Logo Super Vestibular

Ciências do Esporte

O curso prepara profissionais que podem atuar no desenvolvimento de política de esporte em diversas instituições.

Publicado por Rafael Batista
Além da preparação física, o Cientista do Esporte pode se envolver na organização e marketing de grandes eventos.
Além da preparação física, o Cientista do Esporte pode se envolver na organização e marketing de grandes eventos.

Apesar de ter uma atuação próxima ao do profissional de Educação Física, o Cientista do Esporte tem uma função que vai além da preparação física. Ele atua também como gestor de marketing e organizador de eventos esportivos. O graduado em Ciências do Esporte estará apto a atuar de uma forma mais ampla na área esportiva, desenvolvendo uma política de esporte em clubes, associações, condomínios, etc.

O profissional formado em Ciências do Esporte deve entender o esporte enquanto prática corporal, de lazer e qualidade de vida, além de dominar a metodologia e avaliação do treinamento esportivo. Para pleitear espaço no mercado de trabalho, atuando nesta área, é preciso ainda ter uma consciência crítica que una a vida profissional aos contextos social, político e histórico.

O curso

Com duração média de oito períodos, ou seja, quatro anos, a graduação em Ciências do Esporte possui em sua grade conteúdos da área da saúde, como Biologia Celular, Anatomia Humana e Fisiologia, e disciplinas específicas sobre modalidades esportivas, como Handebol, Natação, Futebol e Atletismo. 

Além disso, o projeto pedagógico inclui matérias ligadas a Nutrição, Psicologia e Marketing. Outras matérias como Políticas Públicas, Saúde Coletiva, Esportes Adaptados e Administração e Gestão também compõem o currículo do curso.

A interdisciplinaridade do curso tem como objetivo desenvolver habilidades para que o profissional atue com equipes esportivas, marketing e consultoria. A graduação é estruturada de maneira que o egresso possa, entre outras coisas, atuar de forma integrada e compartilhada na promoção, prevenção e recuperação da saúde no nível individual e coletivo, por meio da prática de esportes.

Mercado

A evolução no mercado do esporte, aliada ao desenvolvimento tecnológico, estão contribuindo para a criação e o aprimoramento de técnicas para otimizar o desempenho de atletas. Na maioria das vezes, esses métodos adotados precisam da avaliação de cientista do esporte, o que tem gerado novas oportunidades na área.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além disso, o envelhecimento da população brasileira e a preocupação com o bem-estar são fatores que aumentam a demanda destes profissionais em centros de esportes das iniciativas públicas, privadas e terceiro setor. Há, ainda, a oferta de vagas nas secretarias de esporte e lazer dos municípios e estados.

Formas de atuação

O egresso do curso de Ciências do Esporte pode atuar em academias e clubes esportivos, desenvolvendo planos de atividades, seja individual ou coletivo. É comum também encontrar este profissional atuando em pesquisas científicas, desenvolvendo métodos para otimização do desempenho de atletas.

Campos de atuação

- Professor em escolinhas de iniciação esportiva;

- Personal Trainer, desenvolvendo métodos de treinamento para atletas;

- Em clubes esportivos, como técnico, preparador físico ou dirigente;

- Em centros de esportes, desenvolvendo e supervisionando programas de exercícios físicos voltados à promoção da saúde;

- Consultoria em empresas de marketing e organização de eventos esportivos;

- Pesquisa científica, com investigações e estudos referentes às variadas temáticas relacionadas ao esporte e à atividade física.

Salário

Um profissional de Ciências do Esporte em início de carreira tem salário médio de R$ 1.500, mas dependendo das atividades que serão exercidas, os ganhos podem ultrapassar os R$ 10 mil.

Opinião de quem entende!

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como profissional de Ciências do Esporte ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Resultado do SiSU 2021/1 é liberado
Inscrições para a lista de espera também começam nesta sexta-feira, 16 de abril.

IFGoiano divulga resultado preliminar do Vestibular 2021/1
Para participar foi inecessário que o estudante já tivesse terminado o ensino médio já que no momento das matrículas, será necessário apresentar o Certificado de Conclusão do Ensino Médio.

UFPR anuncia nova data das provas do Vestibular 2021
Processo seletivo ocorreria no final de março, mas foi adiado por causa do estado de emergência da pandemia do coronavírus

IFMG publica resultado final do Vestibular 2021
Também foi divulgado resultado do Vestibular Complementar 2021, que ofereceu vagas para os campi Ouro Preto, Sabará e Santa Luzia

Minas Gerais: Uniube abre inscrições para Vestibular 2021/2 de Medicina
Processo seletivo oferece 36 vagas. Curso é ministrado em dois campi situados em Uberaba

UFPA solta listão do PS 2021
Foram selecionados 7.018 candidatos que preencherãoas 7.355 vagas oferecidas e distribuídas em 196 opções de cursos ministrados em 19 municípios do Pará.

Pré-vestibular Municipal de Belém recebe inscrições
As aulas terão início no dia 12 de maio, realizadas de forma remota, na modalidade de Educação à Distância (EAD), por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Lista de remanejáveis na 3ª etapa do SSA 2021 da UPE é publicada
A terceira etapa do SSA 2021 da UPE ofereceu 1.730 vagas em 54 cursos de graduação. Do total de chances, 20% são reservadas a candidatos cotistas.

SiSU 2021/1: inscrições terminam nesta quarta-feira (14)
Para disputar uma das 206.609 vagas em 109 instituições de ensino, é necessário ter feito o Enem 2020

Convocações da lista de espera do Fies 2021/1 serão feitas até hoje (14)
A próxima etapa prevista no calendário é que os pré-convocados nessa lista deverão complementar as informações prestadas no momento da inscrição no site do Fies. 

Confira menores notas de corte de mais de 20 cursos do SiSU 2021/1
Essas notas são encontradas em universidades das regiões Nordeste e Centro-Oeste, especialmente na Unemat