Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Após denúncias, UFMG adota medidas para evitar fraudes no Sistema de Cotas

Após denúncias, UFMG adota medidas para evitar fraudes no Sistema de Cotas

Autodeclarados pretos, pardos e indígenas terão que informar porque se encaixam nas ações afirmativas

Publicado por Lorraine Vilela Campos
26/09/2017 15h20 , atualizado em 26/09/2017 16h22

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) anunciou na noite de ontem, 25 de setembro, a implantação de medidas de acompanhamento das ações afirmativas após denúncias de fraudes no sistema de cotas.

Entenda a Lei de Cotas

Veja tambémUFRGS cria novas cotas e anuncia criação de comissão para avaliar critério de raça

O posicionamento da UFMG veio após a divulgação da reportagem da Folha de São Paulo que denunciou estudantes brancos se passando por negros e pardos para entrarem na universidade pelas cotas raciais. O veículo mostrou na denúncia os alunos de Medicina Vinicius Loures, Bárbara Facchini e Rhuanna Laurent.

A estudante Rhuanna Laurent se pronuciou sobre a acusação em uma rede social. No entanto, excluiu seu perfil após a publicação. 

Rhuanna se justificou em uma rede social

Medidas

A UFMG se pronunciou por meio de uma nota em seu site, na qual informa que os casos de supostas fraudes foram denunciados em julho e as investigações seguem em sigilo. 

Para 2018, a UFMG exigirá dos estudantes que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas o preenchimento presencial da autodeclaração de etnia, na qual eles deverão indicar o motivo pelos quais se reconhecem como pertencentes a um destes grupos étnicos. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em relação à renda, a UFMG já faz a conferência das informações dos candidatos por meio de documentos e comprovantes no momento da matrícula institucional. 

Foto do estudante Vinícius Loures no site Couch Surfing

Ingresso na UFMG

O ingresso na UFMG é feito pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), método que exclui a realização de provas e utiliza apenas as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As vagas oferecidas pela UFMG se dividem em ampla concorrência; estudantes de escolas públicas independente de renda e etnia; alunos da rede pública com renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa; estudantes de escolas públicas de baixa renda autodeclarados pretos pardos e indígenas; alunos da rede pública autodeclarados pretos, pardos e indígenas que não são de baixa renda. 

Apenas os cursos que exigem a verificação de habilidades específicas não participam do SiSU. Neste caso, a parte teórica geral é avaliada pelas provas do Enem e testes específicos são aplicados pela UFMG. 

Mais informações no site da UFMG

Veja também

Emescam (ES) inscreve para Vestibular 2020/2 de Medicina via Enem
Interessados nas 70 vagas serão avaliados pelas notas das edições de 2018 ou 2019 do exame educacional

ESPM prorroga inscrições para Vestibular 2020/2 via Enem
Candidatos vão concorrer a 256 vagas nas unidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre

SiSU: cursos EaD também serão oferecidos
Até a última edição do Sistema de Seleção Unificada somente eram disponibilizados cursos presenciais

USCS (SP) cancela provas para Medicina e fará seleção via Enem
Processo seletivo que seria organizado pela Vunesp foi cancelado e vagas do vestibular serão ofertadas via Enem

Inscrições do Enem 2020 são prorrogadas
Datas de aplicação das provas do Enem 2020 impresso e digital foram adiadas de 30 a 60 dias em relação às datas que foram divulgadas nos editais.

UFRGS adia Vestibular 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus
As provas do Vestibular 2021 da UFRGS estavam previsto de acontecerem nos dias 28 e 29 de novembro e 05 e 06 de dezembro.

UFPR anuncia adiamento do Vestibular 2020/2021 em razão do novo coronavírus
Medida foi tomada pelas condições em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com isso, as provas objetivas do Vestibular serão realizadas somente ano que vem.

Coronavírus: Unitau (SP) suspende inscrições do Vestibular de Inverno 2020 de Medicina
Oferta seria de 80 vagas e Vestibular contaria com duas fases. Suspensão do processo seletivo se deve pela pandemia do novo coronavírus.

Inep anuncia que provas do Enem 2020 serão adiadas
Órgão informou que, por causa da pandemia do coronavírus, agora provas serão realizadas de 30 a 60 dias depois do que estavam previstas

Projeto de Lei que adia o Enem 2020 é aprovado pelo Senado
Agora, o Projeto de Lei que foi aprovado por 75 votos a favor e 1 contra, irá para a Câmara dos Deputados.

Na Bahia, Unifacs inscreve para Vestibular 2020/2
Por causa da pandemia do coronavírus, os estudantes serão selecionados pelas notas do Enem

UVV, no Espírito Santo, recebe inscrições para Vestibular 2020/2
Candidatos serão avaliados pelas notas do Enem e por uma seleção no estilo game