Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Dicas
  3. As principais causas da reprovação no vestibular e Enem

As principais causas da reprovação no vestibular e Enem

Reprovação no vestibular nem sempre está relacionada somente a aspectos educacionais.

Publicado por Adriano Lesme
Se você foi reprovado no vestibular, mantenha a calma, analise os passos em falso e reflita sobre suas escolhas
Se você foi reprovado no vestibular, mantenha a calma, analise os passos em falso e reflita sobre suas escolhas

Estudar para o vestibular e Enem nunca foi, e nem será, garantia de aprovação. A cada processo seletivo cresce o número de estudantes que chegam a essa constatação. Ainda assim, as causas das reprovações continuam sendo imperceptíveis para grande parte deles.

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que os motivos do “fracasso” não se restringem somente aos aspectos relacionados ao estudo, como falta de orientação ou adoção do método errado. Existem muitos vestibulandos que se dedicam, integralmente, ao sonho de conseguir uma vaga no ensino superior e, ainda assim, são reprovados.

Mas por que isso acontece? O professor Alfredo Terra Neto (professor Neto), Orientador Educacional do Curso Pré-vestibular da Oficina do Estudante, listou alguns motivos que podem levar a reprovação mesmo estudando bastante.

1) Defesagem nos estudos

Estudar com dedicação e não conseguir a aprovação no vestibular é bastante comum. São vários os fatores que podem gerar este tipo de situação, mas o principal é a falta de base acadêmica prévia (defasagem no Ensino Fundamental e Médio). Em outras palavras: o estudante até apresenta um bom crescimento acadêmico no ano em que realiza o vestibular, mas este crescimento é insuficiente. 

Tentando traduzir em números, suponha uma escala de 0 a 100 pontos para conseguir aprovação no vestibular ou SiSU (sendo possível ser aprovado a partir de 55 pontos, dependendo do curso). Muitas vezes, um aluno inicia o seu preparo estando na posição 20. Ao longo do ano, o aluno cresce e chega nas posição 50. O crescimento de 30 pontos é fantástico quando analisado friamente, no entanto, será insuficiente para que o referido aluno seja aprovado.

Portanto, quanto maior a base acadêmica adquirida nos Ensinos Fundamental e Médio, maior será a possibilidade de crescimento acadêmico no ano de vestibular e, assim, também maiores serão as chances de aprovação. Vale destacar que, seguindo a mesma escala hipotética mencionada, cursos como Medicina exigiriam algo em torno de 80 a 90 pontos.

Quanto mais concorrido for o seu curso, maior a necessidade de você ter uma boa base acadêmica durante o seu Ensino Fundamental e Médio. 

2) Não treinar redação

A Redação é uma das maiores vilãs dos vestibulares e do Enem. O motivo é que, na maioria dos vestibulares públicos, o peso de redação é imenso. A redação do Enem pode chegar a 50% da nota. Sendo assim, treinar redação é primordial para a tão sonhada aprovação. No entanto, mesmo alunos estudiosos e dedicados possuem grandes dificuldades em relação ao treino semanal de redação, pois relatam que acaba não sobrando tempo, devido ao fato de estarem se dedicando a outras matérias.

As propostas de Redação dos vestibulares e do Enem também podem ser diferentes (Dissertação, Narração e/ou Gêneros), o que obriga os alunos a realizarem treinos específicos para cada prova, situação que gera um grande impacto na rotina de estudos dos alunos, levando muitos a abandonarem a confecção semanal de redação.  Este abandono é fatal na maioria dos casos. 

Leia dicas de como fazer uma boa redação

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3) Dificuldade em Matemática

Na formação básica dos alunos (Ensinos Fundamental e Médio) podem ocorrer algumas lacunas de conhecimento acadêmico, o que não necessariamente gerará algum problema no futuro. No entanto, quando as lacunas mencionadas concentram-se em Matemática, certamente haverá dificuldades do vestibulando em seu ano de preparo para o vestibular.

A defasagem em Matemática afetará também outras áreas, como Física e Química, além da própria Matemática. Sendo assim, por mais que o aluno estude com afinco e dedicação, pode ser que ele não consiga evoluir o suficiente para conquistar sua aprovação (dependerá muito da carreira escolhida e do vestibular envolvido). 

Aprenda Matemática de uma vez por todas com o Mundo Educação

4) Não resolver simulados ou provas anteriores

Ao final dos grandes vestibulares e Enem, uma das maiores queixas dos alunos é a de que “não deu tempo de terminar a prova”. A realização de um vestibular com bom índices de acerto e uma prova realizada dentro do tempo estabelecido está intimamente ligada ao treino de provas anteriores e/ou simulados.

Cada vestibular tem um estilo próprio e o vestibulando precisa descobrir este estilo treinando com as provas anteriores ou realizando simulados das referidas provas. Infelizmente, alunos estudiosos, deixam de realizar os devidos treinos e assim colocam em risco a sua aprovação.

Baixe provas anteriores de vestibular

Resolva o Simulado on-line do Enem

5) Dormir pouco

No ano em que se preparam para o vestibular, muitos alunos resolvem “rachar de estudar”. E para tanto começam a dormir pouco. Este é um dos maiores erros que um vestibulando pode cometer. O sono tem uma função de reparação do organismo e, portanto, geração de equilíbrio físico e mental. Para que nosso organismo funcione da forma mais perfeita possível é fundamental dormir bem. Além de manter o nosso organismo em bom funcionamento, o sono tem o importante papel de consolidar nossas memórias. Em outras palavras: aquilo que estudamos durante o dia é consolidado em nossa memória de longo prazo durante o sono profundo, também conhecido como sono REM, portanto, para lembrar informações que estudei em março e que deverei lembrar em janeiro do outro ano, é fundamental uma noite de sono... 

6) Falta de equilíbrio emocional

Este é um fator que possui um certo de grau de subjetividade, mas não menos importante que os fatores acima. Já observamos alunos academicamente excelentes serem derrubados no momento do vestibular por estarem com um psicológico abalado. Excesso de auto cobrança, pressão dos pais/familiares e amigos, falta de descanso ao longo do ano de preparo e auto comparação com colegas e amigos que já passaram ou que estão se preparando, são os principais motivos para a geração de desequilíbrio emocional. O preparo exige de fato muito esforço, muito empenho e muita dedicação, mas ter alguns momentos de quebra de rotina com atividades físicas, meditação e/ou (psico)terapia, podem ser determinantes para manutenção do equilíbrio físico e do bem estar mental na hora da prova.

Veja também

Resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2021 da UERJ é divulgado
As solicitações foram recebidas no mês de março, quando o calendário da seletiva ainda não havia sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ITA prorroga inscrições para Vestibular 2021
Primeira fase está marcada para dia 20 de novembro e segunda, para dias 8 e 9 de dezembro

Famerp (SP) dá início ao prazo de inscrições do Vestibular 2021
Os interessados podem se inscrever até o dia 23 de novembro e a taxa custa R$ 165.  Oferta é de 160 vagas.

Após suspensão, Uece divulga novas datas para matrícula do Vestibular 2020/1
Cronograma do processo seletivo estava suspenso desde março. Matrículas serão feitas pela internet, ainda em setembro.

UFJF anuncia datas das provas do Pism 2021
Provas serão aplicadas em fevereiro e março, e universidade implantará medidas de prevenção ao coronavírus.

Unifesp altera data das inscrições do Vestibular Misto 2021
Inscrições poderão ser feitas agora de 13 de outubro a 4 de dezembro. Edital sairá dia 9 de outubro.

Unifesspa está com inscrições abertas para Vestibular 2020
Processo Seletivo Especial oferece 315 vagas em cursos ministrados em sete cidades paraenses

IFG recebe inscrições para Vestibular 2020/2 via Enem
Processo seletivo oferece 465 vagas em 13 cursos de graduação ministrados em Goiânia e outras quatro cidades do interior

Abertas inscrições para bolsas remanescentes do ProUni 2020/2
Interessados nas 90 mil vagas devem fazer cadastro até dia 30 de setembro. É obrigatório ter feito o Enem a partir de 2010.

UEL abre inscrições para Vestibular 2021
Concorrentes às mais de 2,5 mil vagas farão provas somente no ano que vem, no dia 14 de março

Unipar está com inscrições abertas para Vestibular 2021 de Medicina
Instituição paranaense oferece 110 vagas. Curso é ministrado no campus situado na cidade de Umuarama.

Abertas inscrições para Vestibular 2021 de Medicina e Odontologia da SL Mandic (SP)
Interessados nas 310 vagas farão provas on-line em 25 de outubro. Previsão é que lista de aprovados saia no dia 30 seguinte.