Logo Super Vestibular

Horticultura

Curso ainda é oferecido em poucas instituições de ensino, mas mercado brasileiro está em expansão

Publicado por Silvia Tancredi
Curso de Horticultura está em expansão no Brasil
Curso de Horticultura está em expansão no Brasil

O curso de Tecnologia em Horticultura proporciona aos alunos conhecimento detalhado na área de cultura de plantas, flores e verduras. A maioria das aulas é prática e os estudantes aprendem conceitos específicos para alavancar a produção vegetal, aplicando na prática as tecnologias apresentadas nas aulas. 

Em 2017, cinco instituições de ensino superior ofereciam o curso: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Faculdade de Agronegócios de Holambra (Faagroh), em São Paulo, Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) e Instituto Superior de Tecnologia em Horticultura (ISTHorticultura), no Rio de Janeiro. 

Os graduados em Horticultura podem atuar na gestão de propriedades agrícolas, em complexos industriais de hortifrutigranjeiros, na carreira acadêmica, entre outras áreas.

Público-alvo

Além de ser direcionado a jovens que têm interesse em atuar e investir em culturas intensivas, o curso de Tecnologia em Horticultura é voltado a produtores rurais, alunos de Engenharia Ambiental, Engenharia Agronômica, técnicos em ciências agrárias e meio ambiente e pessoas que já trabalham com projetos na área de horticultura.

Para se dar bem na profissão, recomenda-se que o estudante seja proativo, atualizado e, em especial, goste de trabalhar e viver no campo. Também é importante que o estudante tenha interesse em novas tecnologias e possua espírito empreendedor.

O curso

Desde os primeiros semestres do curso de Horticultura, os alunos têm aulas de disciplinas específicas, como topografia, produção de mudas, ecologia agrícola, ciência do solo, fisiologia vegetal, hidrologia, paisagismo e jardinagem, economia rural, olericultura, controle químico, manejo de pomares e fruticultura, entre outras. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao longo do curso, também são oferecidas disciplinas mais gerais, como matemática, inglês, economia, administração do agronegócio, recursos humanos, saúde e segurança do trabalho, informática e legislação. 

Nos últimos semestres, os alunos passam por estágio supervisionado, o qual é considerado obrigatório, e fazem trabalho de conclusão de curso. 

Duração média

O curso de tecnologia em Horticultura costuma durar de 2 anos e meio a 3 anos, dependendo da instituição.

Mercado de trabalho

O mercado de horticultura está em expansão, especialmente nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Pela falta de profissionais na área, o mercado brasileiro importa especialistas da Europa. 

Geralmente, o profissional é preparado para administrar a sua propriedade, mas também pode trabalhar em empresas, institutos, complexos industriais de hortifrutigranjeiros, na carreira acadêmica, entre outros locais.

Formas de atuação

Os profissionais da área normalmente atuam na gestão de propriedades agrícolas, desenvolvem pesquisas em institutos e empresas, realizam assessoria e consultoria no ramo da horticultura, planejam e implementam projetos de horticultura, ministram aulas e coordenam pesquisas em instituições superiores de ensino, entre outros ramos de atuação.

Campos de atuação

Propriedades agrícolas
-Administrador e consultor;

Institutos e empresas
-Assessor e Desenvolvedor de pesquisas;

Carreira acadêmica
-Professor e coordenador

Remuneração média

Por ser uma profissão nova, ainda não há uma remuneração média. Os salários variam de acordo com a competência e proatividade do trabalhador.

Fonte: Professor Geraldo Eysink, da Faagroh.

Veja também

Inep contrata gráfica para o Enem 2020
Provas impressas somente serão aplicadas em 2021, nos dias 17 e 24 de janeiro

Confira resultado do Fies 2020/2
Pré-selecionados devem complementar informações da inscrição no sistema do Fies de hoje até a próxima quinta-feira, 6 de agosto

MEC divulga 2ª chamada do ProUni 2020/2
Convocados precisam confirmar informações prestadas no momento da inscrição até o dia 11 de agosto

Já estão abertas as inscrições do Vestibular 2020/2021 do IME
Os interessados podem se inscrever até 18 de agosto. Previsão é que provas sejam aplicadas este ano.

FGV dá início ao prazo de inscrições dos seus Vestibular 2021 com provas virtuais
Inscrições são para seletivas do Vestibular Unificado, Direito/SP e Economia/SP. O ingresso pode ser feito por provas on-line e via Enem.

Einstein (SP) aplica provas do Vestibular 2020/2 de Enfermagem
Interessados nas 30 vagas deverão usar máscara obrigatoriamente. Provas terão questões objetivas e discursivas e uma redação.

ITA recebe inscrições para Vestibular 2021
Provas da primeira fase serão aplicadas no dia 20 de novembro e as da segunda, nos dias 8 e 9 de dezembro

UEPG dá início ao 2º prazo de inscrições do PSS 2020
Pedidos de isenção serão recebidos de hoje até o dia 10 de setembro. As provas estão agendadas para janeiro do ano que vem mas podem sofrer alteração na data conforme estiver a pandemia do novo coronavírus.

Pré-Enem 2020 gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas on-line
Aulas devem começar no dia 31 de agosto e serão ministradas a distância por meio de plataformas como o Zoom

Paraná: UEL divulga novo formato do Vestibular 2021
Modelo foi adotado por causa da pandemia do coronavírus. Principal novidade é que provas serão aplicadas somente em março de 2021.

Insper (SP) publica resultado da 1ª fase do Vestibular 2020/2
Aprovados para a segunda fase terão que agendar as datas das avaliações, que poderão ser feitas entre 1 e 11 de agosto.

Inep divulga novos editais do Enem 2020 com medidas preventivas à Covid 19
Além das orientações para a prevenção, os documentos também formalizam as novas datas anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) para a aplicação das provas impressas e digitais.