Logo Super Vestibular
Whatsapp icon Whatsapp
  1. Home
  2. Notícias
  3. Unicamp 2022: o que esperar da segunda fase

Unicamp 2022: o que esperar da segunda fase

Professores do Colégio e Curso Oficina do Estudante, em Campinas-SP, sinalizam as principais temáticas que devem ser encontradas nas provas desta etapa.

Publicado por Érica Caetano
07/01/2022 07h00 , atualizado em 07/01/2022 09h23
Crédito da Imagem: Divulgação / Oficina do Estudante

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplica nos próximos dias 09 e 10 de janeiro, das 9h às 13h, as provas da 2ª fase do seu Vestibular 2022. O cartão com os locais de prova já estão disponíveis. Confira:

Local de prova 2ª fase Vestibular 2022 Unicamp

As provas serão aplicadas nas mesmas cidades onde a primeira fase foi realizada. Os vestibulandos deverão responder questões dissertativas sobre diferentes áreas do ensino médio, contando com redação para todos os candidatos, algumas questões de disciplinas gerais e outras sobre conteúdos específicos aos cursos escolhidos. 

O que esperar da 2ª fase da Unicamp

Os professores do nosso parceiro, o Colégio e Curso Oficina do Estudante, em Campinas-SP, sinalizam as principais temática que devem ser encontradas nas provas desta etapa.

1º dia

Vamos começar pela redação. A professora de redação do Oficina, Vanessa Bottasso, fez suas considerações sobre esta prova. Para ela, o candidato deve escolher, entre as duas propostas apresentadas, a que mais se aproxima da sua compreensão e capacidade de desenvolvimento.

Ler o enunciado da prova e da coletânea com muita atenção também é fundamental. Isso fará com que o candidato compreenda bem a proposta e a temática em que deverá seguir no seu texto.

A prova de redação da Unicamp costuma abordar temas bastante atuais e relevantes. Tendo esse histórico em vista, atente-se aos acontecimentos mais recentes de grande repercussão e que influenciam na formação da sua visão de mundo.

Assuntos como passaporte da vacina, o aumento da população socialmente vulnerável no Brasil ou, ainda, as políticas educacionais e as mudanças para o novo Ensino Médio podem estar presentes nesta prova.

Leia mais dicas de como fazer uma boa redação

Inglês 

Na prova de Inglês, o professor do preparatório, Márcio Pantoja, acredita que ela vai exigir do candidato questões que envolvem a compreensão de dois textos: um da área de Humanidades e outro de Ciências da Natureza.

As questões interdisciplinares de humanas geralmente abordam temas de História. Já as de Ciências da Natureza podem ser sobre qualquer assunto. Vale mais uma vez reforçar a leitura de assuntos atuais como, a comercialização de viagens ao espaço ou ainda a vacinação contra a Covid-19.

Português

A prova de Português da 2ª Fase da Unicamp, de um modo geral, visa selecionar um aluno que consegue não só interpretar textos variados: literários, publicitários, científicos, jornalísticos, tirinhas, como também capaz de reconhecer os mecanismos de elaboração de sentido.

O professor de Literatura e Gramática do Oficina, Rodrigo Leite, afirma que é necessário um conhecimento básico de Gramática, aliado à capacidade de apreensão de sentidos. Isso se obtém com uma leitura atenta, com calma e com o conhecimento transmitido em sala de aula.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2º dia

O candidato pode esperar da prova de Matemática da 2ª fase da Unicamp conteúdos importantes do Ensino Médio. É imprescindível que os participantes tenham habilidade no que diz respeito a interpretação de texto, leitura e interpretação de gráficos e tabelas.

Conteúdo específico, uso de fórmulas e expressões, principalmente, raciocínio e manipulação de informações deverão estar presentes nesta etapa da avaliação. É o que analisa o coordenador estratégico do Oficina do Estudante, Anderson Bigon.

Para ele, nos últimos dois anos, a prova de Matemática foi bem equilibrada em relação aos assuntos cobrados, o que é uma característica comum em provas dissertativas.

Ainda ressalta que para os cursos de Ciências Humanas e Artes, a prova deverá apresentar questões mais contextualizadas, ou seja, assuntos como grandezas proporcionais, interpretação de gráficos de funções, estatística e probabilidades. Assuntos que não costumam exigir o uso de fórmulas complexas ou conteúdo específico para encontrar a solução do exercício, priorizando a interpretação e o raciocínio.

Bigon informa também que, nos últimos anos do Vestibular, as questões interdisciplinares com Ciências Humanas apresentaram as seguintes combinações entre as matérias: Geografia e Sociologia; História e Filosofia; História e Geografia; História e Artes.

Já para as de Ciências da Natureza foram cobrados exercícios envolvendo as seguintes combinações de matérias: Biologia e Português; Geografia e Química; Física e Química.

Conhecimentos Específicos

Anderson Bigon aponta a prova de Biologia da segunda fase como conteudista e que exigirá dos candidatos habilidades na interpretação de imagens, esquemas sobre ciclos, além de interpretação de heredogramas e cladogramas. Confira os conteúdos sinalizados por ele:

  • Citologia, com destaque para as divisões celulares (mitose e meiose);

  • Genética, com exercícios envolvendo imunologia e imunização;

  • Fisiologia Animal e Humana, com uma destruição de exercícios sobre homeostase, nutrição e digestão;

  • Ecologia, com questões sobre nichos ecológicos e poluição;

  • Evolução Biológica, cobrando sobre as evidências da evolução biológica;

  • Reino Animal / Protoctistas, sendo duas questões sobre coordados;

  • Parasitologia, com incidências de exercícios sobre viroses e protozoonoses;

  • Reino Vegetal / Fungos / Protoctistas / Monera, com destaque para a fisiologia geral;

  • Programas deSaúde;

  • Histologia;

  • Embriologia.

Química

Em relação à Química, Bigon informa que a principal ênfase está em questões sobre meio ambiente, sendo a maior parte delas sobre poluição.Também tem considerável incidência os seguintes assuntos:

  • Físico-Química, com destaque para questões sobre termoquímica,concentração de soluções e equilíbrio químico;

  • Química Geral, com um maior número de questões envolvendo gases;

  • Química Orgânica, com exercícios envolvendo reações orgânicas e petróleo; 

  • Atomística no estudo de ligações químicas e geometria molecular;

  • Bioquímica, com cobrança sobre lipídios, hidratos de carbono e enzimas.

Os candidatos devem ter muita atenção aos enunciados das questões de Química, pois podem conter mais de uma pergunta no mesmo item.

“É importante que o aluno observe se as reações dadas estarão balanceadas, mais um cuidado especial com as operações matemáticas, as quais são fundamentais para a resolução de boa parte dos exercícios”, orienta.


Física

O tema de maior incidência para a prova de Física da Unicamp é Mecânica, com questões envolvendo: Trabalho e Energia, Cinemática (com destaque para questões de Movimento Uniforme); Dinâmica (aplicações das Leis de Newton); e Impulso e Quantidade de Movimento e Hidrostática.

Anderson também acrescenta que a prova costuma ter, pelo menos, uma questão envolvendo Física Moderna. A presença de exercícios que apresentam gráficos também é muito comum nos exames dissertativos. Outros assuntos que caem bastante na 2ª fase da Unicamp são:

  • Calorimetria; Gases; Dilatação Térmica;

  • Eletrodinâmica, com questões envolvendo as leis de ohm e a resolução de circuitos elétricos;

  • Eletrostática, com a presença do campo elétrico uniforme;

  • Óptica, com exercícios sobre espelhos planos e esféricos;

  • Ondulatória, exigindo a utilização da equação fundamental;

  • Magnetismo, com destaque para a força magnética.

Geografia

Bigon frisa que, nos últimos dois anos, a prova de Geografia apresentou equilíbrio no número de questões envolvendo Geografia Geral e do Brasil. Na primeira, a econômica, com questões envolvendo política econômica e indústria, tem maior incidência nas provas. Também poderão estar presentes questões sobre geopolítica, geografia física e questões ambientais.

No que diz respeito sobre a Geografia do Brasil, ele avalia que o maior número de perguntas abordam geografia física, com destaque para vegetação, relevo, hidrografia e clima. 

História

O coordenadou observou que nos últimos anos houve um equilíbrio na quantidade de questões que envolvem História Geral e do Brasil nas provas da 2ª fase da Unicamp. Em História Geral, a Antiguidade Clássica (Grécia e Roma) e o Mundo Moderno (expansão marítmo-comercial e revoluções inglesas) tiveram incidências consideráveis nos exames de segunda fase.

Já sobre a História do Brasil, os assuntos em ordem decrescente de incidência são sobre: Sistema Colonial; Nova República; Era Vargas; República da Espada; República Liberal; e Segundo Reinado.

Bigon ressalta que a maior quantidade de perguntas dos exames de segunda fase fica por conta das Atualidades, já que a Unicamp exige do candidato um conhecimento geral dos acontecimentos atuais, pois valoriza os alunos que são leitores e conhecedores do que está acontecendo ao redor deles.

Resultado e vagas

O resultado do Vestibular 2022 da Unicamp deve sair no dia 14 de fevereiro de 2022. As matrículas serão recebidas entre os dias 15 e 17 seguintes. Outras chamadas estão previstas para os dias 21 e 25 de fevereiro; 08, 11, 18, 23, 28 e 30 de março. 

Os estudantes concorrem a 2.540 vagas em 69 cursos de graduação. 

O vestibular da Unicamp é considerado um dos processos seletivos mais difíceis do país, junto com o vestibular da Fuvest - USP e o vestibular da Unesp, os quais também são os mais concorridos.

Mais detalhes podem ser obtidos no site da Comvest/Unicamp e pelo Edital.

Veja também

FGV-SP começa primeira fase do Vestibular 2022/2 de Administração amanhã (22)
Candidatos farão as provas pela internet em dois blocos, pela manhã e tarde. Segundo dia desta etapa acontece no domingo (29)

UECE realiza 2ª fase do Vestibular 2022/2 neste final de semana
Vestibular contará com quatro provas, uma de redação e três específicas do curso de escolha.

Inscrições para o Enem 2022 terminam hoje (21)
Provas acontecerão em versões digital e impressa nos dias 13 e 20 de novembro.

UERJ publica neste sábado (21) a 1ª reclassificação do Vestibular 2022
Matrículas deverão ser feitas presencialmente entre 24 e 26 de maio.

Resultado dos pedidos de isenção de taxa de inscrição do Vestibular 2023 do ITA é liberado
As inscrições serão recebidas de 1º de junho a 15 de julho.

IFSudesteMG recebe inscrições do Vestibular 2022/2 via Enem
Instituição aceita inscrições até 20 de junho. São 77 vagas para quatro cursos de graduação.

Resultado do Pave 2021 da UFPel está disponível
A UFPel ofereceu 1.033 vagas no Pave 2021, das quais 90% das oportunidades foram para estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas. 

Notas das 1ª e 2ª etapas do PAS 2021 da UEM são disponibilizadas
Os inscritos no PAS 2021 da UEM passaram pelas provas em 27 de março, das 13h50 às 19h.

Pedidos de redução e isenção do Vestibular 2022/2 das Fatecs já podem ser feitos
O prazo segue até as 15h do dia 24 de maio. O valor cheio da taxa custa R$ 91. 

Inscrições para o Vestibular 2022/2 do IFMT via Enem terminam hoje (20)
Candidatos podem se inscrever gratuitamente. São 510 vagas em cinco cidades mato-grossenses.

Enem 2022: Inscrições acabam neste sábado (21)
Taxa de inscrição é de R$85 e pode ser paga por boleto, Pix ou cartão de crédito.

Alagoas: CESMAC recebe inscrições para o Vestibular 2022/2 de Medicina
Candidatos concorrem a 40 vagas. Provas acontecem nos dias 10 e 11 de junho.