Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. Saiba como foi a 2ª fase do Vestibular 2021 da Unicamp

Saiba como foi a 2ª fase do Vestibular 2021 da Unicamp

Provas foram aplicadas nos últimos dias 08 e 09 de fevereiro. Professores do Curso Poliedro e Oficina do Estudante, de Campinas, comentaram as questões.

Publicado por Érica Caetano
10/02/2021 07h30 , atualizado em 10/02/2021 12h38

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) finalizou ontem 09 de fevereiro, a aplicação das provas da 2ª fase do seu Vestibular 2021. Elas tiveram início na segunda-feira, dia 08.

Leia tudo sobre o vestibular da Unicamp

Provas

1º dia 

A redação da 2ª fase teve duas propostas de tema, sendo as opções fazer um discurso político sobre a derrubada de estátuas ou um texto de entrada para um diário, no papel de um trabalhador que ficou exposto ao coronavírus. 

A coordenadora de redação do Curso Poliedro Campinas, Gabrielle Gulgueira Cavalin, comentou sobre as propostas. De acordo com ela, a Unicamp assim como era esperado, entregou duas propostas em que o candidato teria que ler as duas para se decidir sobre qual ele escreveria. 

Para ea, a Unicamp mostrou uma prova de redação super atualizada e conectada com a realidade desde a proposta de gênero até a proposta temática. Os alunos precisavam estar preparados lendo a prova, os comandos que eram dados, que norteavam o projeto de texto e aquilo que eles precisavam executar.

"Foi uma proposta bastante atualizada, cobrando de gênero discurso político, algo que está muito em pauta se levarmos em conta o cenário político atual", afirma. Cavalin também achou interessante o esquema da Universidade de cobrar argumentação mas num discurso, cobrando em primeira pessoa, com interlocução.

Já no segundo texto, Gabrielle achou interessante e atual a Unicamp trazer um gênero que permitiu o narrar para depois refletir. Uma proposta interessante, segundo ela, já que pedia ao aluno para se colocar no lugar na posição de um trabalhador que por causa do trabalho em que ele corre risco de contrair a Covid-19.

"A situação mais atual impossível. Acho que é algo que todo jovem viveu em casa ou viu pela televisão trabalhadores que pudera se expor e se expuseram. Talvez os próprios pais viveram isso", reforçou.

A coordenadora do Curso Poliedro Campinas, Amanda Ribeiro Biscuola de Souza, também comentou sobre as provas de Literatura, Português e Inglês. Na parte de Literatura ela destacou os textos dos Racionais, o discurso do Padre Vieira e o livro A falência aparecendo, além de um poema sobre Penélope e Ulisses. "Todas as questões foram bastante interpretativas e cobraram não só um conteúdo mas também um alto nível de interpretação dos alunos", destacou.

Na prova de Português o destaque foi a grande ênfase na interepretção de textos, com estes bem atuais, onde tiveram destaque o texto da Regina Casé sobre o capacitismo, pessoas com deficiência e a maneira como a sociedade as trata; outro texto bem atual falando sobre o documentário "O dilema das redes sociai". Dois outros textos falavam sobre linguagem informal e neologismos.

Em Inglês as questões foram interdsciplinares, tendo destaque a questão que abordava História, falando sobre memórias, perguntando o que era um museu e também sobre o papel da mulher negra na representatividade histórica. Outra questão envolveu Química, falando sobre microplástico e como a temperatura dos oceanos e a salinidade influenciam na liberação de resíduos químicos nos oceanos.

2º dia 

Daniel Cecílio, diretor pedagógico do Colégio e Curso Oficina do Estudante, comentou sobre as provas do segundo dia. As mesmas surpreenderam a equié do cursinho por não ter sido uma prova trivial. "Foi uma prova mais trabalhosa, exigente, exigindo do candidato uma capacidade crítica  e de dominar bem interpretação", afirmou.

A prova de História destacou bastante o uso de imagens, tendo uma maior incidência por história do Brasil e com muitas análises, algo que foi bastante exigido do aluno. "Não foi uma prova trivial. O aluno foi exigido em produzir conhecimento e não simplesmente em reproduzir. Foi uma prova significativamente mais requintada do que a segunda fase do ano passado. ", esclareceu.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em Biologia, a prova também foi considerada difícil e trabalhosa segundo Daniel. "Foi uma prova atual. Caiu sobre vírus e vacina. Uma prova extremamente contextualizada e que também foi exigido que o candidato produzisse conhecimento". 

Em Geografia foram exigidos alguns conceitos refinados além de ter sido bem distribuída entre Geografia Física e Humana. As questões, assim como em outras disciplinas, foram contextualizadas e atuais, como por exemplo os temas sobre queimadas e desmatamento. Na prova de Humanidades, as questões de Filosofia e Sociologia foram atuais e exigiu atenção e boa leitura do aluno.

A prova de Física foi uma prova bem distribuída e privilegiou leitura e interpretação e análise dimensional. Nível de dificuldade semelhante ao dos anos passados, condizente com uma prova da Unicamp.

Já em Química, as questões exigiram do candidato intepretação de gráficos e tabelas e justamente por isso foi uma prova difícil. Matemática talvez tenha sido a maior exceção dessa prova da 2ª fase do segundo dia para Cecílio, por ter sido uma prova mais tradicional. Uma prova bem distribuída, muito semelhante ao do ano passado, inclusive os mesmos assuntos de uma forma geral e com uma questão muito bem feita sobre Covid.

Gabaritos

Os cadermos de prova da primeira e segunda fase já estão disponíveis. Veja aqui!  A Unicamp informou que divulgará as respostas esperadas das provas do primeiro dia amanhã, dia 11, e do segundo dia na sexta-feira, dia 12, ambas à noite. 

Abstenção

No total, 15.470 candidatos foram convocados para as provas da 2ª fase, mas 1.357 (8,8%) faltaram. No segunda etapa do vestibular de 2020, dos 13.589 inscritos, 10,2% não compareceram às provas. 

De acordo com a Unicamp, a quantidade de ausentes nesta edição é a menor registrada nos últimos dez anos. Ainda conforme a universidade, em sete das 22 cidades de aplicação das provas, o índice foi ainda menor que a abstenção geral, tendo ficado abaixo dos 8,8%. 

Unicamp 2021

As provas da primeira fase do Vestibular 2021 da Unicamp foram realizadas nos dias 06 e 07 de janeiro. Elas tiveram algumas alterações por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As provas contaram com questões objetivas de conhecimentos gerais e foram aplicadas em dois dias diferentes, conforme a área de cada curso concorrido pelos inscritos

Os estudantes na segunda fase tiveram que produziram uma redação e responderam 8 questões de Língua Portuguesa e Literatura, 2 questões interdisciplinares de Língua Inglesa, 6 questões de Matemática + 2 questões de Ciências Humanas + 2 questões de Ciências da Natureza + 6 questões de disciplinas conforme o curso de escolha.

A próxima etapa do vestibular são os Testes de Habilidades Específicas (THE) para os concorrentes aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. As provas de aptidão serão realizadas nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12. 

Veja como se preparar para os Testes de Habilidades

Resultado 

O resultado do Vestibular 2021 Unicamp é esperado para o dia10 de março de 2021, às 15h. A segunda chamada está prevista para o dia 17 seguinte.

Estão sendo oferecidas 2.570 vagas em cursos de graduação ministrados nas cidades de Campinas, Limeira, Paulínea e Piracicaba. Do total de oportunidades, há chances reservadas para candidatos pretos, pardos e indígenas.

Os percentuais de reserva de vagas para candidatos de escola pública (10%) e candidatos autodeclarados pretos e pardos (10%) estão garantidos na seleção e, neste caso, com o percentual de 15% que já existia no Vestibular, fica estabelecido o mínimo de 25% dos ingressantes autodeclarados pretos ou pardos.

Medicina é o curso mais procurado do vestibular. Na segunda etapa, foram registrados 9,37 candidatos por vaga (c/v)

Para mais informações, acesse este Edital ou o site da Comvest.

Veja também

UFRN ofertará mais de 7 mil vagas no SiSU 2022
Do total de oportunidades, 4.822 são para ingresso no primeiro semestre e 2.284 para o segundo

Unioeste (PR) publica resultado do Vestibular 2021 de Enfermagem
Processo seletivo ofereceu 42 vagas. Carreira, que é ministrada em Foz do Iguaçu, tem ênfase em saúde pública.

UCS, no Rio Grande do Sul, inscreve para Vestibular de Verão 2022
Inscrições para processo seletivo específico para curso de Medicina também estão abertas

Resultado da 1ª fase do Vestibular 2021/2022 do IME é divulgado
Agora, os classificados passam pelas provas da 2ª etapa no período de 25 e 28 de outubro.

Inscrições do Vestibular 2022/1 do IFPE estão abertas
Em virtude da continuidade da pandemia de Covid-19, não haverá prova. Todas as etapas do processo para as 4.631 vagas distribuídas nos 16 campi da instituição serão realizadas pela internet.

IED recebe inscrições para Vestibular 2022
Oportunidades são para os cursos de Design de Moda, Design Gráfico e Digital e Design de Produto e Serviço. A prova será on-line, no dia 28 de outubro.

Provare: Unioeste divulga resultado do Vestibular 2021 de vagas remanescentes
Puderam concorrer às vagas ociosas candidatos que fizeram vestibulares anteriores ou o Enem a partir de 2016

UFU: hoje é o último dia para se inscrever nas vagas remanescentes do SiSU 2021
As vagas serão preenchidas utilizando as notas de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), dos últimos três anos - 2018, 2019 ou 2020.

USCS encerra inscrições do Vestibular 2022/1 para Medicina
A oferta é de 180 vagas para o curso de Medicina, sendo 60 para cada um dos campi de São CaetanoCentro; São Paulo-Bela Vista; e Itapetininga.

Inscrições do Vestibular 2022/1 da UCP (RJ) estão abertas
O candidato pode escolher o período em que deseja fazer a prova do Vestibular da UCP, que será realizada de forma on-line.

Bahiana recebe inscrições para Vestibular 2022/1
Interessados nas 680 vagas em cursos da área de saúde podem usar notas do Enem ou fazer provas presenciais

FPS, no Pernambuco, está com inscrições abertas para Vestibular 2022/1
Há vagas para Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia e Psicologia