Logo Super Vestibular

Ciência Política

O profissional formado em Ciência Política possui uma vasta gama de opções para atuar após a conclusão do curso, tanto na esfera pública quanto privada

Publicado por Érica Caetano
Cientistas políticos costumam prestar consultorias para políticos e empresários
Cientistas políticos costumam prestar consultorias para políticos e empresários

Anteriormente conhecido somente como uma área de atuação do profissional da graduação de Ciências Sociais, a Ciência Política não tinha reconhecimento como curso superior efetivamente. No entanto, isso mudou e já é possível encontrar a oferta deste com curso de graduação nas principais universidades do país como, por exemplo, na Universidade de Brasília (Unb).

A carreira na área de Ciência Política é bastante desenvolvida nos Estados Unidos e em alguns países europeus. Apesar de no Brasil não haver tanta tradição no curso, sua demanda vem crescendo a cada dia e, mesmo sendo um campo de conhecimento específico, o curso abrange várias áreas de conhecimento dentro das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Ao contrário do que muitos pensam, o curso não se trata somente de questões políticas da atualidade e nem de discussões de opiniões políticas, mas sim de um estudo mais aprofundando e de forma científica que capacita entender as relações de poder e toda a hierarquia existente nelas.

O Cientista Político estuda e analisa as teorias e comportamentos dos sistemas políticos, ou seja, avalia o funcionamento político em todos os âmbitos, incluindo políticas públicas para determinada população, as relações de transformações e estrutura dos sistemas, regimes políticos e etc.

Público-alvo

Não há um perfil particular para quem deseja estudar a graduação de Ciência Política, já que o curso estuda cientificamente os temas presentes na vida de todas as pessoas. Entretanto, é importante que o estudante tenha gosto pela leitura, pois a carga de textos e livros é bem pesada durante todo o curso.

Curso

Como já citado anteriormente, apesar de o curso de Ciência Política ser um campo de conhecimento específico, ele abrange várias áreas de conhecimento, tais como: Sociologia, Relações Internacionais, Economia, Antropologia, História e Direito. Também são cursadas disciplinas de todos esses cursos. Dentro da grade própria da Ciência Política, estuda-se a política entendida de maneira ampla, ou seja, partidos políticos, instituições e governo, políticas públicas, história política do Brasil e etc. 

Na UnB, por exemplo, existe um curso específico de Ciência Política. Na maioria das federais, entretanto, o estudante ingressa na carreira de Ciências Sociais e nos últimos anos pode direcionar sua formação para os bacharelados em Sociologia e Antropologia. Na Universidade de São Paulo (USP), Ciência Política faz parte da grande de disciplinas obrigatórias do curso de Ciências Sociais.

Duração média
Em média: 8 semestres (4 anos)

Mercado de Trabalho
Mesmo com pouco reconhecimento e demanda, há algumas boas opções de atuação na carreira de Ciência Política. As disciplinas vistas durante o curso proporcionam uma boa base para concursos públicos, especialmente para cargos de gestores de políticas públicas, mas há também a possibilidade do cientista político atuar como autônomo, prestando consultorias e assessorias para empresas e pessoa física. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Formas de Atuação
O cientista político poderá trabalhar em diferentes segmentos relacionados à área, tanto em empresas privadas quanto públicas, além de educacionais, governamentais e segmentos do Terceiro Setor, sem contar a vasta gama de opções de concursos públicos, como citado. A atuação fora do meio educacional em grande parte das vezes se dá por meio de consultorias, projetos, estudos, planejamentos ou, ainda, como pesquisadores. A graduação também abre caminhos para carreira diplomática.

Campos de Atuação

Cientista Político
(Analisando as instituições políticas bem como os seus respectivos comportamentos, além de políticas públicas utilizadas para determinada população);

Diplomacia
(Representando o país em outras nações e atuando na negociação de acordos entre eles, dando suporte em viagens internacionais a representantes políticos, obtendo informações importantes ligadas à questões de política externa);

Lecionando aulas
(Atuando como professor de curso superior, coordenando cursos de graduação e pós-graduação);

Cientista Social
(Acompanhamento, estudo, análise e avaliação referente aos acontecimentos ou ainda sobre as ocasiões e comportamentos de determinado grupo social e a relação com os demais aspectos da sociedade levando em conta as políticas públicas);

Consultorias
(Atuando no acompanhamento e avaliação de estatísticas, pesquisa e planejamentos de questões ligadas à área política de determinado órgão ou pessoa física);

Terceiro Setor
(Acompanhamento, avaliação e administração de questões referentes às atividades políticas e sociais);

Regulamentação da profissão
A profissão de Cientista Político está vinculada ao curso de Ciências Sociais, já que não há a sua própria regulamentação. Ainda se discute a regulamentação com conselhos específicos para cada uma das áreas que englobam as Ciências Sociais. No entanto, não há nada de efetivo até o momento. Já a profissão de Sociólogo é regulamentada pela Lei nº 6.888, de 10 de dezembro de 1980 e Decreto nº 89.531/84. 

Remuneração média
O salário inicial médio de um cientista político varia muito, já que há uma vasta gama de segmentos. No entanto, os salários de recém-formados em Ciência Política giram em torno de R$ 1.500 a R$ 2.000, conforme o segmento em que se atua.

Exigências para o exercício da profissão
Para o exercício da profissão não é exigido atualmente do profissional em Ciência Política o seu diploma de graduação, já que em muitas universidades há somente esta disciplina dentro da graduação de Ciências Sociais. O mesmo acontece com o Conselho, que ainda não existe de forma específica e está em fase de discussão sobre a sua criação.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como profissional em Ciência Política ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Prazo para se inscrever no Vestibular (PSCS) 2020/2 via Enem do IFPB chega ao fim
Os candidatos podem optar por até duas opções de curso durante a inscrição e para participar é preciso ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre os anos de 2017 e 2019, já que a seleção utilizará as notas do Exame.

Fuvest encerra inscrições para o Vestibular 2021 nesta sexta-feira (23)
Seleção oferece 8.241 vagas em cursos ministrados pela USP. Metade das chances é reservada para cotistas

Cursinho Pré-vestibular de Brasília recebe inscrições para aulas preparatórias para o Enem
As inscrições estão sendo recebidas via internet ou de forma presencial,  nas unidades do cursinho. É preciso apresentar duas fotox 3x4 e cópias do CPF e RG. 

Inscrições para Vestibular 2020 da Unifesspa são encerradas hoje (22)
Interessados nas mais de 300 vagas deverão fazer provas presenciais no dia 13 de dezembro, no Pará

Uninorte (AC) inscreve para o Vestibular 2021 de Medicina
Estão sendo oferecidas 30 vagas e as provas serão realizadas no dia 21 de novembro, no turno vespertino, das 14h às 18h. Elas serão formadas por quatro questões objetivas e uma redação.

FGV disponibiliza cartão da 1ª fase de Direito do Vestibular 2021
Provas estão agendadas para os dias 1º e 02 de novembro, no formato on-line por conta da pandemia.

No RS, UCS inscreve para Vestibular de Verão 2021
Candidatos serão avaliados pela internet. Somente concorrentes às 50 vagas do curso de Medicina farão provas presenciais.

Inscrições do Vestibular 2020 de cursos a distância da UEM (PR) são recebidas
Prazo segue aberto até 18 de novembro e estão sendo oferecidas 1.030 vagas.

Inscrições para Vestibular 2021 de Medicina e Odontologia da SL Mandic (SP) são finalizadas
Nesta edição, o processo seletivo oferece 310 vagas, sendo 250 para o curso de Medicina e 60 para o de Odontologia. Ambas as carreiras são ministradas em turno integral.

Unifor inscreve para o Vestibular 2021/1 para Medicina e demais cursos
O curso de Medicina terá seleção somente por prova presencial e receberá inscrições até 13 de novembro. E os demais cursos têm três possibilidades de avaliação.

Prevupe (PE) oferta aulas gratuitas on-line para as provas do Enem 2020
Por conta do distanciamento imposto pelo coronavírus, as aulas também serão ofertadas no formato digital.

IFPE altera Vestibular 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus
Ainda não foi divulgado nenhum cronograma mas todos os detalhes do próximo processo de ingresso serão anunciados até o final deste ano.