Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Fraudes no Enem 2014 em MG e MT são confirmadas pelo Ministério Público

Fraudes no Enem 2014 em MG e MT são confirmadas pelo Ministério Público

Inep informou que ainda não foi comunicado pela Polícia Civil-MG sobre conteúdo das investigações

Publicado por Érica Caetano
27/11/2014 08h15 , atualizado em 27/11/2014 08h41

O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) juntamente com a Polícia Civil deste estado, confirmaram nesta quarta-feira, 26 de novembro, que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 foi fraudado. De acordo com o delegado da Polícia Civil Antônio Prado, a quadrilha conseguiu os cadernos de questão antes da aplicação das provas, em Mato Grosso e em Minas.

Segundo as investigações, entre 15 e 20 candidatos tiveram acesso às respostas. O delegado afirmou ainda que a polícia tem os registros das comunicações feitas entre os envolvidos na fraude. As investigações, que começaram em abril, apontam indícios de um esquema lucrativo que há anos pode estar fraudando vestibulares e o Enem.

A polícia considera o grupo uma das principais organizações criminosas especializadas em fraudar vestibulares no país. No último domingo, dia 23, foram presas 11 pessoas em flagrante. Elas estavam repassando o gabarito das provas, através de ponto eletrônico a 22 candidatos que prestavam vestibular para a Faculdade de Ciências Médicas, em Belo Horizonte. Outra pessoa acusada de integrar o grupo também foi presa na terça-feira, dia 25. Esses 12 integrantes continuam presos, por medida preventiva.

De acordo com os representantes do MP-MG e da Polícia Civil, somente nos últimos meses, quatro vestibulares de medicina, a maioria deles no estado de São Paulo, além do Enem, foram fraudados. A organização ainda pretendia atuar em mais outros cinco certames até janeiro de 2015.

Leia também: Quadrilha é presa no Nordeste por fraudar provas do Enem 2014

Leia também: Estudante do PI diz ter recebido tema da redação antes das provas do Enem 2014

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O grupo contava com “pilotos”, pessoas com alta capacidade intelectual, que faziam parte das provas rapidamente, e já saíam com os resultados das questões e, com o apoio de colaboradores e sob a coordenação de dois líderes, repassavam o gabarito para os candidatos, compradores das vagas, por meio de transmissão eletrônica, com a utilização de equipamentos de última geração, alguns deles importados da China.

As vagas para os vestibulares custavam entre R$ 50 mil e R$ 70 mil, e a maior parte do valor somente era depositada para o grupo criminoso após confirmada a aprovação do candidato. Pais dos candidatos suspeitos de comprar vagas também poderão ser investigados. Eles poderão ser indiciados e denunciados por fraude em certame de interesse público.

Validade dos certames

O Ministério Público informou que os vestibulares e exames fraudados poderão ser anulados caso não seja possível identificar todas as pessoas que foram favorecidas. A medida poderá ser tomada tanto via administrativa, caso o ente responsável pelo certame considere apropriado, quanto por meio judicial, se o Ministério Público comprovar o dano à coletividade.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, por meio de nota, que não foi comunicado, sequer contatado, pela Polícia Civil de Minas Gerais sobre o conteúdo das investigações e que qualquer pessoa que tenha utilizado métodos ilícitos para obter vantagens no Enem será sumariamente eliminado do exame, sem prejuízo a outras sanções legais.

*com informações da Agência Brasil

Veja também

Resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2021 da UERJ é divulgado
As solicitações foram recebidas no mês de março, quando o calendário da seletiva ainda não havia sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ITA prorroga inscrições para Vestibular 2021
Primeira fase está marcada para dia 20 de novembro e segunda, para dias 8 e 9 de dezembro

Famerp (SP) dá início ao prazo de inscrições do Vestibular 2021
Os interessados podem se inscrever até o dia 23 de novembro e a taxa custa R$ 165.  Oferta é de 160 vagas.

Após suspensão, Uece divulga novas datas para matrícula do Vestibular 2020/1
Cronograma do processo seletivo estava suspenso desde março. Matrículas serão feitas pela internet, ainda em setembro.

UFJF anuncia datas das provas do Pism 2021
Provas serão aplicadas em fevereiro e março, e universidade implantará medidas de prevenção ao coronavírus.

Unifesp altera data das inscrições do Vestibular Misto 2021
Inscrições poderão ser feitas agora de 13 de outubro a 4 de dezembro. Edital sairá dia 9 de outubro.

Unifesspa está com inscrições abertas para Vestibular 2020
Processo Seletivo Especial oferece 315 vagas em cursos ministrados em sete cidades paraenses

IFG recebe inscrições para Vestibular 2020/2 via Enem
Processo seletivo oferece 465 vagas em 13 cursos de graduação ministrados em Goiânia e outras quatro cidades do interior

Abertas inscrições para bolsas remanescentes do ProUni 2020/2
Interessados nas 90 mil vagas devem fazer cadastro até dia 30 de setembro. É obrigatório ter feito o Enem a partir de 2010.

UEL abre inscrições para Vestibular 2021
Concorrentes às mais de 2,5 mil vagas farão provas somente no ano que vem, no dia 14 de março

Unipar está com inscrições abertas para Vestibular 2021 de Medicina
Instituição paranaense oferece 110 vagas. Curso é ministrado no campus situado na cidade de Umuarama.

Abertas inscrições para Vestibular 2021 de Medicina e Odontologia da SL Mandic (SP)
Interessados nas 310 vagas farão provas on-line em 25 de outubro. Previsão é que lista de aprovados saia no dia 30 seguinte.