Logo Super Vestibular

Tecnologia em Laticínios

O tecnólogo em laticínios trabalha na utilização de métodos e tecnologias para a industrialização do leite e de seus derivados.

Publicado por Letícia Oliveira
Dinamismo e criatividade são características importantes para quem deseja ser um profissional da área.
Dinamismo e criatividade são características importantes para quem deseja ser um profissional da área.

O Brasil é hoje um dos maiores produtores de leite do mundo. Somente em 2013 a produção leiteira foi de 35 bilhões de litros. E esse número só tende a crescer, pois, segundo o levantamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o consumo per capita anual do brasileiro é de 172,6 litros por habitante, enquanto o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMC) é de 200 litros.

Com toda essa demanda, nada mais lógico do que ter um profissional para acompanhar e administrar toda essa produção. O Tecnólogo em Laticínios é formado para atender todas as necessidades na área de produção leiteira. Além de tecnológico, o curso é oferecido também como bacharelado em Ciência e Tecnologia de Laticínios, desde 1998, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). 
 
Público-alvo
Criatividade, comunicação e dinamismo são características importantes para quem deseja ingressar nesse curso. O profissional precisa também ter boa capacidade para lidar com números e gostar de trabalhar em equipe, além de ter habilidade para trabalhar com máquinas e equipamentos.

O curso
O curso tem duração média de três anos. Nesse período, o aluno é preparado para lidar com atividades técnicas aplicadas à longa cadeia produtiva de leite e seus derivados. Para isso, o estudante é condicionado a matérias básicas como Física e Química, além de específicas como Química de Laticínios, Análise de Alimentos, Processamento de Leite de Consumo, Microbiologia de Leite e Derivados e Desenvolvimento de Novos Produtos. Há também carga horária de, no mínimo, 99 horas, que devem ser cumpridas por disciplinas optativas. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mercado de Trabalho
Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Brasil está em 5º lugar entre os principais produtores de leite do mundo. Mesmo com um amplo mercado, ainda há carência de profissionais nessa área, o que permite que o graduado seja inserido com facilidade no mercado de trabalho. As melhores oportunidades concentram-se em Minas Gerais, por ser o estado com maior produção de leite do país. 

Formas de Atuação
O profissional graduado em Tecnologia de Laticínios pode atuar em fazendas de produção leiteira, cooperativas e na gestão de controle de qualidade em fábricas de laticínios, além de estar apto para desempenhar atividades como inspeção governamental, gerenciamento e administração de indústrias do ramo. O tecnólogo pode também trabalhar como autônomo, prestando consultorias para empresários da área de laticínios. 

Campos de Atuação

Controle de Qualidade: Acompanhar todo o processo de produção desde a matéria-prima até o produto final. 

Desenvolvimento de Produtos: Desenvolver novos produtos e aplicar novas fórmulas em produtos já existentes; elaborar projetos de redução de custos e maximização da margem de lucro; e desenvolver pesquisas na área de conservação e diminuição de conservantes nos produtos derivados do leite;

Planejamento de Produção: Gerenciar a logística de produção e estocagem de produtos, bem como desenvolver e gerenciar a utilização e as técnicas de maquinário.

Remuneração média
R$ 3.060,00 por seis horas diárias

Exigências para exercício da profissão
Diploma de conclusão do curso Superior de Tecnologia de Laticínios.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como Tecnólogo em Laticínios ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

UFPE abre inscrições para Vestibular EaD 2020/2
Processo seletivo oferece 700 vagas em cursos de Letras, Geografia, Matemática e Ciências Contábeis

IFSP anuncia resultado final do Vestibular 2021/1 dos cursos superiores
Aprovados para as mais de 2,4 mil vagas terão que efetuar matrícula pela internet, entre os dias 4 e 8 de março.

Unifei comunica adiamento do Vestibular 2021 por agravamento da pandemia
Provas deverão ser aplicadas somente em abril ou maio, e estudantes serão avisados com antecedência de duas semanas.

SiSU 2021/1: UFFS vai oferecer mais de 2 mil vagas
Cursos da UFFS estão localizados em Chapecó (SC), Laranjeiras do Sul (PR), Realeza (PR), Cerro Largo (RS), Erechim (RS) e Passo Fundo (RS).

UFRGS anuncia vagas que serão oferecidas no SiSU 2021/1
Instituição gaúcha disponibilizará quase 1,7 mil vagas em 93 opções de cursos de graduação

Emescam (ES) dá início ao prazo de inscrições do Vestibular 2021/1 de Medicina
O prazo segue aberto até as 17h de 19 de abril e a taxa é de R$ 750 para candidatos e R$ 375 para treineiros.

Enem 2020: gabaritos das provas de reaplicação e PPL são disponibilizados
As provas foram aplicadas nos dias 23 e 24 de fevereiro. Não há a possibilidade de recursos.

Paraná: UEL suspende provas do Vestibular 2021 por causa do coronavírus
Processo seletivo ocorreria no dia 14 de março. Adiamento é por causa de estado de emergência da pandemia do coronavírus.

Unespar adia prova de redação do Vestibular 2021
Estudantes que escolheram fazer o texto fariam os testes entre os dias 7 e 10 de março

UEMS publica resultado do Vestibular 2021
Processo seletivo ocorreu no dia 6 de fevereiro em 17 cidades do Mato Grosso do Sul

UnB suspende provas da 3ª etapa do PAS 2020
Candidatos fariam provas no próximo domingo, 7 de março, em Brasília, Taguatinga e Gama

UFMG abre inscrições para Vestibular 2021 de Habilidades Específicas
Processo seletivo é específico para cursos que exigem aptidão, tais como Música e Artes Visuais