Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp

Fisioterapia

Profissional precisa ser disciplinado, gostar de pessoas e ter habilidade para toque terapêutico

Publicado por Silvia Tancredi
Para se dar bem na fisioterapia, é necessário gostar de atividades manuais e motoras
Para se dar bem na fisioterapia, é necessário gostar de atividades manuais e motoras

A Fisioterapia é área da saúde na qual se estudam os movimentos do corpo em todas as etapas da vida humana. Durante os cinco anos de curso, os alunos aprendem a prevenir, diagnosticar e tratar os pacientes com a finalidade de proporcionar melhor qualidade de vida motora. 

O fisioterapeuta reabilita, de diversas formas, a saúde de pessoas que apresentam disfunções e sequelas ligadas aos movimentos do corpo. Para isso, o profissional da Fisioterapia precisa ter força física e mental, empatia, perseverança, disciplina e muita habilidade manual.

A carreira de Fisioterapia está em expansão e o mercado de trabalho, acentuado. Um dos motivos pela grande procura do curso e pelo reconhecimento social é que, hoje, a sociedade busca maior inclusão social de pessoas com deficiência. Além disso, há maior preocupação com o envelhecimento com qualidade.

Público-alvo

Para se dar bem na carreira, o estudante precisa, acima de tudo, ter empatia. Gostar de pessoas e entender o sofrimento do outro são essenciais para o exercício da profissão. Além disso, o estudante de Fisioterapia precisa ser paciente, criativo, disciplinado, perseverante. Gostar de estudar a anatomia humana também é fundamental.

Uma outra habilidade que o estudante precisa ter para atuar na Fisioterapia é gostar de atividades manuais e motoras e, especialmente, ter habilidade para o toque terapêutico.

Curso

No ciclo básico do curso de Fisioterapia, os alunos veem disciplinas gerais de cursos da área de saúde, como Anatomia, Neuroanatomia, Fisiologia, Fisiologia do Exercício, Neurofisiologia, Biofísica, Bioquímica, Farmacologia, Biomecânica, entre outras.

A partir do quinto período, as aulas são voltadas às diversas especialidades da carreira, tais como:

•    UTI
•    Pneumologia
•    Ortopedia
•    Neurologia
•    Traumatologia
•    Neuropediatria
•    Reumatologia
•    Angiologia
•    Dermatofuncional
•    Esporte

O curso de Fisioterapia oferece atividades práticas desde o primeiro ano. Os estudantes realizam estágios supervisionados em clínicas-escolas, hospitais conveniados e clínicas de esporte.

Especialistas da área recomendam que, antes de escolher uma instituição de ensino que oferece Fisioterapia, o estudante observe a grade curricular, analise se as disciplinas mais específicas da área têm carga horária alta, confira se a universidade desenvolve pesquisas e, ainda, se a instituição tem estrutura hospitalar para fazer aulas práticas e estágios.

Duração média

Cinco anos ou dez semestres, em período integral.

Conheça também o curso de Terapia Ocupacional

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para fisioterapeutas é amplo, porém concorrido nas grandes cidades. O estudo e a participação em cursos de especialização e atualização devem ser constantes para uma boa colocação profissional. O mercado pede um fisioterapeuta clínico, que entende o funcionamento do corpo humano como um todo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Normalmente, os profissionais trabalham em hospitais, clínicas, ambulatórios, consultórios, unidades básicas de saúde, centros de reabilitação e clínicas de esporte. Outros locais onde podem atuar os graduados em Fisioterapia são asilos, spas, clínicas estéticas, clubes esportivos, empresas de vigilância sanitária, empresas que oferecem fisioterapia do trabalho e indústrias de aparelhos e equipamentos de uso fisioterapêutico. 

Também é comum que os profissionais tenham consultório próprio. Alguns fisioterapeutas trabalham, ainda, com atendimento domiciliar a pacientes que não podem se locomover. Nesse caso, a consulta pode ser por meio de convênios médicos ou de forma particular. 

Por fim, os formados em Fisioterapia podem seguir carreira acadêmica, ministrando aulas de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado, ou desenvolvendo pesquisas.

Profissionais da área apontam que, com a pandemia do Covid-19, que surgiu em março de 2020, o mercado de trabalho para fisioterapeutas cresceu nos Centros de Terapia Intensivas (CITs) ou Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Por causa da realização das primeiras abordagens de trabalho físico e respiratório, a atuação do profissional tornou-se essencial para que o paciente possa ser transferido desses locais de urgência para os leitos comuns.

Formas de atuação

Fisioterapeuta clínico
Realiza atendimentos e tratamentos em hospitais, clínicas, ambulatórios etc;

Fisioterapeuta autônomo
Trabalha em consultório próprio ou atendendo pacientes em domicílio;

Fisioterapeuta especializado
Atua em áreas específicas da carreira, tais como pneumologia, neurologia, traumatologia etc;

Consultor
Planeja, implementa e executa projetos e programas voltados à área de fisioterapia;

Fisioterapeuta do esporte
Avalia, realiza e coordena atividades para recuperação funcional de atletas das mais diversas modalidades;

Professor
Leciona, coordena e dirige cursos de graduação e pós-graduação de Fisioterapia e de outras áreas da saúde;

Pesquisador
Efetua planejamento, investigação e estudos para aprimoramento de atividades da área;

Fisioterapeuta do trabalho
Realiza ações preventivas para evitar incapacidade funcional laborativa bem como desenvolve programas coletivos para os colaboradores, tais como ginástica laboral e Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA);

Analista de qualidade
Avalia a qualidade, a eficácia e os riscos à saúde de aparelhos e equipamentos para voltados à atuação na fisioterapia.

Regulamentação da profissão

Decreto nº 938, de 13 de outubro de 1969.

Salário (remuneração média)

De acordo com o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2), o piso salarial é referente a 30 horas semanais e o valor é estipulado em cada estado brasileiro. No Rio de Janeiro, por exemplo, o salário para fisioterapeuta é de R$3.159.

Assista às nossas videoaulas

Veja também

Unifesp começa a aplicar as provas do Vestibular Misto 2022
Serão utilizadas pela Unifesp as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 e de suas próprias provas para a aprovação dos candidatos no Vestibular Misto 2022. 

Inep divulga gabaritos da Reaplicação do Enem 2021
Quase 100 mil estudantes fizeram as provas nos dias 9 e 16 de janeiro

Vestibular da UERJ exige preparação específica; veja dicas
Em razão da pandemia do coronavírus, processo seletivo alterou o formato para evitar aglomerações

Editais do ProUni e Fies do 1º semestre de 2022 estão disponíveis
O primeiro programa oferece bolsas de estudo em universidades particulares a estudantes que comprovem ter renda familiar entre um ou três salários mínimos. Já o Fies disponibiliza financiamentos em cursos igualmente ministrados em instituições privadas. Também é necessário comprovar renda.

1ª reclassificação do Vestibular 2021/2 de vagas remanescentes da UERJ está disponível
Os convocados devem realizar pré-matrícula e aceite da inscrição em disciplinas da classificação de forma online no período de 24 e 25 de janeiro.

UEMG inscreve para o Vestibular 2022
O processo seletivo havia sido extinto em março de 2019 para usar somente notas do Enem e agora retorna neste ano.

Edital do SiSU 2022/1 é divulgado
Além do cronograma, no Edital também é possível verificar as regas do Sistema.

MEC divulga datas de inscrições do SiSU, ProUni e Fies do 1º semestre de 2022
Programas oferecem vagas em instituições de ensino superiores. Para participar, é necessário ter feito o Enem.

IFSuldeMinas solta resultado do Vestibular 2022/1
O resultado preliminar saiu no dia 10 de janeiro e teve os dias 12 e 13 seguintes para recursos. Este já é o resultado final.

Inscrições para a 3ª etapa do PAS 2020 da UFLA são recebidas
O prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição já foi encerrado e o resultado será disponibilizado no dia 27 de janeiro.

Provas da 2ª fase do Vestibular 2022 da Fuvest encerram com abstenção de 7,9%
O resultado final do Vestibular 2022 da Fuvest é esperado para 11 de fevereiro. Outras duas chamadas regulares estão previstas para os dias 25 de fevereiro e 07 de março. 

Reaplicação Enem 2021: menos de 30% dos inscritos comparecem às provas
Ao todo, 338.419 estudantes se inscreveram para realizar as provas, mas 70% não se apresentaram