Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. Saiba como são realizados vestibulares na pandemia do coronavírus

Saiba como são realizados vestibulares na pandemia do coronavírus

Enquanto algumas instituições resolveram usar notas do Enem, outras criaram vestibulares pela internet

Publicado por Silvia Tancredi
06/07/2020 18h22 , atualizado em 07/07/2020 16h23

Em meio à pandemia do coronavírus, vestibulares com provas presenciais ficaram comprometidos. Para respeitar as regras de isolamento social, a maioria das instituições teve que cancelar os processos seletivos in loco e criar novas estratégias para avaliar os candidatos. 

Grande parte das universidades optou por selecionar os vestibulandos por meio das notas do Enem. Há algumas que aceitam o desempenho da última edição do exame educacional; outras, para ampliar o leque, recebem notas de até dez edições passadas. 

Nesse caso, os estudantes precisam fazer a inscrição no processo seletivo e também apresentar o número de inscrição no Enem para que as notas sejam localizadas. É importante destacar que somente são aceitas notas acima de zero. Geralmente, as universidades exigem notas mínimas. 

A Universidade Tiradentes (Unit), com unidades em Alagoas e Sergipe, por exemplo, exigiu que os vestibulandos tenham notas mínimas de 450 pontos no Enem, mas, para o curso de Medicina, a pontuação aumenta: mínimo 600 pontos. 

Vestibulares on-line

Porém, há instituições de ensino que resolveram inovar e criaram vestibulares on-line, nos quais os concorrentes são, literalmente, avaliados pela internet. Há provas teóricas ou práticas, dependendo do processo seletivo. 

Entre os exemplos de vestibulares on-line, está o do Insper, de São Paulo, que já era conhecido por adotar um vestibular com etapas práticas. Antes da pandemia, os estudantes faziam as tradicionais provas presenciais e, ainda, eram submetidos a desafios ou precisavam resolver problemas. 

Saiba como funcionam os vestibulares com etapas práticas

Plataforma específica

Com a pandemia do coronavírus, o Insper mudou o formato do vestibular. Agora, a primeira etapa é a realização de provas de conhecimentos gerais em uma plataforma on-line específica. Para isso, é necessário que o estudante esteja conectado à internet por meio de um computador desktop ou de um notebook, com webcam e microfone.

Os selecionados para a segunda fase devem, então, passar por quatro atividades obrigatórias, todas agendadas e monitoradas pela internet:

  • Desafio de design
  • Dinâmica em grupo
  • Arguição oral
  • Redação 

Vídeo

A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) é outra instituição que mudou o formato do processo seletivo para se adequar às regras do isolamento social por causa do coronavírus. Com isso, o vestibular on-line é composto por uma entrevista de 30 minutos com um professor do curso e uma redação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O diferencial, de acordo com Alexandre Gracioso, vice-presidente acadêmico da ESPM, é que o candidato não só produz a redação como também precisa realizar um vídeo. "Primeiro o candidato grava um vídeo com a ideia e depois envia o texto. Assim, avaliamos o raciocínio lógico e a clareza de ideias. Como no vídeo ele precisa desenvolver a ideia, depois somado o texto, teremos um bom resultado na avaliação", explica.

Entretanto, Gracioso destaca que a ESPM apenas antecipou o novo formato do vestibular, uma vez que já tinha essa alteração em mente. "Estamos realizando mudanças nas trilhas de todos os cursos há alguns anos e o nosso processo seletivo, mais dia menos dia, também seria totalmente transformado".

A Universidade Metodista (SP) criou um vestibular on-line para se adequar
ao isolamento social na pandemia do coronavírus

Segurança

O desenvolvimento da redação no vestibular on-line também é um destaque da Universidade Metodista de São Paulo. Nesse caso, os concorrentes precisam se logar em um sistema e escolher um tema para dissertar entre cerca de cem opções disponíveis.  

Leandro Cardoso Lula, coordenador Comercial da Educação Metodista, ressalta que a instituição fica atenta ao período de produção do texto. "O candidato tem até 120 minutos para fazer a prova. Se ultrapassar o período, precisa encerrar, logar-se novamente e iniciar outra prova com outro tema", explica.

O coordenador salienta que, como parte de segurança, as redações são corrigidas com os mesmos critérios do Enem, há assinatura digital com validade jurídica (ICP-Brasil) e prova com chave criptografada (hash) para viabilizar auditoria. Além disso, na matrícula digital há detecção automática de plágio. 

Veja também

Resultado do ProUni 2022/2 é liberado
Agora, os candidatos selecionados precisam comprovar as informações e apresentar a documentação para as instituições até o dia 17 de agosto.

UFVJM (MG) recebe inscrições para Sasi 2022 até hoje (10)
Entre os cursos estão Medicina (em Diamantina e Mucuri), Zootecnia, Agronomia, Fisioterapia, Turismo e Engenharia Agrícola e Ambiental. 

Provas e gabaritos do PSI 2022 da UFAM estão disponíveis
Os vestibulandos fizeram a avaliação às 08h15 nos dois dias. No primeiro dia a prova se encerrou às 13h15, já no segundo o exame foi até às 12h15.

2ª chamada do Vestibular 2022/2 da Unemat está disponível
Matrículas podem ser feitas pela internet nos dias 9 e 10 desta semana.

Inscrições para o Fies 2022/2 estão abertas
São disponibilizados 44.370 financiamentos na edição do segundo semestre. Inscrições vão até esta sexta-feira (12).

Unemat disponibiliza resultado do Vestibular Especial 2022/2 via Enem
Foram oferecidas neste vestibular o total de 651 vagas no formato presencial.

Unitins abre inscrições para Vestibular 2022/2 de cursos tecnológicos
São ofertadas 1 mil vagas em doze cidades tocantinenses.

Inscrições para o Vestibular 2023 da Faculdade Santa Casa de São Paulo estão abertas
A oferta é de 510 vagas, sendo 180 para o curso de Medicina, 80 para Enfermagem, 50 para Fonoaudiologia, 100 para Tecnologia em Radiologia e 100 para Tecnologia em Sistemas Biomédicos.

UEG divulga gabarito do Vestibular 2022/2
O caderno de provas do Vestibular ainda não foi disponibilizado pela Universidade.

Inscrições abertas para o Vestibular 2023 da Faculdade Albert Einstein
São 500 vagas para os cursos de Medicina, Administração, Engenharia Biomédica, Fisioterapia, Odontologia e Enfermagem.

2ª chamada do Vestibular 2022/2 das Fatecs (SP) é publicada
Os aprovados precisam ficar atentos à documentação solicitada para validação do processo no ato da matrícula.

Hoje é o último dia para se inscrever no Vestibular Adicional 2022/2 da UFRGS
Os candidatos serão selecionados por meio do desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e edições anteriores do vestibular da UFRGS.