Logo Super Vestibular

Produção Cultural

O primeiro curso de Produção Cultural no Brasil surgiu em 1995 no departamento de arte da UFF

Publicado por Letícia Oliveira
Produtor Cultural pode atuar na organização de grandes eventos
Produtor Cultural pode atuar na organização de grandes eventos

O curso de Produção Cultural busca formar profissionais capacitados, capazes de atuar no campo cultural de mareira consciente, entendendo a Cultura como uma construção coletiva. O Produtor Cultural é capaz de organizar e gerenciar eventos, mostras e apresentações em todos os âmbitos culturais, além de estar apto a delimitar investimentos para o setor, seja no segmento público ou privado.

A profissão do Produtor Cultural é antiga e sempre existiu, mas somente em 1995 foi criado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) o primeiro curso de graduação em Produção Cultural, o que foi capaz de trazer para a profissão embasamento crítico e teórico.

Público-alvo
Para atuar na área da Produção Cultural, o profissional precisa, acima de tudo, ser interessado pelo mundo das artes e da produção cultural em geral. Disposição, ousadia e sensibilidade são características essênciais para um bom profissional. É sempre bom lembrar que área de produção cultural é ampla, o que permite o profissional escolher o que melhor se encaixa com o seu perfil. 

O curso
O Curso de Produção Cultural busca formar profissionais capacitados para lidar com todas as etapas que envolvam a produção, a organização e a promoção de eventos culturais. Para isso, a grade curricular é formada por matérias como Empreendedorismo, Historia da Arte, Geografia da Cultura, Ciência e Arte, Comunicação e Marketing, Semiótica e Introdução à Produção Musical.

Duração média
Bacharelado – 8 Semestres.

Mercado de Trabalho
A maior oferta de vagas para o produtor cultural é a Região Sudeste, por conta da maior concentração financeira e de eventos, mas os estados do Nordeste, com vocação turística, empregam muitos profissionais da área, principalmente na alta estação. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outra vertente de trabalho para este profissional é a atuação junto às instituições e fundações culturais das empresas privadas. O marketing social e cultural está em alta e várias organizações mantêm programas de desenvolvimento cultural, absorvendo esses profissionais. 

Formas de Atuação
A área de atuação do Produtor Cultural é ampla. O profissional formado é capacitado para: atuar em setores de marketing cultural, desenvolvendo estratégias de investimento em projetos culturais; na curadoria e organização de eventos, mostras e festivais em diversos campos artísticos; contribuindo para a preservação e revitalização do patrimônio cultural; exercer a gerência em instituições públicas e privadas, atuando em centros culturais, galerias de arte, museus, bibliotecas, cinemas e teatros. 

Campos de Atuação
Campo Privado: Produtoras de áudio ou de vídeo; empresas que organizam festivais, mostras e shows.
Serviço Público: Secretarias de cultura, municipais e estatuais ou fundações. 

Regulamentação da profissão
A resolução normativa CRA 374 do Conselho Federal de Administração, em sua alínea "r", cria o registro profissional do produtor cultural, regulamentando assim a profissão.

Remuneração média
R$ 1.800

Exigências para exercício da profissão
Diploma de Nível Superior – Bacharelado em Produção Cultural
Formação de Nível Superior  - Tecnológico em Produção Cultural
Formação em cursos livres ou sequenciais.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como Obstetriz ou estudante da área. Entre em contato conosco pelo e-mail contato@supervestibular.com.

Veja também

Inep informa datas das provas do Enem 2020
Notas do exame educacional podem ser usadas para ingressar em cursos superiores

Faculdade Albert Einstein adia provas do Vestibular 2020/2 de Enfermagem
Contudo, as inscrições seguem aberta e serão encerradas em até 15 dias anteriores à nova data das provas, ainda a ser divulgada.

Acafe (SC) solta resultado do Vestibular de Inverno 2020
O processo seletivo desta edição não foi presencial por causa da pandemia do coronavírus. Os candidatos somente foram avaliados pela internet.

Coronavírus: UFT cancela Vestibular 2020/2
Apesar do cancelamento do Vestibular 2020/2, a UFT está com inscrições abertas para o preenchimento de vagas por meio do SiSU, até a próxima sexta-feira, dia 10.

São Paulo: inscrições para Vestibular 2020/2 das Fatecs começam hoje (8)
Por causa da pandemia do coronavírus, candidatos serão avaliados por análise de notas do histórico escolar

MEC abre prazo para consulta de bolsas do ProUni 2020/2
Para participar do programa, é necessário ter feito o Enem 2019. Inscrições começam dia 14 de julho.

Unicamp encerra prazo para pedir isenção de taxa do Vestibular 2021
Conforme cronograma, lista com nomes dos contemplados com a isenção da taxa será divulgada no dia 27 de julho

Unemat não fará Vestibular 2020/2 e selecionará via Enem
A Unemat utilizará as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) das edições de 2017, 2018 e 2019 ao invés do seu tradicional vestibular.

Estão abertas as inscrições do Vestibulinho 2020/2 das Etecs
Interessados em participar podem se inscrever até o dia 21 de julho e a forma de seleção será por meio de análise do histórico escolar.

Inscrições para SiSU 2020/2 já podem ser feitas
Nesta edição, são oferecidas 51.800 vagas em 57 instituições públicas de ensino superior

Saiba como são realizados vestibulares na pandemia do coronavírus
Enquanto algumas instituições resolveram usar notas do Enem, outras criaram vestibulares pela internet

UniRV de Goianésia libera resultado do Vestibular 2020/2 de Medicina
Selecionados para as 60 vagas devem fazer registro acadêmico de amanhã (7) até a próxima quinta-feira, 9 de julho