Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Dicas
  3. A decoreba realmente funciona?

A decoreba realmente funciona?

Muitos estudantes, ao se prepararem para o vestibular, acham que o melhor é decorar a matéria ou o conteúdo que estejam estudando.

Publicado por Érica Caetano
Estudantes confundem decorar a matéria com aprender realmente o conteúdo
Estudantes confundem decorar a matéria com aprender realmente o conteúdo

Quem nunca ao se preparar para alguma prova ou exame pensou em decorar todo o conteúdo para não ter perigo de errar nada? Essa vontade aumenta ainda mais em se tratando das provas do vestibular. Mas será que a técnica conhecida como “decoreba” realmente funciona? A resposta dos professores é unânime e categórica: Não. A maioria deles afirma que não se deve decorar a matéria da prova, do vestibular ou o que esteja sendo estudado. O aluno deve aprender e, se necessário, memorizar, o que é bem diferente de decorar.

Apesar de muitos acharem que se trata da mesma coisa, existem diferenças nítidas entre os termos “decorar” e “memorizar”. Ao memorizar determinado conteúdo, o estudante está armazenando as informações através de seu aprendizado, ou seja, ele sabe e entende exatamente o que está sendo gravado em sua memória. Bem diferente do processo de decoreba, em que o candidato apenas grava na cabeça o que precisa, sem ao menos entender ou saber do que se trata o que está sendo decorado.

A dúvida de grande parte dos jovens está em como fazer então para aprender e memorizar ao invés de decorar as matérias. O processo é simples, mas exige empenho e concentração do vestibulando. A primeira dica para aprender é fazer a leitura do conteúdo. Se preferir, esta pode ser feita até em voz alta. As chances de memorizar o material ao fazer a leitura em voz alta são até maiores. Ao ler, procure grifar o que acreditar ser o principal, mais importante ou de maior relevância no texto. Isso ajudará na sinalização do estudo quando efetuar uma próxima leitura no mesmo material.

Saiba como melhorar a memória

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

E por que não decorar o que estou lendo?! Realmente a técnica pode ser muito mais fácil, entretanto, ao fazer isso, o principal é deixado de lado, que é o conhecimento e o aprendizado. De nada adianta decorar o conteúdo se você não tem a mínima ideia do que tem guardado em sua memória. A decoreba acaba se tornando um trabalho sem resultado.

Sem contar que caso dê um branco na hora do vestibular, fazendo com que não se lembre de nada do que foi decorado, o seu desempenho só tende a diminuir em relação ao daquele candidato que aprendeu e memorizou, pois mesmo que ele tenha um “apagão” do que foi estudado, as chances de que consiga assimilar ou refrescar a memória através do próprio enunciado da questão são muito maiores.

Portanto, na hora de estudar, concentre-se e veja o melhor método de estudo, aquele que combine com você. Cada estudante possui sua forma de entender e assimilar determinada disciplina. Muitos são através do visual, outros pela audição, ao realizarem leitura em voz alta, outros ainda transcrevendo o material, na confecção de resumo e textos, resoluções de exercícios, dentre outros.

Decorar o conteúdo não constitui uma metodologia eficaz de estudo e, muito menos, de aprendizado. Ela é abrupta e momentânea, beneficiando (se é que podemos dizer isso) apenas naquele momento, na hora em que é decorada. Logo em seguida, ela é esquecida e nada de conhecimento é absorvido, afinal não houve aprendizado. Procure aprender o que é estudado. Se for interessante, desenvolva a cada dia uma dessas técnicas de memorização citadas. A tal da “decoreba” não está com nada!

Veja também

Inep contrata gráfica para o Enem 2020
Provas impressas somente serão aplicadas em 2021, nos dias 17 e 24 de janeiro

Confira resultado do Fies 2020/2
Pré-selecionados devem complementar informações da inscrição no sistema do Fies de hoje até a próxima quinta-feira, 6 de agosto

MEC divulga 2ª chamada do ProUni 2020/2
Convocados precisam confirmar informações prestadas no momento da inscrição até o dia 11 de agosto

Já estão abertas as inscrições do Vestibular 2020/2021 do IME
Os interessados podem se inscrever até 18 de agosto. Previsão é que provas sejam aplicadas este ano.

FGV dá início ao prazo de inscrições dos seus Vestibular 2021 com provas virtuais
Inscrições são para seletivas do Vestibular Unificado, Direito/SP e Economia/SP. O ingresso pode ser feito por provas on-line e via Enem.

Einstein (SP) aplica provas do Vestibular 2020/2 de Enfermagem
Interessados nas 30 vagas deverão usar máscara obrigatoriamente. Provas terão questões objetivas e discursivas e uma redação.

ITA recebe inscrições para Vestibular 2021
Provas da primeira fase serão aplicadas no dia 20 de novembro e as da segunda, nos dias 8 e 9 de dezembro

UEPG dá início ao 2º prazo de inscrições do PSS 2020
Pedidos de isenção serão recebidos de hoje até o dia 10 de setembro. As provas estão agendadas para janeiro do ano que vem mas podem sofrer alteração na data conforme estiver a pandemia do novo coronavírus.

Pré-Enem 2020 gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas on-line
Aulas devem começar no dia 31 de agosto e serão ministradas a distância por meio de plataformas como o Zoom

Paraná: UEL divulga novo formato do Vestibular 2021
Modelo foi adotado por causa da pandemia do coronavírus. Principal novidade é que provas serão aplicadas somente em março de 2021.

Insper (SP) publica resultado da 1ª fase do Vestibular 2020/2
Aprovados para a segunda fase terão que agendar as datas das avaliações, que poderão ser feitas entre 1 e 11 de agosto.

Inep divulga novos editais do Enem 2020 com medidas preventivas à Covid 19
Além das orientações para a prevenção, os documentos também formalizam as novas datas anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) para a aplicação das provas impressas e digitais.