Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp

Engenharia de Produção

Para atuar na área de Engenharia de Produção o profissional deve ter facilidade com cálculos e gostar da área de exatas.

Publicado por Equipe Mundo Educação
Dois homens brancos olhando e apontando para notebook que um deles segura
Engenheiros de produção atuam principalmente em indústrias

O profissional formado em Engenharia de Produção é responsável por otimizar a eficiência dos processos produtivos de empresas, indústrias, bancos, hospitais e outras instituições públicas e privadas.

Ele tem conhecimento técnico para lidar tanto com o desenvolvimento dos produtos quanto a gestão financeira do processo produtivo.

Por ter uma visão mais abrangente, o profissional formado em Engenharia de Produção consegue ver o sistema como um todo, sendo composto de diferentes partes que devem operar harmonicamente entre elas.

Por exemplo, compra e estoque de matéria prima, programação de máquinas e equipamentos, gestão da equipe etc.

O engenheiro de produção identifica aspectos que podem ser otimizados, como a disposição física dos componentes da área de produção – layout de produção –, controle de estoques, logística de distribuição, softwares de atendimento, entre outros.

Em resumo, o trabalho do engenheiro de produção está muito ligado à otimização dos processos como um todo. Ele analisa a viabilidade de projetos e os desenvolvem para ser eficientes em todos os aspectos – qualidade do produto; custos; equipamentos; layout de produção; equipe técnica; atendimento.

Tópicos deste artigo

Público-alvo de Engenharia de Produção

É importante que o estudante que deseja cursar Engenharia de Produção goste da área de exatas. Matemática e cálculos como um todo fazem parte da vida do estudante e profissional formado.

Ter flexibilidade, agilidade, atenção, autoconfiança, raciocínio lógico, iniciativa, saber trabalhar em equipe, pensar e agir sob pressão, negociar e convencer também são características desejáveis. 

Manter-se atualizado sobre assuntos ligados à engenharia, administração, economia e tecnologia também contribuem diretamente para a atuação do engenheiro de produção.

Leia também: As opções de cursos para quem gosta de exatas

Curso de Engenharia de Produção

O início do curso de Engenharia de Produção se assemelha bastante ao das outras Engenharias, sempre com muitas disciplinas ligadas a cálculos, raciocínio lógico, matemática, química e física. Fundamentos de Economia e de Administração também são estudados nos primeiros períodos.

Nos últimos semestres, o estudante começa a ter contato com as disciplinas mais específicas da graduação, como Economia da Produção, Engenharia Financeira, Gestão de Custos, Gestão de Projetos, Projeto do Produto, Projeto da Fábrica e Administração da Produção. A grade curricular é ampla. Veja mais disciplinas específicas:

Disciplinas de Engenharia de Produção

  • Desenho Técnico

  • Sistemas e Métodos de Controle de Processos    

  • Projeto e Operação de Sistemas de Produção    

  • Projeto e Manufatura

  • Economia da Produção

  • Engenharia e Ciência dos Materiais

  • Pesquisa Operacional

  • Planejamento e Controle da Produção

  • Contabilidade, Custos Industriais e Orçamento    

  • Lay-Out e Produtividade

  • Automação da Produção

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Sustentabilidade e Gestão Ambiental

  •  Projeto Integrado de Melhoria

  •  Gestão da Qualidade

  •  Ergonomia

  •  Projetos de Investimento

Duração média de Engenharia de Produção

Bacharelado – 10 semestres / 5 anos
O curso é integral e o estágio supervisionado é obrigatório

Mercado de Trabalho de Engenharia de Produção

As oportunidades salariais no mercado de trabalho dos profissionais em Engenharia de Produção têm sido rentáveis, mas também há grande concorrência. Dependendo do setor, os formados acabam concorrendo com os profissionais de outras engenharias, como Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica etc.

O profissional graduado em Engenharia de Produção pode atuar em empresas e indústrias dos mais variados segmentos, do ramo têxtil ao automobilístico, como também em instituições financeiras, empresas de serviços, hospitais e laboratórios.

Atualmente, os setores que concentram maior número de engenheiros de produção são as indústrias de bebidas, cigarros, automobilísticas e eletrônicas. Finanças, telecomunicações, informática e previdência também são alguns segmentos que estão em alta nos dias atuais.

Instituições e empresas públicas, a exemplo dos Correios, Agência Nacional de Energia, Agência Nacional de Petróleo, Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) também empregam engenheiros de produção.

Campos de Atuação de Engenharia de Produção

Operação de processos da produção
Projetos, operações e melhorias dos sistemas que criam e entregam os produtos, sejam bens ou serviços, primários da empresa

Economia empresarial
Gerenciamento da vida financeira da empresa, custo, prazos, juros, aplicação dos recursos

Engenharia do trabalho
Administração da mão de obra, avaliação de prazos e instalações, controle execução trabalho

Planejamento e controle
Implantação e administração de processos de produção e padrões de qualidade

Produção agroindustrial
Produção agrícola, processamento industrial, comercialização e distribuição de produtos

Simulação de processos
Utilização de ferramentas de tecnologia da informação em busca de soluções

Logística
Estabelece técnicas para as principais questões que envolvem o transporte, a movimentação, o estoque e o armazenamento de insumos e produtos com foco na redução de custos e a garantia da disponibilidade do mesmo

Engenharia de Qualidade
Planeja, projeta e controla os sistemas de gestão da qualidade que formam a cadeia de gerenciamento por processos

Engenharia de Produto
Desenvolve um conjunto de ferramentas e processos de projeto, planejamento, organização, decisão e execução envolvidas nas atividades estratégicas e operacionais de novos produtos e seus desenvolvimentos, indo desde a concepção até o lançamento do mesmo, assim como a sua retirada do mercado

Regulamentação da profissão de Engenharia de Produção

Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966
Resolução nº 280, de 24 de junho de 1983
Resolução nº 288, de 7 de dezembro de 1983.

Remuneração média (salário) de Engenharia de Produção

De acordo com o site Catho, a média salarial do profissional de Engenharia de Produção é de R$ R$ 3.822 – para profissionais recém-formados. Dependendo do cargo e competências, a remuneração média pode chegar a R$ 6 mil.

Exigências para exercício da profissão de Engenharia de Produção

  • Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Engenharia da Produção; 

  • Habilitação legal - Registro Profissional no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).

Também não há um conselho a nível federal, mas os interessados podem obter o Registro Profissional de Publicitário nas Delegacias Regionais do Trabalho (DRT) do Ministério do Trabalho e Emprego. 

Assista às nossas videoaulas

Veja também

Enem 2024: pedidos de insenção da taxa podem ser solicitados a partir de hoje (15)
Prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2024 segue aberto até 26 de abril
Inep solta datas e edital da isenção de taxa do Enem 2024
Instituto responsável pela aplicação do exame também informou datas para fazer justificativa de ausência do Enem 2023
MEC divulga resultado da lista de espera do ProUni 2024
Estudantes devem comprovar as informações de amanhã (23) até o dia 4 de abril nas instituições que ofereceram bolsa de estudo
MEC libera resultado do Fies 2024
Estudantes pré-aprovados devem complementar os dados será de 22 a 26 de março
Enem 2023: Inep divulga espelho da redação e notas dos treineiros
Dados foram divulgados pelo Inep na tarde de hoje, pouco mais de dois meses da realização do exame
MEC abre inscrição do Fies 2024
Para participar, é necessário ter feito o Enem e ter de um a três salários mínimos
Fies Social 2024: edital do programa está disponível
Fies 2024 conta com mudanças e ofertará mais de 112 mil vagas em financiamentos estudantis para o ensino superior neste ano
MEC publica 2ª chamada do ProUni 2024
Candidatos devem comprovar dados até o dia 12 de março nas universidades
MEC divulga resultado do ProUni 2024
Candidatos pré-selecionados devem comprovar informações de hoje até dia 20 de fevereiro
Inscrições para o ProUni 2024 terminam nesta sexta (2)
Ministério da Educação (MEC) oferece mais de 400 mil bolsas de estudo, maior número desde 2005
Resultado do Sisu 2024 está publicado
O MEC divulgou os resultados do Sisu 2024, confira esta e outras informações do programa
Inscrição do ProUni 2024 já pode ser feita
Ministério da Educação (MEC) oferta mais de 400 mil bolsas de estudo, o maior número da história do programa