Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Enem
  3. Dicas para o Enem
  4. Atendimento especializado no Enem

Atendimento especializado no Enem

Pessoas com cegueira, surdos, gestantes, idosos e mais têm direito a ajuda na hora das provas

Publicado por Silvia Tancredi
Interpretação de linguagem de sinais é um dos recursos do atendimento especializado no Enem
Interpretação de linguagem de sinais é um dos recursos do atendimento especializado no Enem

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), garante atendimento especializado a alguns participantes nos dias de aplicação das provas. 

A solicitação de atendimento pode ser feita por pessoas que possuem baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, autismo, gestante, lactante, idoso, estudante em classe hospitalar e/ou pessoa com outra condição específica. 

Mas, como funciona o atendimento especializado no Enem? São recursos de acessibilidade para tornar mais adequado o espaço e/ou momento de realização da prova. Sala de fácil acesso, horário adicional, aparelhos auditivos, intérpretes de sinais, tratamento pelo nome social e acompanhantes são alguns exemplos. 

Como pedir atendimento especializado no Enem?

O atendimento especializado no Enem deve ser solicitado pelo estudante no momento da inscrição. Apenas o tratamento pelo nome social, opção voltada para travestis e transexuais, deve ser solicitado em um prazo específico, depois do encerramento das inscrições.

O resultado dos pedidos é liberado cerca de 15 dias depois. Quem não foi contemplado pode entrar com recurso, durante quatro dias. 

Leia também: como faço minha inscrição no Enem?

Esse tipo de atendimento é um direito dos participantes e está descrito no edital do Enem. Mas, em algumas situações, a pessoa precisa anexar documentos que comprovem a sua condição e por que precisam do atendimento especializado. Os comprovantes devem ser apresentados no momento da inscrição no Enem.

Alguns exemplos de documentos exigidos são certidão de nascimento, laudos médicos e diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10).

Quais os tipos de atendimento especializado?

Veja, a seguir, os casos de atendimento especializado no Enem mais comuns e quais recursos de acessibilidade a organização do exame oferece:

Gestantes e idosos

Em ambas as situações, os inscritos contam com sala de fácil acesso e apoio para pernas e pés. 

Lactantes

Mulheres lactantes têm direito a tempo adicional de 60 minutos para ficar com o bebê. No restante do tempo, ele deve ficar com um acompanhante. 

As lactantes precisam apresentar certidão de nascimento do bebê ou laudo que comprove a gestação com o nascimento do filho próximo à data da aplicação da prova.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cegueira

O atendimento especializado no Enem para pessoas com cegueira contempla prova em braile, ledor, transcritor, acompanhamento do cão-guia e sala de fácil acesso. 

Pessoas com cegueira também podem usar materiais próprios, tais como máquina Perkins, punção, reglete, assinador, tábuas de apoio, sorobã e cubaritmo – instrumentos que auxiliam na escrita e em cálculos para pessoas cegas. 

Surdocegueira

O participante surdocego tem a disposição três guias-intérpretes, prova em braile, transcritor e sala de fácil acesso.

Baixa visão ou visão monocular 

Esses estudantes têm acesso à ledor, transcritor, prova com letras e figuras ampliadas e sala de fácil acesso. É disponibilizado também um programa que possibilita a leitura de textos na tela do computador, por meio de voz sintetizada, que descreve tudo o que aparece no monitor.

Pessoas com problema de visão ainda podem usar alguns materiais próprios, como caneta de ponta grossa, tiposcópio, óculos especiais, lupa, telelupa e luminária. 

Deficiência auditiva e surdez

Pessoas com deficiência auditiva ou surdez possuem tempo adicional de 120 minutos por dia de prova, tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), leitura labial e videoprova em Libras. 

Autismo, discalculia, deficit de atenção e dislexia

Alguns recursos para pessoas com essas condições são ledor, transcritor e tempo adicional de 60 minutos por dia de prova.

Deficiência intelectual

Estudantes com deficiência intelectual têm à disposição ledor, transcritor e sala de fácil acesso.

Deficiência física

Pessoas com deficiência física tem como atendimento especializado no Enem transcritor, sala de fácil acesso e mobiliário adaptado (mesa e cadeira sem braços e mesa para cadeira de rodas).

Estudante em situação de classe hospitalar

Participantes internados e que tenham informado essa condição no momento da inscrição no Enem poderão fazer as provas no hospital desde que exista disponibilidade de instalações adequadas para aplicação do exame.

Travesti/transexual

Participantes travestis e transexuais têm a opção de receber tratamento pelo nome social. Os cadernos de provas são personalizados com o nome social e o participante pode escolher qual banheiro usar (masculino ou feminino).

Acidentes ou imprevistos

Caso o inscrito no Enem tenham algum problema, como acidentes ou imprevistos, depois do prazo de inscrições, ele precisa entrar em contato com a organização do exame por meio do telefone 0800 616161, em até dez dias antes da aplicação do exame.

Veja também

Resultado do SiSU 2021/1 é liberado
Inscrições para a lista de espera também começam nesta sexta-feira, 16 de abril.

IFGoiano divulga resultado preliminar do Vestibular 2021/1
Para participar foi inecessário que o estudante já tivesse terminado o ensino médio já que no momento das matrículas, será necessário apresentar o Certificado de Conclusão do Ensino Médio.

UFPR anuncia nova data das provas do Vestibular 2021
Processo seletivo ocorreria no final de março, mas foi adiado por causa do estado de emergência da pandemia do coronavírus

IFMG publica resultado final do Vestibular 2021
Também foi divulgado resultado do Vestibular Complementar 2021, que ofereceu vagas para os campi Ouro Preto, Sabará e Santa Luzia

Minas Gerais: Uniube abre inscrições para Vestibular 2021/2 de Medicina
Processo seletivo oferece 36 vagas. Curso é ministrado em dois campi situados em Uberaba

UFPA solta listão do PS 2021
Foram selecionados 7.018 candidatos que preencherãoas 7.355 vagas oferecidas e distribuídas em 196 opções de cursos ministrados em 19 municípios do Pará.

Pré-vestibular Municipal de Belém recebe inscrições
As aulas terão início no dia 12 de maio, realizadas de forma remota, na modalidade de Educação à Distância (EAD), por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Lista de remanejáveis na 3ª etapa do SSA 2021 da UPE é publicada
A terceira etapa do SSA 2021 da UPE ofereceu 1.730 vagas em 54 cursos de graduação. Do total de chances, 20% são reservadas a candidatos cotistas.

SiSU 2021/1: inscrições terminam nesta quarta-feira (14)
Para disputar uma das 206.609 vagas em 109 instituições de ensino, é necessário ter feito o Enem 2020

Convocações da lista de espera do Fies 2021/1 serão feitas até hoje (14)
A próxima etapa prevista no calendário é que os pré-convocados nessa lista deverão complementar as informações prestadas no momento da inscrição no site do Fies. 

Confira menores notas de corte de mais de 20 cursos do SiSU 2021/1
Essas notas são encontradas em universidades das regiões Nordeste e Centro-Oeste, especialmente na Unemat