Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Orientação Vocacional
  3. Cinco filmes para entender a Medicina

Cinco filmes para entender a Medicina

A profissão de médico é inspiração constante para o Cinema

Publicado por Lorraine Vilela Campos

O Cinema é a oportunidade que muitos jovens têm de ter contato com diversas profissões. Atores dão vida aos personagens fictícios ou baseados na realidade, retratando o cotidiano de diferentes profissionais. 

Com a Medicina não é diferente. Fonte de inspiração para diversos filmes e documentários, o médico é figura presente nas telonas. 

Se o seu sonho é ser médico(a), confira abaixo cinco filmes que envolvem Medicina e conheça mais sobre essa profissão! 

Mãos Talentosas (Gifted Hands


Ben Carson revolucionou os métodos de separação de gêmeos siameses. Crédito: divulgação

Baseado na história real do neurocirurgião Ben Carson (Cuba Gooding Jr.), o filme mostra a trajetória do menino pobre com baixo rendimento escolar que, com apoio de sua mãe, consegue torna-se um bom aluno e entrar para a faculdade de Medicina. Ele se consagrou como um dos principais médicos da neurocirurgia ao separar gêmeas siamesas ligadas pela cabeça, procedimento extremamente arriscado para a década de 1980. 

Por que Assistir: a neurocirurgia é uma área que requer muito estudo e dedicação dentro da Medicina. O filme serve como motivador para quem tem essa carreira como um sonho. Além de avançar em técnicas na separação de gêmeos siameses, Ben Carson foi o pioneiro nas cirurgias intrauterinas. 

O Escafandro e a Borboleta (Le Scaphandre et le Papillon)


A história de Jean Dominique Bauby é um exemplo de perseverança diante da falta de mobilidade./Créditos: reprodução

Produzido a partir do livro de Jean-Dominique Bauby, o filme retrata sua própria história. O então editor da revista Elle, interpretado por Mathieu Amalric, tem um acidente vascular cerebral, acordando após 20 dias. Ao retornar do coma, ele percebe que o único movimento que lhe resta é do olho esquerdo, decorrente da chamada “Síndrome do Encarceramento”. 

Com o auxílio de uma fonoaudióloga, Bauby aprende a se comunicar piscando o olho esquerdo. Como a parte cognitiva não foi afetada pela doença, ele segue sua vida com suas memórias e escreve um livro utilizando o método adotado, contando sua experiência. 

Por que Assistir: a Federação Médica Brasileira (FMB) recomenda esse filme aos futuros médicos para conhecer mais sobre a neurofisiologia e sobre a Síndrome do Encarceramento. Os futuros médicos podem entender como lidar com as limitações físicas dos pacientes e se informar um pouco sobre a doença. 

Quase Deuses (Something the Lord Made): 


Quase Deuses traz a ética médica como um dos temas abordados. Crédito: reprodução

Baseado em fatos reais, o filme aborda os conflitos raciais e a ética na Medicina. Vivien Tomas (Mos Def) é um marceneiro que perde o emprego e suas economias, as quais juntava para pagar a faculdade de Medicina, na Grande Depressão de 1930, nos Estados Unidos. Com isso, ele arruma um emprego como faxineiro em um hospital, no qual trabalha o médico pesquisador Alfred Blalock (Alan Rickman). 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com a convivência entre médico e faxineiro, Alfred percebe o potencial e o interesse de Vivien pel a Medicina. Quando se torna cirurgião-chefe em uma universidade, realizando pesquisas para cirurgias cardíacas, os dois se unem na busca de novas técnicas. Como o ex-marceneiro não tem diploma, conflitos surgem na trajetória. 

Por que Assistir: o filme aborda uma técnica que mudou o ramo das cirurgias cardíacas, além de mostrar a importância da dedicação no exercício da profissão. O longa levanta também questões éticas sobre a Medicina e o valor da vida humana. 

Mar Adentro (The Sea Inside)


Mar Adentro aborda caso de homem que ficou tetraplégico há 28 anos e quer a eutanásia/Créditos: reprodução

O filme conta a história de Ramón Sampedro (Javier Bardem), um homem que sofreu um acidente quando jovem e passou os últimos 28 anos preso em uma cama, já que ficou tetraplégico. Insatisfeito com o rumo de sua vida, ele decide recorrer à Justiça para ter direito à eutanásia, decisão que provoca problemas inclusive com sua família. 

Por que assistir: A eutanásia é um tema bastante discutido, inclusive no meio médico. Ilegal na maior parte dos países, levanta um debate sobre o livre arbítrio da pessoa que mesmo estando lúcida prefere colocar fim na sua vida devido alguma doença. Entender como é a vida de uma pessoa ativa que fica tetraplégica e suas razões para escolher entre vida ou morte é importante para quem pode lidar com pacientes na mesma situação, quando se tornar um profissional da saúde. 

Para Sempre Alice (Still Alice)


Julianne Moore dá vida a uma portadora de uma forma rara de Alzheimer em Para Sempre Alice./Crédito: reprodução

Julianne Moore vive Alice, uma professora de Linguística que desenvolve Alzheimer aos 50 anos, considerada uma idade precoce para a doença. O longa retrata uma forma rara da doença em que há uma mutação genética e hereditária. 

Por que assistir: O Alzheimer é uma doença já conhecida da sociedade, mas em sua forma senil (em pessoas mais velhas). O caso mostrado no filme é raro e atinge menos que 5% da população se comparada ao surgimento em outras idades, já que Alice tem 50 anos. O filme que deu o Oscar de melhor atriz a Julianne Moore é uma boa opção para quem quer entender mais sobre os sinais e consequências da doença.

Veja também

PUC Goiás recebe inscrições para Vestibular 2022/1
Candidatos podem fazer provas ou usar notas do Enem ou do histórico escolar

O que pode cair sobre meio ambiente e clima no Enem 2021 e vestibulares
Incêndios na Europa, relatório IPCC, desmatamentos no Brasil e mais assuntos podem ser abordados nas provas

IFTM vai usar Enem para ingresso em 2022
Além das notas do Enem de anos anteriores, também será aceito o uso do diploma de curso superior.

Paraná: Unioeste solta 2ª chamada do Vestibular 2021
Processo seletivo que ofereceu mais de mil vagas ocorreu no dia 1º de agosto

IFB abre inscrições para Vestibular 2021 do campus Planaltina
Candidatos às 80 vagas serão selecionados pelas notas do Enem 2017 a 2020

Unioeste (PR) recebe inscrições para Vestibular 2021 de Enfermagem
Interessados em concorrer às 42 vagas gratuitas devem apresentar notas do ensino médio

UFU libera notas das provas do Vestibular 2021/2
Previsão é que lista de aprovados neste processo seletivo saia no dia 19 de novembro

Inscrições do Vestibular 2022/1 do FTT já podem ser feitas
Pedidos de isenção da taxa de inscrição serão recebidos até o dia 1º de outubro. Os isentos serão conhecidos no dia 08 de outubro.

Ibmec está com inscrições abertas para o Vestibular 2022/1
A taxa é de R$ 50 para Brasília, R$ 100 para o Rio de Janeiro e Belo Horizonte e R$ 150 em São Paulo. 

Resultado do Vestibular 2021/2 via Enem do IFAC está disponível
Aqueles que queiram interpor recursos poderão apresentá-los nos dias 21 e 22 seguintes. A primeira chamada sairá no dia 24 de setembro.

UEL está com inscrições abertas para o Vestibular 2022
O Vestibular 2022 será realizado, excepcionalmente, em fase única, dia 06 de março, com salas de provas distribuídas em escolas e faculdades em Londrina.