Logo Super Vestibular

Comentário Redação - Enem 2015

Publicado por Oficina do Estudante

O tema de Redação do ENEM 2015, provavelmente, foi muito bem recebido pela maioria dos candidatos, por se tratar de um assunto, lamentavelmente, do qual muito se ouve falar, por se tratar de um assunto, infelizmente, muito presente na vida das brasileiras: a violência, as violências sofridas, de todos os tipos, de todos os níveis, em todas as esferas sociais, em todos os lugares do país.

Do recorte “A PERSISTÊNCIA DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA SOCIEDADE BRASILEIRA”, a aluna e o aluno podiam depreender o seguinte questionamento “por que motivos AINDA há violência contra a mulher
no Brasil?”. O termo “ainda”, equivalente semântico de “persistência”, seria importante para as reflexões feitas acerca do assunto, seria balizador de muitos possíveis argumentos que poderiam ser desenvolvidos na dissertação.

Antes mesmo de começar a leitura da coletânea da prova, os candidatos poderiam ter acionado uma ampla “coletânea da realidade” e teriam, assim, volitivas justificativas para a violência sofrida pela mulher brasileira, como, por exemplo, a diferença entre a teoria e a prática: há lei que protege a mulher, mas, na prática, isso não evita a violência sofrida. Outras justificativas poderiam ser a cultura machista vigente no país ou ainda a delegação da culpa da violência sofrida na própria vítima, na mulher.

Três dos quatro textos-bases da avaliação redacional ofereciam vários números que poderiam ajudar a embasar o trabalho argumentativo, necessário, claro, em uma boa dissertação. Nesse aspecto, o candidato pode ter sentido, ao mesmo tempo, facilidade e dificuldade: facilidade por serem os trechos, nitidamente, sinônimos de várias possibilidades argumentativas e dificuldade por terem que analisar, efetivamente, o que esses números, porcentagens, dados representam; a aluna e o aluno teriam que desenvolver o que esses números explicam, como eles delineiam o cenário da violência sofrida pela mulher no Brasil e não, apenas e superficialmente, utilizá-los. Ou seja, a coletânea da avaliação redacional do ENEM deste ano exigiu uma reflexão em cima de números; quantidade de casos de violência, percentagens de crimes contra a mulher teriam que ser disparadores de relações argumentativas, explicativas, elucidativas: dos números, muitas e muitas e muitas palavras deveriam surgir.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Texto III da coletânea, o único formado exclusivamente por palavras, lembrava aos alunos da existência de campanhas (“Feminicídio basta”) engendradas por organizações sociais, o que poderia ajudar a candidata e o candidato na elaboração da proposta de intervenção social, por exemplo. Inclusive, a lei do feminicídio foi assinada pela presidenta no primeiro semestre deste ano, um ano antes do aniversário de uma década da “Lei Maria da Penha”; conhecimentos que também poderiam acrescentar às reflexões feitas.

Um tema brasileiro de extrema relevância, de urgentes soluções efetivas e eficazes no país; um assunto que interessa, obviamente, não apenas às mulheres, mas a todos os que prezam por uma sociedade de igualdade de gêneros, por uma sociedade de justiça e, portanto, por um Brasil mais digno.

Veja também

Inscrições do Vestibular 2020/2 da URCA (CE) são finalizadas
Pedidos de isenção da taxa de inscrição do processo seletivo foram recebidos de candidatos que se encaixavam em nove categorias. No total, 2.955 estudantes tiveram o pedido aceito e conseguiram isenção integral ou parcial de 50% e 25%.

Unit publica resultado dos Vestibulares 2020/2 de Alagoas e Sergipe
Aprovados já devem garantir a vaga na próxima semana, fazendo matrículas entre os dias 4 e 10 de julho

UPF (RS) solta resultado do Vestibular de Inverno 2020 de Medicina
Por conta da pandemia do coronavírus, os candidatos somente foram selecionados pelas notas das edições de 2016 a 2019 do Enem. 

FEI, em São Paulo, solta resultado do Vestibular 2020/2
Convocados para as mais de 2 mil vagas devem fazer registro acadêmico na próxima terça e quarta-feira, dias 7 e 8

Pernambuco: confira resultado do Vestibular 2020/2 de Medicina e demais cursos da FPS
Candidatos foram selecionados pelas notas do Enem de 2017 a 2019 por causa da pandemia do coronavírus

Faculdade Santa Casa de SP divulga resultado do Vestibular 2020/2
Somente foram aceitas notas do Enem desde que o estudante não tenha zerado alguma das cinco provas. A classificação foi feita por ordem decrescente da nota final para preenchimento das vagas.

São Paulo: Fatecs e Etecs anunciam novo formato e datas dos Vestibulares 2020/2
Prazo para solicitar isenção de taxa de inscrição dos dois processos seletivos começou hoje e segue até dia 6 de julho

Resultado da enquete com as novas datas do Enem 2020 é divulgado pelo Inep
Os números foram apresentados em coletiva de imprensa. Presidente do Instituto reforçou que as inscrições do Enem 2020 não serão reabertas.

Consulta de vagas do SiSU 2020/2 é liberada
Estão sendo oferecidas no SiSU do segundo semestre de 2020 51.800 vagas gratuitas em 57 instituições de ensino superior públicas. A novidade desta edição é a possibilidade de se inscrever para cursos EaD.

ITA: confira resultado dos pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2021
Beneficiados com a gratuidade precisam se inscrever no processo seletivo entre os dias 1º de agosto e 15 de setembro.

Inscrições para Vestibular 2020/2 da Unicap via Enem podem ser feitas
Para curso de Medicina, é necessário ter feito provas de uma das duas últimas edições do exame educacional

PUC-Rio recebe inscrições para o Vestibular de Inverno 2020
Processo seletivo oferece 562 vagas para candidatos que fizeram o Enem ou exames internacionais. Resultado sai dia 23 de julho.