Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Enem 2019: inscrições abrem na segunda-feira (6)

Enem 2019: inscrições abrem na segunda-feira (6)

Prazo começa às 10h de do dia 6 de maio e vai até o dia 17 de maio. Taxa será de R$ 85.

Publicado por Érica Caetano
04/05/2019 10h00

Ansioso para fazer sua inscrição no Enem 2019? Relaxe, pois a partir desta segunda-feira, 06 de maio, elas terão início e você já poderá garantir a sua participação na prova mais esperada do ano.

Saiba mais sobre o Enem 2019!

Segundo o Inep, as inscrições serão abertas às 10h, no site do Enem, na Página do Participante. Os interessados em participar do Enem 2019 terão até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 17 de maio para se inscrever. Vale lembrar que o prazo de inscrições não costuma ser prorrogado. 

Outros detalhes sobre o Enem 2019, como as regras do Exame, com o que é permitido e proibido, bem como o conteúdo programático, explicando o que é cobrado nas provas,  podem ser vistos no Edital, que já está disponível. 

Quais documentos são necessários?

Como nas últimas edições, os participantes só podem se inscrever utilizando CPF e identidade próprios, já que cada cadastro é único no banco de dados. Também é preciso ter um endereço de e-mail atualizado e um número de telefone celular para contato via SMS.

Na ficha de inscrição, é necessário preencher com as informações pessoais, endereço, necessidade de atendimento especial, dados de escolaridade e socioeconômicos, local de prova e opção língua estrangeira (se inglês ou espanhol).

Veja como se inscrever no Enem 2019!

Ao realizar o preenchimento desses dados, o candidato precisa prestar muita atenção, já que algumas informações não podem ser alteradas depois, como por exemplo, a escolha do local de prova.

Taxa de inscrição

A taxa de inscrição do Enem 2019 custa esse ano R$ 85 e poderá ser paga até o dia 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas, internet banking ou agência dos Correios. 

Ao término do cadastro de inscrição, deverá ser gerado um boleto ao participante, exceto para aqueles isentos da taxa. Só serão confirmadas as inscrições dos estudantes isentos ou que pagarem a taxa no prazo previsto.

Assim como na edição do ano passado, o Inep abriu prazo para pedidos de isenção antes do período de inscrições. Os mesmos foram recebidos entre os dias 1o e 10 de abril. O resultado saiu no último dia 17

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Provas

As provas do Enem 2019 estão agendadas para os dias 03 e 10 de novembro, dois domingos seguidos. No total, serão aplicadas 180 questões objetivas, 90 em cada domingo, além da prova de redação.

Saiba como é a prova do Enem!

No primeiro dia de provas (03 de novembro), das 13h30 às 19h, os estudantes deverão produzir uma redação dissertativa-argumentativa e responder 90 questões objetivas de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas.

No segundo dia de provas (10 de novembro), terá 5 horas. Isso significa que elas começarão a ser aplicadas às 13h30 e terminarão às 18h30. Os inscritos deverão responder 90 itens de Ciências da Natureza e Matemática.

O gabarito oficial do Enem 2019 deve sair no dia 13 de novembro. O resultado final, com o desempenho dos participantes, em janeiro de 2020.

O que fazer com as notas do Enem?

Utilizando as notas do Enem 2019 é possível que os estudantes ingressem em instituições públicas através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), concorrer a bolsas de estudos integrais ou parciais em instituições de ensino privadas, por meio do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e financiar as mensalidades com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

Além dos programas do governo para ingresso em universidades públicas, financiamento estudantil e concessão de bolsas de estudos, as notas do Enem 2019 podem ser utilizadas por faculdades (públicas e particulares) em vestibulares específicos.

Estude com o Super Vestibular!

Antes mesmo das inscrições do Enem 2019 serem abertas, você já pode ir se preparando com a ajuda do Super Vestibular. Disponibilizamos as provas e gabaritos de edições anteriores com correções comentadas, simulado, dicas e dúvidas.

Veja também

Fies 2021/2: convocações da lista de espera iniciam nesta quarta-feira (4)
Chamadas dos candidatos que foram pré-selecionados será feita no portal do Fies

IFPE libera resultado do Vestibular 2021/2
Processo seletivo foi pelas notas do Enem ou pelo histórico escolar do 1º e 2º ano

Resultado do Fies 2021/2 já está disponível
No momento do cadastro, o candidato teve a opção de escolher até três opções de cursos de graduação, turnos e instituições de ensino.

Vestibular 2022 da UERJ terá prova única em fevereiro
Processo seletivo contará novamente com questões objetivas de todas as disciplinas e uma prova de Redação

Resultado da 3ª etapa do Pave 2020 da UFPel está disponível
Anteriormente, as provas estavam previstas para 13 de junho, mas foram alteradas para 04 de julho devido a pandemia de Covid-19. 

Preparatório Solidário do Enem (GO) está com inscrições abertas
O projeto é realizado pela UNIALFA e tem por objetivo, contribuir com a capacitação de alunos da rede pública de ensino para as provas do Enem.

Manual do Candidato do Vestibular 2022 da Fuvest é disponibilizado
No documento, é possível verificar os detalhes sobre inscrições, provas da 1ª e 2ª fases, além de matrículas e outras informações.

2ª chamada do ProUni 2021/2 já pode ser acessada
Agora, os selecionados deverão comprovar as informações prestadas durante a inscrição. A documentação deverá ser apresentada até o dia 11 de agosto.

Estão abertas as inscrições para o SiSU 2021 do 2º semestre
Nesta edição, oferta é de 62.365 vagas em 70 instituições públicas de educação superior

UPE publica resultado dos pedidos de isenção de taxa do SSA 2022
Instituição receberá recursos de amanhã (3) até a próxima quinta-feira, 5 de agosto

Unemat está com inscrições abertas para Vestibular 2021/2 via Enem
Processo seletivo oferece 2.570 vagas em 62 carreiras ministradas em Cuiabá e outras cidades do interior

UFRGS recebe pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2021/2
Para participar, é necessário possuir renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio e ter estudado na rede pública