Logo Super Vestibular

Tecnologia em Agroindústria

Mercado de trabalho é amplo no Brasil, especialmente na área de agroindústria de alimentos

Publicado por Silvia Tancredi
Novas tecnologias ajudam a ampliar o mercado de agroindústria
Novas tecnologias ajudam a ampliar o mercado de agroindústria

O curso de Tecnologia em Agroindústria é voltado para estudantes que têm interesse ou já têm contato com a agricultura familiar. A carreira vai ensiná-lo a administrar, desenvolver e aprimorar conhecimentos para alavancar um negócio já existente ou ao qual pretende dar início.

O campo da agroindústria envolve todas as atividades relacionadas à transformação de matérias-primas agropecuárias provenientes da agricultura, pecuária, aquicultura e silvicultura, que dependem de máquinas e equipamentos industriais.

Quem opta pelo curso vai aprender todas as etapas do processo de produção agroindustrial, entre as quais planejamento, execução, obtenção, processamento e comercialização de diversas matérias-primas de origem animal ou vegetal. Para isso, o estudante vai conhecer novas tecnologias e, futuramente, implantar aquelas que forem mais adequadas aos seus produtos.

A área alimentícia é o destaque no mercado de trabalho de agroindústria. Mas o tecnólogo pode atuar em indústrias, cooperativas, laboratórios, fazendo pesquisas e consultorias, entre outros. Ele pode, ainda, ser gestor do seu próprio negócio.

Público-alvo

Como já mencionado, o candidato geralmente escolhe estudar tecnologia em agroindústria pensando em ampliar as oportunidades do negócio familiar. Para isso, é interessante que o estudante goste de trabalhar no campo, seja organizado, responsável, analítico, defensor do meio-ambiente, bom em cálculos e que, especialmente, tenha visão estratégica e gerencial.

O curso

Os alunos do curso de Tecnologia em Agroindústria têm aulas durante três anos, inclusive de estágio supervisionado. A graduação costuma ser oferecida em universidades estaduais e, principalmente, em institutos federais de educação, ciência e tecnologia, os chamados IFs. 

Nos primeiros semestres, o estudante assiste aulas mais teóricas, como de Português, Matemática, Física, Química, Bioquímica, Filosofia e Ética, Políticas Públicas e Desenvolvimento Rural, Fundamentos da Produção, Contabilidade e Informática.

A partir do terceiro semestre, o estudante de Tecnologia em Agronegócio passa a ter aulas mais práticas e voltadas diretamente ao curso. Entre as disciplinas específicas do curso estão: 

•    Estudo dos Impactos Ambientais;
•    Bioquímica dos Alimentos;
•    Processamento de Frutas;
•    Tecnologia de Hortaliças;
•    Processamento de Carnes e Pescados;
•    Processamento de Leite;
•    Tecnologia de Bebidas;
•    Processamento de Cereais;
•    Tubérculos, Raízes e Derivados;
•    Higiene e Segurança do Trabalho;
•    Planejamento, Desenvolvimento e Instalação de Projetos Agroindustriais;
•    Empreendedorismo;
•    Marketing Agroindustrial;
•    Novos Produtos Agroindustriais;
•    Aditivos e Toxicologia;
•    Embalagens para Alimentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Duração média

Três anos ou seis semestres.

Mercado de trabalho

Assim como outros cursos de tecnologia, o de Agroindústria permite que o estudante ingresse mais rapidamente ao mercado de trabalho e com uma formação mais técnica.

A oferta de empregos na área é ampla, especialmente em indústrias de produtos de origem animal e vegetal. O profissional também pode atuar em outras empresas como laboratórios físico-químicos, microbiológicos e unidades de elaboração e comercialização de produtos agroindustriais.

O mercado de trabalho em agroindústria de alimentos destaca-se para os graduados em Agroindústrias. Conforme dados da Associação Brasileira de Indústrias e Alimentos (ABIA), esse mercado é o maior do país e o segundo do mundo, gerando mais de 1,6 milhões de empregos, formais e informais, e segue crescendo. 

O Brasil está nas primeiras posições na exportação de alimentos industrializados em volume, como suco de laranja, carne bovina, suína e de aves, óleo de soja e açúcar. Nosso principal mercado é a Ásia, sobretudo a China.

Formas de atuação

O profissional pode trabalhar em indústrias de produtos de origem animal e vegetal em todas as etapas, desde o desenvolvimento da matéria-prima até o produto final para distribuição e comercialização. Também pode atuar na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e inovações tecnológicas para a área.

Outras formas de atuação do profissional em agroindústria são no controle de qualidade e na segurança dos produtos, no desenvolvimento de gestão e produção sustentável, estudos e pesquisas na diminuição de impactos ambientais, entre outras. 

Remuneração média

De acordo com a agência de empregos Catho, um tecnólogo em Agroindústria tem salário médio inicial de R$ 1.900. Um gerente ou supervisor agrícola ganha cerca de R$ 4 mil (média nacional). 

Exigências para o exercício da profissão

Possuir diploma de tecnólogo em agroindústria.

Veja também

UFPE abre inscrições para Vestibular EaD 2020/2
Processo seletivo oferece 700 vagas em cursos de Letras, Geografia, Matemática e Ciências Contábeis

IFSP anuncia resultado final do Vestibular 2021/1 dos cursos superiores
Aprovados para as mais de 2,4 mil vagas terão que efetuar matrícula pela internet, entre os dias 4 e 8 de março.

Unifei comunica adiamento do Vestibular 2021 por agravamento da pandemia
Provas deverão ser aplicadas somente em abril ou maio, e estudantes serão avisados com antecedência de duas semanas.

SiSU 2021/1: UFFS vai oferecer mais de 2 mil vagas
Cursos da UFFS estão localizados em Chapecó (SC), Laranjeiras do Sul (PR), Realeza (PR), Cerro Largo (RS), Erechim (RS) e Passo Fundo (RS).

UFRGS anuncia vagas que serão oferecidas no SiSU 2021/1
Instituição gaúcha disponibilizará quase 1,7 mil vagas em 93 opções de cursos de graduação

Emescam (ES) dá início ao prazo de inscrições do Vestibular 2021/1 de Medicina
O prazo segue aberto até as 17h de 19 de abril e a taxa é de R$ 750 para candidatos e R$ 375 para treineiros.

Enem 2020: gabaritos das provas de reaplicação e PPL são disponibilizados
As provas foram aplicadas nos dias 23 e 24 de fevereiro. Não há a possibilidade de recursos.

Paraná: UEL suspende provas do Vestibular 2021 por causa do coronavírus
Processo seletivo ocorreria no dia 14 de março. Adiamento é por causa de estado de emergência da pandemia do coronavírus.

Unespar adia prova de redação do Vestibular 2021
Estudantes que escolheram fazer o texto fariam os testes entre os dias 7 e 10 de março

UEMS publica resultado do Vestibular 2021
Processo seletivo ocorreu no dia 6 de fevereiro em 17 cidades do Mato Grosso do Sul

UnB suspende provas da 3ª etapa do PAS 2020
Candidatos fariam provas no próximo domingo, 7 de março, em Brasília, Taguatinga e Gama

UFMG abre inscrições para Vestibular 2021 de Habilidades Específicas
Processo seletivo é específico para cursos que exigem aptidão, tais como Música e Artes Visuais