Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Projeto de Lei que adia o Enem 2020 é aprovado pelo Senado

Projeto de Lei que adia o Enem 2020 é aprovado pelo Senado

Agora, o Projeto de Lei que foi aprovado por 75 votos a favor e 1 contra, irá para a Câmara dos Deputados.

Publicado por Érica Caetano
20/05/2020 09h43 , atualizado em 20/05/2020 09h43

O Senado aprovou nesta terça-feira, 19 de maio, por meio de sessão deliberativa remota, o Projeto de Lei (PL) 1.277/2020, que tem como objetivo prorrogar os prazos dos processos seletivos para o ingresso no ensino superior, como os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

Agora, o Projeto de Lei que foi aprovado por 75 votos a favor e 1 contra (sendo esse o do senador Flávio Bolsonaro) irá para a Câmara dos Deputados. Também foi aprovada uma emenda para que seja garantida acessibilidade nas provas digitais do Enem, já que o Atendimento Especializado estava restrito ao modelo impresso do exame. 

A autoria do projeto é da senadora Daniella Ribeiro (PP/PB) e relatoria do senador Izalci Lucas (PSDB/DF), incluiu um parágrafo no Artigo 44 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996), prorrogando automaticamente as provas e demais seleções de acesso ao ensino superior em casos de reconhecimento de estado de calamidade pelo Congresso.

Consulta pública

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, informou ontem também que o Ministério da Educação (MEC) deverá realizar no final de junho, uma consulta pública com os participantes no Enem 2020 sobre o adiamento das provas. Dentre as opções estarão as de adiar as provas em 30 dias; manter as datas; ou suspender até o fim da pandemia.

Weintraub fez um live realizada no início da noite de ontem afirmando que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) está estudando medidas sanitárias para a provas do Enem, como aumentar o distanciamento entre as carteiras. Isso aumentaria o o custo do Exame, já que será necessário a utilização de mais salas de provas. 

O Enem 2020

O Enem 2020 está com inscrições abertas até esta sexta, dia 22, com taxa de R$ 85 que poderá ser paga até o dia 28 de maio. As provas estão agendadas para os dias 1º e 08 de novembro, para aqueles que optem pelas provas tradicionais, e 22 e 29 de novembro, para os que realizarem as provas digitais. O ministro da educação informou que 4 milhões de pessoas já se inscreveram. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Antes mesmo das inscrições para o Enem 2020 terem início, já haviam pedidos de adiamento das provas, logo quando foram publicados os editais do Exame deste ano, no final do mês de março.

A primeira entidade a fazer a solicitar foi o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), quando divulgou uma nota criticando o atual calendário do Enem 2020. Em seguida, a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) e a União Nacional dos Estudantes (UNE) coletaram  assinaturas em um abaixo-assinado pedindo o adiamento.

A Defensoria Pública da União (DPU) entrou com uma ação cível solicitando o adiamento do Enem. Em decisão liminar, a Justiça Federal em São Paulo atendeu ao pedido da DPU, mas manteve o cronograma após as alterações realizadas pelo Inep no edital do Enem.

No começo de maio, 11 instituições públicas do Rio de Janeiro, como a UFRJ e UERJ, assinaram uma nota pedindo ao MEC o adiamento do Enem 2020 devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Dias depois, as universidades estaduais da Bahia também soltaram uma nota contrária à manutenção do calendário do Enem.

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal (PFDC/MPF) enviou uma nota técnica ao Ministério da Educação (MEC), ao Inep e ao Conselho Nacional de Educação defendendo que a manutenção do Enem durante pandemia gera impactos desproporcionais e viola a Constituição.

Veja também

Resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2021 da UERJ é divulgado
As solicitações foram recebidas no mês de março, quando o calendário da seletiva ainda não havia sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ITA prorroga inscrições para Vestibular 2021
Primeira fase está marcada para dia 20 de novembro e segunda, para dias 8 e 9 de dezembro

Famerp (SP) dá início ao prazo de inscrições do Vestibular 2021
Os interessados podem se inscrever até o dia 23 de novembro e a taxa custa R$ 165.  Oferta é de 160 vagas.

Após suspensão, Uece divulga novas datas para matrícula do Vestibular 2020/1
Cronograma do processo seletivo estava suspenso desde março. Matrículas serão feitas pela internet, ainda em setembro.

UFJF anuncia datas das provas do Pism 2021
Provas serão aplicadas em fevereiro e março, e universidade implantará medidas de prevenção ao coronavírus.

Unifesp altera data das inscrições do Vestibular Misto 2021
Inscrições poderão ser feitas agora de 13 de outubro a 4 de dezembro. Edital sairá dia 9 de outubro.

Unifesspa está com inscrições abertas para Vestibular 2020
Processo Seletivo Especial oferece 315 vagas em cursos ministrados em sete cidades paraenses

IFG recebe inscrições para Vestibular 2020/2 via Enem
Processo seletivo oferece 465 vagas em 13 cursos de graduação ministrados em Goiânia e outras quatro cidades do interior

Abertas inscrições para bolsas remanescentes do ProUni 2020/2
Interessados nas 90 mil vagas devem fazer cadastro até dia 30 de setembro. É obrigatório ter feito o Enem a partir de 2010.

UEL abre inscrições para Vestibular 2021
Concorrentes às mais de 2,5 mil vagas farão provas somente no ano que vem, no dia 14 de março

Unipar está com inscrições abertas para Vestibular 2021 de Medicina
Instituição paranaense oferece 110 vagas. Curso é ministrado no campus situado na cidade de Umuarama.

Abertas inscrições para Vestibular 2021 de Medicina e Odontologia da SL Mandic (SP)
Interessados nas 310 vagas farão provas on-line em 25 de outubro. Previsão é que lista de aprovados saia no dia 30 seguinte.