de espera do ProUni 2021/1 é liberado
Próxima etapa dos pré-selecionados é confirmar informações prestadas no momento da inscrição de 8 a 12 de março

Ceará: URCA divulga resultado do Vestibular 2020/2
Processo seletivo ocorreu nos dias 6 e 7 de fevereiro em seis municípios do estado

UFT oferta quase mil vagas no SiSU 2021/1
A UFT oferecerá vagas nas seguintes modalidades de concorrência, de acordo com a existência de vagas em cada modalidade: ampla concorrência, ações afirmativas (Indígenas e Quilombolas) e Lei 12.711/12 (Sistema de Cotas para Escolas Públicas).