Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp

Horticultura

Curso ainda é oferecido em poucas instituições de ensino, mas mercado brasileiro está em expansão

Publicado por Silvia Tancredi
Curso de Horticultura está em expansão no Brasil
Curso de Horticultura está em expansão no Brasil

O curso de Tecnologia em Horticultura proporciona aos alunos conhecimento detalhado na área de cultura de plantas, flores e verduras. A maioria das aulas é prática e os estudantes aprendem conceitos específicos para alavancar a produção vegetal, aplicando na prática as tecnologias apresentadas nas aulas. 

Em 2017, cinco instituições de ensino superior ofereciam o curso: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Faculdade de Agronegócios de Holambra (Faagroh), em São Paulo, Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) e Instituto Superior de Tecnologia em Horticultura (ISTHorticultura), no Rio de Janeiro. 

Os graduados em Horticultura podem atuar na gestão de propriedades agrícolas, em complexos industriais de hortifrutigranjeiros, na carreira acadêmica, entre outras áreas.

Público-alvo

Além de ser direcionado a jovens que têm interesse em atuar e investir em culturas intensivas, o curso de Tecnologia em Horticultura é voltado a produtores rurais, alunos de Engenharia Ambiental, Engenharia Agronômica, técnicos em ciências agrárias e meio ambiente e pessoas que já trabalham com projetos na área de horticultura.

Para se dar bem na profissão, recomenda-se que o estudante seja proativo, atualizado e, em especial, goste de trabalhar e viver no campo. Também é importante que o estudante tenha interesse em novas tecnologias e possua espírito empreendedor.

O curso

Desde os primeiros semestres do curso de Horticultura, os alunos têm aulas de disciplinas específicas, como topografia, produção de mudas, ecologia agrícola, ciência do solo, fisiologia vegetal, hidrologia, paisagismo e jardinagem, economia rural, olericultura, controle químico, manejo de pomares e fruticultura, entre outras. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao longo do curso, também são oferecidas disciplinas mais gerais, como matemática, inglês, economia, administração do agronegócio, recursos humanos, saúde e segurança do trabalho, informática e legislação. 

Nos últimos semestres, os alunos passam por estágio supervisionado, o qual é considerado obrigatório, e fazem trabalho de conclusão de curso. 

Duração média

O curso de tecnologia em Horticultura costuma durar de 2 anos e meio a 3 anos, dependendo da instituição.

Mercado de trabalho

O mercado de horticultura está em expansão, especialmente nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Pela falta de profissionais na área, o mercado brasileiro importa especialistas da Europa. 

Geralmente, o profissional é preparado para administrar a sua propriedade, mas também pode trabalhar em empresas, institutos, complexos industriais de hortifrutigranjeiros, na carreira acadêmica, entre outros locais.

Formas de atuação

Os profissionais da área normalmente atuam na gestão de propriedades agrícolas, desenvolvem pesquisas em institutos e empresas, realizam assessoria e consultoria no ramo da horticultura, planejam e implementam projetos de horticultura, ministram aulas e coordenam pesquisas em instituições superiores de ensino, entre outros ramos de atuação.

Campos de atuação

Propriedades agrícolas
-Administrador e consultor;

Institutos e empresas
-Assessor e Desenvolvedor de pesquisas;

Carreira acadêmica
-Professor e coordenador

Remuneração média

Por ser uma profissão nova, ainda não há uma remuneração média. Os salários variam de acordo com a competência e proatividade do trabalhador.

Fonte: Professor Geraldo Eysink, da Faagroh.

Veja também

Inscrições abertas para cursinho gratuito pré-Enem no Pará
São 3 mil vagas para curso nas modalidades presencial e online.

Facape (PE) adia prova do Vestibular 2022/2 de Medicina
Avaliação aconteceria neste domingo (22) para candidatos da ampla concorrência.

Notas da 1ª e 2ª etapas do Pism 2022 da UFJF já podem ser consultadas
Candidatos podem interpor contra o desempenho informado nesta quarta-feira (18), das 9h às 16h

UFSC abre inscrições para Vestibular 2022/2 de vagas remanescentes
Prazo fica aberto até o dia 26 de maio. Pedidos de isenção da taxa de inscrição são aceitos até o próximo dia 20.

IFRO está com inscrições abertas para o Vestibular 2022/2
No ato da inscrição, os candidatos deverão escolher por qual modalidade desejam concorrer, se pelo Histórico Escolar ou se pelo aproveitamento das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Emescam (ES) solta resultado do seu Vestibular 2022/2
Para acessar o resultado, o candidato deverá clicar no link correspondente ao seu curso.

Inscrições do Vestibular 2022 da Uesb são prorrogadas até amanhã (18)
As provas do processo seletivo da Uesb serão aplicadas nos dias 05 e 06 de junho. Na ocasião, os participantes deverão responder 85 questões objetivas.

UEM libera 2ª chamada do Vestibular e do PAS 2021
Candidatos convocados devem solicitar matrícula pela internet entre hoje (16) e amanhã (17).

UEMA informa locais de provas do PAES 2022
Candidatos farão avaliação no próximo dia 22, das 13h às 18h.

Inscrições do Vestibular 2022/2 da UEG já podem ser feitas
Provas serão realizadas no dia 7 de agosto.

Pedidos de redução de taxa do Vestibulinho 2022/ já podem ser feitos
As Etecs vão disponibilizar computador e acesso à internet aos interessados na redução da taxa do Vestibulinho.

UFVJM (MG) recebe pedidos de isenção da taxa de inscrição do Sasi 2022
Instituição oferece isenção integral ou parcial. Solicitação pode ser feita até 7 de junho.