Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Enem
  3. Por que fazer
  4. Estudar em Portugal usando o Enem

Estudar em Portugal usando o Enem

As notas obtidas nas provas do Enem podem ser utilizadas para ingresso em cinco universidades de Portugal.

Publicado por Érica Caetano
Universidade de Coimbra é uma das instituições que aceitam o Enem
Universidade de Coimbra é uma das instituições que aceitam o Enem

Além de ser uma das principais portas de entrada na maioria das universidades brasileiras, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma das formas de seleção de estudantes brasileiros em algumas instituições portuguesas. São Universidades e Institutos que celebraram um convênio interinstitucional com o Inep para viabilizar o ingresso dos estudantes brasileiros em seus cursos de graduação.

Para que tal convênio aconteça, as instituições precisam indicar um responsável técnico que proceda o envio da documentação necessária e realize o cadastro para ter autorização aos dados do Enem via internet. Todos os critérios para utilização da nota do exame por instituições nacionais ou estrangeiras estão disponível na Portaria 436 do Inep.

Os candidatos precisam ter média dentro das expectativas do curso ao qual se deseja candidatar. Para saber se a nota obtida no exame brasileiro está dentro dos critérios, os estudantes podem acessar os sites das Universidades e tomar conhecimento do processo de cálculo dos resultados alcançados nas provas.

As primeiras adesões foram feitas em 2014, pelas Universidades de Coimbra (UC) e da Beira Interior (UBI). Hoje são 42 instituições portuguesas que adotaram o Enem como forma de ingresso para estudantes brasileiros. Confira a lista:

1. Universidade de Coimbra (UC
2. Universidade de Aveiro (UA)
3. Universidade dos Açores (UAC
4. Universidade da Beira Interior (UBI
5. Universidade de Algarve (UAlg
6. Universidade de Lisboa (ULisboa)
7. Universidade Lusófona (ULusófona)
8. Universidade da Madeira (UMa)
9. Universidade do Minho (Uminho)
10. Universidade do Porto (U.Porto)
11. Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)
12. Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)
13. Instituto Politécnico de Bragança (IPB)
14. Instituto Politécnico do Porto (IPP)
15. Instituto Politécnico Portalegre (IPPortalegre)
16. Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA)
17. Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)
18. Instituto Politécnico da Guarda (IPG)
19. Instituto Politécnico de Viseu (IPV)
20. Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)
21. Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)
22. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)
23. Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB)
24. Universidade Lusófona do Porto (ULP)
25. Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT)
26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)
27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)
28. Universidade Católica do Porto (UCP)
29. Univerisdade Fernando Pessoa (UFP)
30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (Ispa)
31. Instituto Leonardo Da Vinci (ILV/Estal)
32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão (ESSA)
33. Universidade Lusíada (ULusíada)
34. Universidade Lusíada Norte (ULusíadaNorte)
35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)
36. Escola Superior Artística do Porto (ESAP)
37. Universidade Europeia 
38. Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE)
39. Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)
40. Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso)
41. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa 
42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)
43. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat), em Portimão
44. Instituto Superior Dom Dinis (Isdom), em Marinha Grande;
45. Instituto Superior de Gestão (ISG), em Lisboa
46. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém), em Santarém
47. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia), em Vila Nova de Gaia
48. Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC)
49. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam)
50. Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM)
51. Universidade NOVA de Lisboa (UNL) 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A primeira a anunciar o uso do Enem como nova metodologia de seleção foi a Universidade de Coimbra, aceitando as notas de uma das três últimas edições do Enem. Por exemplo para pleitear a uma vaga em 2019 o estudante deve ter realizado o exame em 2018, 2017 ou 2016.

A Universidade da Beira Interior aderiu ao Enem para ingresso de brasileiros poucas semanas depois da Universidade de Coimbra. No entanto, a UBI somente aceita as notas das duas últimas edições do Enem imediatamente anteriores ao período em que o estudante deseja ingressar. 

Na Universidade de Alvarge (UAlg), candidatos brasileiros a um curso de graduação devem ter atingindo a nota mínima de 500 pontos na prova de redação do e pelo menos 475 em cada uma das provas objetivas do Enem.

Novas adesões

Em 2015, o MEC anunciou novos acordos com outras nove instiuições portuguesas. Uma delas foi o Instituto Politécnico de Leiria, que considera as notas do Enem com pesos diferentes para cada curso, conforme os critérios adotados para cada processo seletivo.

No Instituto Politécnico de Beja, que também aderiu ao Enem em 2015, a nota de corte depende das exigências de cada curso, considerando o desempenhono Enem dos dois anos anteriores ao da inscrição. Já no IP do Porto é considerado o valor médio dos resultados de desempenho em cada uma das áreas de conhecimento e de redação do Enem, convertida na escala de classificações portuguesa (0 a 20).

O  Instituto Politécnico Portoalegre seleciona estudantes brasileiros com base nas notas de uma das três últimas edições do exame. No caso das vagas oferecidas pelo Instituto Politécnico do Cávado e Ave,os estudantes precisam obter as notas segundo uma escala estabelecida pela instituição.

No final de 2015, foram anunciadas outras quatro instituições: as Universidades de Lisboa (Ulisboa) e de Aveiro (UA) e o Instituto Politécnico da Guarda (IPG), que utilizam as notas da última edição do Enem, e o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), que considera as três últimas edições.

2016

Em 2016, mais três universidades e dois institutos politécnicos passaram a integrar a lista de conveniadas ao Inep, utilizando a nota do Enem. Foram as Universidades do Porto (UP), da Madeira (UMa), dos Açores (UAC) e do Minho (Uminho), além do Instituto Politécnico de Viseu (IPV) e do Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem).

Além destas, a Universidade da Beira Interior (UBI), que já aceitava o Enem, mas sem acordo com o MEC, formalizou o acesso às informações.

Acordos em 2017

Desde o começo do ano foram celebrados quatro novos acordos, um deles em março com a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu), que oferece cursos de graduação na área da saúde. Os outros três convênios foram formalizados em abril com a Universidade Lusófona (ULusófona) e os Institutos Politécnicos de Setúbal (IPS) e de Bragança (IPB).

Gastos

Os custos de um acadêmico brasileiro em Portugal variam entre 4.500 € e 15.000 € (aproximadamente de R$ 15 mil a R$ 50 mil) anuais, incluindo mensalidade, hospedagem, material escolar e transporte. Algumas universidades oferecem bolsa ou ajuda de custo para estudantes melhores classificados no processo seletivo.

Para estudar nas universidades portuguesas utilizando a nota do Enem, os estudantes brasileiros devem estar atentos ao período de inscrição. Acesse o site das instituições para mais informações.

Veja também

Provas do PAC 2020 da Unicentro (PR) são adiadas outra vez
A Unicentro solicita que os candidatos de todas as fases do PAC fiquem atentos ao site da instituição para caso hajam novas alterações nos calendários, já que a pandemia sofre mudanças em seu cenário a todo momento.

Resultado do SiSU 2021/1 é liberado
Inscrições para a lista de espera também começam nesta sexta-feira, 16 de abril.

IFGoiano divulga resultado preliminar do Vestibular 2021/1
Para participar foi inecessário que o estudante já tivesse terminado o ensino médio já que no momento das matrículas, será necessário apresentar o Certificado de Conclusão do Ensino Médio.

UFPR anuncia nova data das provas do Vestibular 2021
Processo seletivo ocorreria no final de março, mas foi adiado por causa do estado de emergência da pandemia do coronavírus

IFMG publica resultado final do Vestibular 2021
Também foi divulgado resultado do Vestibular Complementar 2021, que ofereceu vagas para os campi Ouro Preto, Sabará e Santa Luzia

Minas Gerais: Uniube abre inscrições para Vestibular 2021/2 de Medicina
Processo seletivo oferece 36 vagas. Curso é ministrado em dois campi situados em Uberaba

UFPA solta listão do PS 2021
Foram selecionados 7.018 candidatos que preencherãoas 7.355 vagas oferecidas e distribuídas em 196 opções de cursos ministrados em 19 municípios do Pará.

Pré-vestibular Municipal de Belém recebe inscrições
As aulas terão início no dia 12 de maio, realizadas de forma remota, na modalidade de Educação à Distância (EAD), por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Lista de remanejáveis na 3ª etapa do SSA 2021 da UPE é publicada
A terceira etapa do SSA 2021 da UPE ofereceu 1.730 vagas em 54 cursos de graduação. Do total de chances, 20% são reservadas a candidatos cotistas.

SiSU 2021/1: inscrições terminam nesta quarta-feira (14)
Para disputar uma das 206.609 vagas em 109 instituições de ensino, é necessário ter feito o Enem 2020

Convocações da lista de espera do Fies 2021/1 serão feitas até hoje (14)
A próxima etapa prevista no calendário é que os pré-convocados nessa lista deverão complementar as informações prestadas no momento da inscrição no site do Fies.