Logo Super Vestibular

Abordagens sobre a economia açucareira no Enem

Neste texto oferecemos algumas dicas sobre o tema da economia açucareira no Enem, bem como uma análise de uma questão sobre o assunto.

Publicado por Cláudio Fernandes
O açúcar movimentou a economia brasileira no início da colonização
O açúcar movimentou a economia brasileira no início da colonização

Olá, pessoal! Tudo certo?!

Na dica de hoje para o Enem, trazemos alguns temas que podem ser abordados referentes à história econômica brasileira, em especial, a economia açucareira, que se desenvolveu no Nordeste brasileiro na época colonial. Trazemos também a análise de uma questão do Enem de 2011 que retratou exatamente esse assunto.

Na formação do Brasil, assim como na formação de outras nações que antes eram colônias de países europeus, as estratégias econômicas adotadas acabaram exercendo uma influência em toda a estrutura social e cultural de uma região ou mesmo de todo o país. Esse foi o caso da extração de ouro em Minas Gerais, notadamente em Ouro Preto e Mariana, a partir do século XVIII, e da produção de café em São Paulo a partir do século XIX. Assim como os períodos da economia cafeeira e da mineração, o período da economia centrada na produção do açúcar – isto é, os dois primeiros séculos da colonização, XVI e XVII –, em dada medida, moldou a região do Nordeste do Brasil, sobretudo onde se encontra o atual estado do Pernambuco.

Grandes obras de História e Antropologia, como as de Gilberto Freyre, e de Literatura, como as de José Lins do Rego, dedicaram-se a pensar a cultura brasileira, em geral, e a nordestina, em especial, a partir do apogeu e da crise da economia açucareira. Toda a sociedade que se desenvolveu a partir da montagem do engenho de açúcar, como a figura do patriarca, dos agregados, dos escravos, entre outros, foi exaustivamente estudada por intelectuais que, entre outras preocupações, destacaram o impacto exercido pela atividade econômica dessa região.

A questão de número 33 do caderno azul do Enem de 2011, apresentada a seguir, traz uma abordagem acerca desse tema. A resposta correta está marcada na cor verde.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Questão do Enem de 2011 que abordou o tema da economia açucareira
Questão do Enem de 2011 que abordou o tema da economia açucareira

A questão está montada a partir de um texto de Raymundo Campos extraído da obra Grandeza do Brasil no tempo de Antonil, que versa sobre a trajetória do uso do açúcar. Ela exige que o candidato assinale a alternativa que corresponda à razão pela qual o açúcar foi escolhido por Portugal para ser o produto inicial da colonização.

Sabe-se hoje que o comércio do açúcar movimentava um grande contingente de pessoas, que trabalhavam em diversos setores, e detinha uma dimensão transatlântica, isto é, para além das fronteiras terrestres de qualquer continente. O açúcar, produzido no Brasil, geralmente era refinado por holandeses no continente asiático. Ademais, as lavouras de cana e as operações do maquinário dos engenhos eram administradas com trabalho escravo. O tráfico de escravos negros também fazia parte de um ciclo intercontinental, o que gerava bastante lucro para muitas pessoas.

Das alternativas apresentadas pela questão, a letra A, que está correta, é a única que aponta para a lucratividade que o açúcar trazia a Portugal. Ainda que em outras alternativas apareçam sugestões relativas à mão de obra e às feitorias africanas, o contexto em que aparecem é incompatível com a proposta da questão.

Sendo assim, fique atento ao contexto de montagem do sistema colonial no Brasil e à atmosfera da economia açucareira. Não deixe de ser criterioso em suas leituras também. Uma interpretação incorreta pode ser fatal na prova do Enem.

Veja também

Estão abertas as inscrições do Vestibular 2021/1 da UVV
As inscrições poderão ser realizadas via internet ou de forma presencial, na Central de Relacionamento com Aluno (CRA), na UVV-ES de Vila Velha.

São Paulo: abertas inscrições para Vestibular 2021/1 de Medicina da USCS
vestibular ocorrerá em uma única fase, marcada para o dia 23 de novembro, das 14h às 17h30.

IFSC publica resultado da seleção de vagas remanescentes 2020/2
Aprovados deverão enviar documentação para matrícula por e-mail. As aulas serão a distância no início do curso.

Cadastro de foto dos inscritos do Enem 2020 deve ser feito até 1º de outubro
Aqueles que já cadastraram a foto mas quiserem alterar também poderão fazer o upload. O cadastro é obrigatório a partir desta edição.

Vestibular 2020/2 via Enem do IFSP está com inscrições abertas
Para participar é preciso ter feito o Enem entre os anos de 2015 e 2019 tirando nota acima de zero na redação.

Já estão abertas as inscrições para corretores de redação do Enem 2020
Para se cadastrar é preciso ter graduação na área de Letras/Língua Portuguesa ou Linguística. Prazo encerra em 05 de outubro.

Inscrições para o Vestibular 2021 da UFGD já podem ser feitas
Os interessados em concorrer uma das 982 vagas em 33 cursos de graduação, nas modalidades presencial (32 cursos) e a distância (Letras-Libras), podem se inscrever até às 17h do dia 20 de novembro.

Vestibular de Verão 2021 do IFSul (RS) é adiado por conta da pandemia
O Vestibular de Verão do IFSul acontece geralmente no mês de dezembro e será adiado para evitar a aglomeração de pessoas.

UPE prorroga inscrições do SSA 2021
Prazo seria encerrado ontem, dia 20 mas foi prorrogado até o final do mês.

Faculdade Santa Casa de SP recebe inscrições do Vestibular 2021
A taxa custa R$ 300 (R$ 120 Cotas Sociais) para o curso de Medicina, R$ 50 para os cursos de Enfermagem e Fonoaudiologia e R$ 30 para os cursos tecnológicos.

Resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2021 da UERJ é divulgado
As solicitações foram recebidas no mês de março, quando o calendário da seletiva ainda não havia sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ITA prorroga inscrições para Vestibular 2021
Primeira fase está marcada para dia 20 de novembro e segunda, para dias 8 e 9 de dezembro