Logo Super Vestibular

Tecnologia em Alimentos

Tecnólogo em alimentos é responsável pelo desenvolvimento de novos produtos ou melhoria dos já existentes.

Publicado por Érica Caetano
O tecnólogo em Alimentos pode ser o responsável por cuidar do controle de qualidade
O tecnólogo em Alimentos pode ser o responsável por cuidar do controle de qualidade

Já percebeu que sempre que vamos ao supermercado nos deparamos com um novo produto sendo vendido e exposto? Um dos responsáveis por isso é o tecnólogo em Alimentos. 

O profissional formado em Tecnologia em Alimentos desenvolve novos produtos alimentícios e é responsável pela higienização e condicionamento dos alimentos que vão para os restaurantes e supermercados, controlando a qualidade desde a matéria prima até o produto final que vai parar na nossa mesa. Ele também é responsável pelo sabor, cor e textura de muitos alimentos que consumimos.

O tecnólogo em alimentos trabalha em laboratórios para garantir a qualidade e a segurança dos produtos que consumimos. Ele está apto a fazer testes e análises laboratoriais em produtos, baseado no conhecimento técnico adquirido ao longo do curso e profissão.

Público-alvo

Para ser um tecnólogo em Alimentos é preciso gostar de Química, ter um raciocínio crítico, uma boa capacidade de observação dos detalhes e saber trabalhar em equipe. Também é preciso ter agilidade, trato com pessoas e interesse pelas funções sistêmicas que envolvem processos de laboratórios.

O curso

O curso tecnológico de Alimentos conta com aulas nas disciplinas de Química, Bioquímica, Microbiologia e Nutrição. O aluno também aprenderá como os alimentos devem ser processados e conservados pela indústria, qual a embalagem mais adequada para cada tipo de alimento, entre outros assuntos técnicos da indústria alimentícia. Abaixo algumas disciplinas específicas da graduação:

1.    Conservação de Alimentos;
2.    Higiene Industrial;
3.    Gestão da Qualidade;
4.    Administração da Operação e Produção;
5.    Embalagem de Alimentos;
6.    Análise Sensorial;
7.    Toxicologia de Alimentos;
8.    Análise de Alimentos;
9.    Instalações Industriais;
10.    Tecnologia de Processamentos de Sucos e Bebidas;
11.    Tecnologia de Processamentos de Panificação, Massas, Amidos e Derivados.

A grade e disciplinas do curso podem variar de uma instituição para outra.

O curso de Tecnologia em Alimentos tem duração média de 3 anos, tendo o trabalho de conclusão de curso obrigatório para a sua conclusão. Após formado, o profissional pode buscar um curso de pós-graduação na área para se especializar e buscar o crescimento na carreira.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Conheça também o curso de Engenharia de Alimentos

Mercado de trabalho

A exigência do consumidor por novidades, diferenciais e inovações no ramo alimentício faz este mercado ficar aquecido até mesmo durante crises econômicas. No Brasil, a indústria alimentícia representa cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB), o que comprova a importância deste setor para a economia nacional.

A crescente exigência do consumidor por alimentos que agridem menos o meio ambiente tem mudado a forma com que os produtos são desenvolvidos. Por isso, as indústrias têm contratado tecnólogos para buscar soluções sustentáveis. 

Formas de atuação

O tecnólogo em Alimentos poderá atuar na parte prática dos processos, desenvolvendo e estudando novos alimentos, bebidas e produtos alimentícios no geral, como também na melhoria de processos de produtos já existentes. Uma outra área importante de atuação do tecnólogo em Alimentos é a de controle de qualidade. Veja outras:

- Suporte técnico de industrialização, comercialização e análise de alimentos;
- Pesquisa, controle e consultoria na indústria alimentícia;
- Suporte em entidades de classe e órgãos regulatórios.
- Atuando como empreendedor no desenvolvimento de produtos.

Campos de Atuação

- Empresas e indústrias do ramo alimentício e de bebidas;
- Laboratórios de análises e estudos alimentícios e bebidas;
- Institutos de pesquisas científicas e tecnológicas;
- Frigoríficos;
- Supermercados.

Remuneração média

De acordo com o site Catho.com, a média salarial do Tecnólogo em Alimentos é de R$ 1.500 em início de carreira.

Exigência para o exercício da profissão

A exigência para exercer a profissão do Tecnólogo em Alimentos é o diploma de conclusão de curso tecnológico. O registro do profissional é feito no Conselho Regional de Química.
 

Veja também

IFAC publica resultado do Vestibular 2021/1
Convocados para as 480 vagas devem se matricular entre os dias 10 e 14 de maio

Unipampa (RS) libera resultado do Vestibular 2021 via Enem
Processo seletivo ofereceu mil vagas em cursos ministrados nos 10 campi

Uneb publica lista de aprovados no Vestibular 2020 para 2º semestre
Convocados devem enviar a documentação exigida pela universidade entre os dias 17 e 21 de maio

UEMA anuncia novas datas do PAES 2021
 Programa de Acesso ao Ensino Superior ocorreria no final de fevereiro e início de março, mas foi adiado pelo agravamento da pandemia

UEG divulga novas datas do Vestibular 2021/1
Processo seletivo ocorreria em março, mas foi adiado por causa do estado de emergência do coronavírus

Paraná: UENP encerra prazo de inscrições para Vestibular 2021
Processo seletivo oferece 1.083 vagas, das quais 403 para cotistas

UEPG solta ensalamento do PSS 2020
Os 19.963 inscritos em todas as etapas farão as provas em maio, em Curitiba e 12 cidades do interior paranaense

Confira o resultado do Vestibular 2021 da UFSC
Interessados nas mais de 2,5 mil vagas foram avaliados pelas notas do Enem ou de vestibulares anteriores

UEPG libera gabaritos do Vestibular 2020
Previsão é que lista de aprovados seja divulgada no dia 31 de maio

Universidade de Vassouras (RJ) recebe inscrições para Vestibular 2021/2 de Medicina
Do total de vagas, 80 são para o campus de Vassouras e 60 para o campus de Miguel Pereira

ITA abre prazo para pedir isenção de taxa de inscrição do Vestibular 2022
Lista de vestibulandos beneficiados com isenção de taxa sairá às 16h do dia 30 de junho

Cederj recebe pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2021/2
Também está aberto o período para participar do processo seletivo por meio das cotas